RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemJéssica di Falchi é efetivada como guitarrista da banda Crypta

imagemDream Theater já fala de novo álbum; Mike Portnoy cada vez mais próximo da banda

imagemEngenheiros do Hawaii não era uma banda amiga da galera, diz ex-baterista

imagemVídeo de vocalista brasileiro batendo cabeça em "Toxicity" atinge 1 milhão de views

imagemA música de Paul McCartney que flopou nos Beatles, mas bombou em carreira solo

imagemO Sepultura honrou nossos ancestrais bem antes do pessoal da Noruega lembrar dos vikings

imagemGuns N' Roses posta teaser alucinante de "You Could Be Mine" no Ritz de 1991

imagemNoel Gallagher detona o jazz: "Todo mundo tocando músicas diferentes ao mesmo tempo"

imagemO guitarrista que o Pink Floyd queria ao invés de David Gilmour

imagemEx-guitarrista do Ghost diz que Tobias Forge é um gênio

imagemHétero decide aprender metal extremo na guitarra para impressionar héteros, diz estudo

imagemRob Halford revela quais são seus álbuns preferidos do Metallica

imagemProblemas vocais de Axl Rose surgiram em turnê com o Iron Maiden

imagemQueen: Brian May explica o motivo pelo qual ele não gostava de "Don't Stop Me Now"

imagemOs 5 fatores que fizeram preço do Summer Breeze Brasil ficar alto, segundo empresário


NFL Steve Harris

Brasil Metal Union: Bandas comentam a edição 2005 e a história do festival

Em 27/06/05

Em 2005 o Brasil Metal Union (BMU) está comemorando sua quinta edição, e a segunda desde que foi firmada a parceria entre a Heavy Melody e a Toplink, que propiciou que a edição de 2004 fosse realizada no DirecTV Music Hall, com estrutura e organização bem superiores. No ano de 2005 a história se repete, com um "cast" escolhido pelo público em votação, apresentando nomes consagrados e outros que marcam presença pela primeira vez. Aproveitamos a oportunidade e fizemos pequenas entrevistas com todas as bandas, visando saber suas expectativas para o evento e planos futuros. Esta é a primeira parte, aonde conversamos com as bandas Khallice (DF), Torture Squad (SP), Mallefactor (MG), Andralls (SP) e Wizards (SP).

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Por Rafael Carnovale

Vale salientar que as entrevistas seguiram um padrão único para que possamos saber as opiniões das bandas num contexto voltado para o festival, mas sempre estaremos entrevistando as mesmas, como já fizemos muitas vezes.


KHALLICE

Formado em 1995 em Brasília (DF), o Khallice rapidamente obteve boa repercussão por seu prog-metal intrincado e talentoso. Com um CD na praça ("The Journey") e se preparando para gravar seu segundo petardo, a banda promete um show bem forte e a consolidação do apelido de "Dream Theater Brasileiro":

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

WHIPLASH! - Como foi a reação da banda ao saber que estavam escalados para o festival?

Khallice / Foi uma surpresa muito agradável. Já faz uns três anos que participamos da votação e essa foi a primeira vez que rolou. Estamos muito empolgados com a oportunidade de tocar em São Paulo em um festival deste porte. Vai ser show de bola!

WHIPLASH! - A eleição do BMU é sempre muito disputada, com bandas de vários cantos do Brasil. A que você atribui o diferencial que os colocou no "cast"?

Khallice / Temos trabalhado muito esses dois últimos anos e investindo muito no site da banda, que hoje em dia é uma excelente forma de divulgação. Além disso, há aproximadamente 8 meses, temos trabalhado com Brasil Music Press e por causa disso conseguido aparecer mais na mídia especializada. Acredito que isso fez uma boa diferença na votação. As pessoas acabam gravando mais o nome da banda.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

WHIPLASH! - Como vocês vêem o BMU, desde sua primeira edição, e a mudança de estrutura ocorrida em 2004, com a parceria da Heavy Melody/TOPLINK ?

Khallice / O BMU é um festival que só vem crescendo. Cada ano que passa a coisa melhora e a mudança para o Directv Hall no ano passado deu além de maior exposição, maior credibilidade para o festival. Acho que isso tudo é ainda um começo e que o BMU vai continuar crescendo a cada ano, como tem acontecido.

WHIPLASH! - Como será elaborado o "set-list"? Há algo especial que possa ser adiantado?

Khallice / Vamos tocar músicas do nosso CD "The Journey", músicas inéditas e algum cover ainda não definido. Queremos aproveitar a oportunidade para mostrar como será o nosso prócximo trabalho.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

WHIPLASH! - O BMU começou a ter sua integridade questionada desde 2004, e este ano as coisas parecem aumentar, com comunidades no Orkut (da mesma maneira que aumentam os elogios ao festival). Como vocês vêem essa enxurrada de críticas e elogios ao mesmo tempo?

Khallice / Isso é perfeitamente normal. Aqui em Brasília temos o Porão do Rock que já está indo pra sua oitava edição se não me engano. Já teve até matéria no principal jornal de Brasília chamando de Panelão do Rock. Imagina que você tem mais de mil bandas querendo tocar, doze que entram. Será que tem mais gente feliz ou triste? De qualquer forma ficamos três anos de fora e entramos agora. Acho que o importante é trabalhar, pois as críticas sempre vão existir.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

WHIPLASH! - Quais são os planos da banda para o resto do ano, com relação a shows e lançamento de cd's?

Khallice / Vamos tocar ainda em julho no Forcaos em Fortaleza, e começaremos a gravar nosso segundo Cd no começo do segundo semestre.

WHIPLASH! - A variedade de estilos é uma característica marcante neste BMU. Qual seria sua opinião sobre tal mistura?

Khallice / Acho muito legal. O mercado já é tão segregado que acredito que seria uma bobagem segregá-lo ainda mais. Desse jeito a gente une as forças e o noso som chega a mais pessoas, todas elas fãs de rock e metal.

WHIPLASH! - Deixe uma mensagem para os fãs que comparecerão do DirecTV para vê-los.

Khallice / Primeiro de tudo quero agradecer a todos que nos ajudaram votando na banda. Contamos com a presença de todos que curtem o nosso trabalho para fazer desse evento um marco em nossa carreira. Um grande abraço a todos e até o BMU!

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


TORTURE SQUAD

Quem os viu ano passado já sabe o que acontecerá esse ano: o caos! A força do Torture Squad no BMU 2004 foi unanimidade entre os presentes, que vibraram com o thrash vigoroso e agressivo da banda paulistana. Excursionando por todo país, e tendo também aberto o show do Kreator em SP neste ano, eles estão prontos para se superar.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

WHIPLASH! - Como foi a reação da banda ao saber que estavam escalados para o festival?

Torture Squad / Ficamos muito surpresos pois já havíamos participado ano passado e estar sendo escalado novamente foi realmente uma surpresa muito gratificante para nós!

WHIPLASH! - A eleição do BMU é sempre muito disputada, com bandas de vários cantos do Brasil. A que você atribui o diferencial que os colocou no "cast"?

Torture Squad / Pode ser pelo fato de sempre estarmos trabalhando muito, fazendo vários shows ao redor do Brasil. E por isso, a probabilidade de muitas pessoas conhecerem a banda é inevitável. Se não viu um show pelo menos já ouviu o nome.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

WHIPLASH! - Como vocês vêem o BMU, desde sua primeira edição, e a mudança de estrutura ocorrida em 2004, com a parceria da Heavy Melody/TOPLINK ?

Torture Squad / Sem sombras de duvidas o BMU está ficando cada vez mais forte a cada edição feita, e realizar esse evento numa casa do porte do Direct TV Hall é uma grande prova que o metal hoje em dia está se profissionalizando cada vez mais aqui no Brasil!

WHIPLASH! - Como será elaborado o "set-list"? Há algo especial que possa ser adiantado?

Torture Squad / Já estamos montando um set list especial. Estamos pensando em colocar algumas musicas que não tocamos a muito tempo no set list!

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

WHIPLASH! - O BMU começou a ter sua integridade questionada desde 2004, e este ano as coisas parecem aumentar, com comunidades no Orkut (da mesma maneira que aumentam os elogios ao festival). Como vocês vêem essa enxurrada de críticas e elogios ao mesmo tempo?

Torture Squad / É inevitavél que quando alguma coisa começa a tomar proporções maiores, voce acaba abrangendo uma quantidade maior de opiniões. Não se pode agradar a todos, aí voce tem que analisar qual é a porcentagem dos prós e dos contras e então voce tem que por isso na balança e tentar melhorar mais ainda.

WHIPLASH! - Quais são os planos da banda para o resto do ano, com relação a shows e lançamento de CD's?

Torture Squad / Estamos querendo divulgar o CD e o DVD "Death ,Chaos and Torture Alive" até o fim desse ano. Já estamos trabalhando no próximo album, mas não temos ainda data de lançamento.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

WHIPLASH! - A variedade de estilos é uma característica marcante neste BMU. Qual seria sua opinião sobre tal mistura?

Torture Squad / Ótimo! Pois existem muitas bandas boas do metal brasileiro em todos os estilos e todos merecem ter o seu espaço!

WHIPLASH! - Deixe uma mensagem para os fãs que comparecerão do DirecTV para vê-los.

Torture Squad / Mais uma vez nós do Torture Squad queremos agradecer a todos vocês que votaram mais uma vez no Torture Squad para o BMU e estamos muito honrados por isso!!! Com certeza iremos dar o máximo de nós para que todos vocês saiam satisfeitos do festival!

THE TORTURE NEVER STOPS!


WIZARDS

A volta dos que nunca deveriam ter ido embora! O Wizards anunciou seu retorno às atividades no final de 2004. A banda, liderada pelo competente vocalista Christian Passos chegou a gravar um cd com outra formação, mas acabou voltando com seu "line-up" original, e agora se prepara para gravar o sucessor do aclamado "The Kingdom".

WHIPLASH! -omo foi a reação da banda ao saber que estavam escalados para o festival?

Wizards / Ficamos super felizes, pois estávamos a três anos parados e mesmo assim fomos lembrados. Vai ser uma ótima oportunidade da volta da banda a um grande palco e num festival de grande prestígio como o BMU.

WHIPLASH! - A eleição do BMU é sempre muito disputada, com bandas de vários cantos do Brasil. A que você atribui o diferencial que os colocou no cast?

Wizards / Eu acho que muita gente queria o WIZARDS de volta e quando surgiu a notícia de nosso retorno a galera se empolgou e votou.

WHIPLASH! - Como vocês vêem o BMU, desde sua primeira edição, e a mudança de estrutura ocorrida em 2004, com a parceria da Heavy Melody/TOPLINK?

Wizards / É muito legal ver que o festival cresceu, e muito, tendo uma grande importância no mercado. É assim que se preserva e incentiva as bandas e músicos de metal a darem continuidade a seus trabalhos.

WHIPLASH! - Como será elaborado o "set-list"? Há algo especial que possa ser adiantado?

Wizards / Não vamos poder inventar muito, pois não temos tempo disponível até o show, e como só agora definimos o time que vai tocar, iremos executar uma música de cada um de nossos cinco cd’s e dois "covers" consagrados.

WHIPLASH! - O BMU começou a ter sua integridade questionada desde 2004, e este ano as coisas parecem aumentar, com comunidades no Orkut (da mesma maneira que aumentam os elogios ao festival). Como vocês vêem essa enxurrada de críticas e elogios ao mesmo tempo?

Wizards / Tudo o que dá certo sofre críticas feitas muitas vezes por pessoas invejosas. O importante é que o BMU está passando credibilidade e ajudando a cena metal.

WHIPLASH! - Quais são os planos da banda para o resto do ano, com relação a shows e lançamento de CDs?

Wizards / Vamos lançar nosso novo cd este ano e gostaríamos de divulgá-lo através de shows por todo o Brasil e no exterior.

WHIPLASH! - A variedade de estilos é uma característica marcante neste BMU. Qual seria sua opinião sobre tal mistura?

Wizards / Eu acho interesssante, pois une ainda mais os estilos em prol da cena do metal. E é uma iniciativa bem legal, pois dá a todos a oportunidade de mostrarem seu trabalho.

WHIPLASH! - Deixe uma mensagem para os fãs que comparecerão ao DirecTV para vê-los.

Wizards / Espero vê-los todos lá cantando e vibrando conosco, pois daremos tudo de nós para que seja um grande show do Wizards!

Procurem aproveitar essa ótima oportunidade da melhor forma possível, tanto em prol da banda como do festival, pois tem muito cara invejoso aí torcendo contra a gente. Um abração para todos e obrigado pela colaboração!


MALEFACTOR

Outra banda que arrebentou no BMU 2004. Com sua mistura de thrash e black, a galera do Malefactor promete detonar tudo mais uma vez, com uma performance agressiva, liderados pelo possuído Lord Vlad, podemos esperar por muita porrada, e um grande evento!

WHIPLASH! - Como foi a reação da banda ao saber que estavam escalados para o festival?

Malefactor / Estávamos esperançosos, pois tínhamos em mente que fizemos um puta show na edição de 2004. Tomamos várias cervejas ao saber do resultado. Será uma nova oportunidade de mostrarmos o Malefactor com uma ótima estrutura e rever grandes amigos. E será nosso primeiro show na capital paulista com a nova formação, depois da troca de tecladistas.

WHIPLASH! - A eleição do BMU é sempre muito disputada, com bandas de vários cantos do Brasil. A que você atribui o diferencial que os colocou no "cast"?

Malefactor / Com certeza o ótimo show que fizemos na última edição e um trabalho profissional que estamos desenvolvendo, especialmente nos últimos anos, conquistando o respeito de vários metalheads pelo país.

WHIPLASH! - Como vocês vêem o BMU, desde sua primeira edição, e a mudança de estrutura ocorrida em 2004, com a parceria da Heavy Melody/TOPLINK ?

Malefactor / Acho que o Festival deu um grande salto, e dará um enorme passo com a gravação do DVD oficial. A parceria foi muito boa para ambos os lados e esperamos estar em outros shows organizados pelos produtores no futuro. Não só no Brasil Metal Union.

WHIPLASH! - Como será elaborado o "set-list"? Há algo especial que possa ser adiantado?

Malefactor / Estaremos apresentando algumas músicas que não tocamos no outro ano, além de uma música nova que estará presente no nosso MCD "Centurian". E levaremos várias surpresas para o palco. Aguardem um grande show.

WHIPLASH! - O BMU começou a ter sua integridade questionada desde 2004, e este ano as coisas parecem aumentar, com comunidades no Orkut (da mesma maneira que aumentam os elogios ao festival). Como vocês vêem essa enxurrada de críticas e elogios ao mesmo tempo?

Malefactor / Ah cara...sempre existirão invejosos com o sucesso dos outros. Eu acho engraçado que algumas bandas vêm questionar a seriedade do festival, porém, espalharam emails pelo país todo pedindo votos, deixando claro que estavam loucos pra tocar. Mas como não foram selecionados, falam mal do evento. Não temos tempo a perder com este tipo de crítica. Nosso tempo iremos gastar com ensaios e preparação para fazer valer cada centavo de quem pagar pra nos ver lá, além de ser uma resposta à altura dos que depositaram sua confiança no Malefactor.

WHIPLASH! - Quais são os planos da banda para o resto do ano, com relação a shows e lançamento de cd’s?

Malefactor / Daqui a 2, 3 meses estaremos lançando um MCD chamado "Centurian". Será nosso trabalho mais elaborado, com algumas participações especiais sendo acertadas. P Cd deverá ser vendido em bancas de revista e provavelmente faremos mais um vídeo clip, após o sucesso do clip para "Followers of the Fallen". Nosso último álbum está (finalmente) sendo negociado para sair na Europa o segundo semestre e temos planos de em breve fazer nosso primeiro dvd oficial e nossa segunda tour na Europa..

WHIPLASH! - A variedade de estilos é uma característica marcante neste BMU. Qual seria sua opinião sobre tal mistura?

Malefactor / Eu não aprecio todos os estilos presentes, mas se as pessoas estão dispostas a assistir esta variedade, não me incomoda. Estarei prestigiando as bandas que admiro e apoiando o direito de cada um curtir o que melhor lhe convém.

WHIPLASH! - Deixe uma mensagem para os fãs que comparecerão do DirecTV para vê-los.

Malefactor / Se preparaem para assistir o melhor show do Malefactor em todos os tempos. Vamos incendiar aquele local, trazer o inferno para São Paulo na forma de "riffs". Nos vemos no dia 08 de julho. STAY EVIL!


ANDRALLS

"Andralls!!! FUDEU!!!". Com o "fucking thrash metal" nas mãos, o Andralls finalmente obtém o reconhecimento merecido. Após 2 CD’s fortes e aberturas para Judas Priest e Exodus, a banda chega a seu terceiro CD com o mesmo thrash agressivo, marcante, com guitarras cortantes e riffs certeiros. Um show que tem tudo para ser decisivo na carreira já consolidada da banda:

WHIPLASH! - Como foi a reação da banda ao saber que estavam escalados para o festival?

Andralls / Ficamos felizes, já que sempre trabalhamos com seriedade para que oportunidades como esta surjam.

WHIPLASH! - A eleição do BMU é sempre muito disputada, com bandas de vários cantos do Brasil. A que você atribui o diferencial que os colocou no "cast"?

Andralls / Estarmos em um período de crescimento no cenário metal brasileiro e este convite foi recebido com muita satisfação pela Andralls.

WHIPLASH! - Como vocês vêem o BMU, desde sua primeira edição, e a mudança de estrutura ocorrida em 2004, com a parceria da Heavy Melody/TOPLINK ?

Andralls / Um grande festival que dá oportunidade a bandas nacionais para apresentarem seus trabalhos com uma estrutura adequada.

WHIPLASH! - Como será elaborado o "set-list"? Há algo especial que possa ser adiantado?

Andralls / O show ainda pertence à "Inner Trauma Tour 2005", que apresentará músicas de todos nossos álbuns.

WHIPLASH! - O BMU começou a ter sua integridade questionada desde 2004, e este ano as coisas parecem aumentar, com comunidades no Orkut (da mesma maneira que aumentam os elogios ao festival). Como vocês vêem essa enxurrada de críticas e elogios ao mesmo tempo?

Andralls / Sempre achamos as críticas construtivas importantes para o crescimento musical da banda e podemos dizer o mesmo deste festival. Não temos conhecimento de bastidores, mas confiamos que se trata de um evento realizado com seriedade.

WHIPLASH! - Quais são os planos da banda para o resto do ano, com relação a shows e lançamento de CDs?

Andralls / Temos alguns shows agendados para o Chile, Argentina e Uruguai ainda este ano e também continuaremos com a "Inner Trauma Tour 2005" em várias cidades brasileiras nas quais ainda não tivemos a oportunidade de nos apresentar.

WHIPLASH! - A variedade de estilos é uma característica marcante neste BMU. Qual seria sua opinião sobre tal mistura?

Andralls / Isso acontece em qualquer festival no mundo. É importante para que todos os bangers sintam-se satisfeitos, respeitando sempre o trabalho honesto de bandas de todos os estilos.

WHIPLASH! - Deixe uma mensagem para os fãs que comparecerão do DirecTV para vê-los.

Andralls / Garantimos muito fasthrash; um show com muita velocidade e agressividade!!! Agradeço antecipadamente a todos os presentes. Stay Fasthrash!


AVEC TRISTESSE

Depois do excelente CD "How Innocence Dies" (lançado pela Hellion Records em 2004), o Avec Tristesse passou a ser uma referência na mistura de gótico e heavy metal. Com passagens viajantes, mescladas a porradaria pura, o grupo mostra que tem mérito suficiente para encarar um festival como o BMU, além do que ratifica o fato da cena carioca ser de alto nível.

WHIPLASH! - Como foi a reação da banda ao saber que estavam escalados para o festival?

Pedro Salles / Sinceramente, ficamos um pouco céticos a princípio, mas após sabermos de toda a promoção e trabalho que o Richard tava botando no evento, ficamos super animados e dispostos a deixar qualquer orgulho de lado e participar da melhor maneira possível do show.

WHIPLASH! - A eleição do BMU é sempre muito disputada, com bandas de vários cantos do Brasil. A que você atribui o diferencial que os colocou no "cast"?

Pedro Salles / Eu juro que não sei. A úncia coisa que fizemos foi colocar um discreto anúncio no site algumas semanas antes de terminar a votação. Foi uma surpresa para nós. Esperamos conseguir retribuir para todo mundo que votou em nós com um show dinâmico e de qualidade.

WHIPLASH! - Como vocês vêem o BMU, desde sua primeira edição, e a mudança de estrutura ocorrida em 2004, com a parceria da Heavy Melody/TOPLINK ?

Pedro Salles / Confesso que estou um pouco por fora dos acontecimentos dessa parceria, mas tudo me parece bastante profissional, o que é raro em se tratando de Heavy Metal no Brasil. Eu acho que o BMU é uma oportunidade democrática para os fãs escolherem quais bandas eles querem ver. Se você for pensar bem, é uma solução muito simples e inteligente.

WHIPLASH! - Como será elaborado o "set-list"? Há algo especial que possa ser adiantado?

Pedro Salles / Como são muitas bandas para tocarem e, conseqüentemente, um tempo reduzido de apresentação por banda, vamos fazer um setlist reduzido tentando encaixar o máximo de músicas dos nossos dois discos e um cover de uma banda que todos gostam.

WHIPLASH! - O BMU começou a ter sua integridade questionada desde 2004, e este ano as coisas parecem aumentar, com comunidades no Orkut (da mesma maneira que aumentam os elogios ao festival). Como vocês vêem essa enxurrada de críticas e elogios ao mesmo tempo?

Pedro Salles / É perfeitamente normal isso ocorrer, ainda mais nesse mundo do metal e rock pesado aonde rola uma comunicação muito grande entre seus apreciadores. Acho que é muito bom ter críticas assim como elogios, porque, assim como diz o homem aranha, "grandes poderes exigem grandes responsabilidades".

WHIPLASH! - Quais são os planos da banda para o resto do ano, com relação a shows e lançamento de cd’s?

Pedro Salles / Estamos entrando em estúdio agora para gravar nosso próximo disco ainda sem título definido. Esperamos lança-lo até o final do ano e depois fazer uma turnê por todo o País. Até lá, o BMU deve ser nossa última apresentação ao vivo.

WHIPLASH! - A variedade de estilos é uma característica marcante neste BMU. Qual seria sua opinião sobre tal mistura?

Pedro Salles / Eu acho ótimo porque existem cada vez mais apreciadores de metal e rock pesado que têm um gosto mais eclético por música. Eventos como esse só ajudam a incentivar as pessoas a abrirem a cabeça (e os ouvidos) para uma gama cada vez maior de estilos dentro e fora do heavy metal.

WHIPLASH! - Deixe uma mensagem para os fãs que comparecerão no DirecTV para vê-los.

Pedro Salles / Depois eu pago o que devo a vocês (brincadeirinha). Vamos todos consumir álcool e curtir rock'n'roll!


OCULTAN

Veteranos no cenário Black Metal nacional, a galera do Ocultan finalmente é lembrada para o BMU. Um momento especial, aonde entre várias bandas um representante black metal fará sua "performance". Uma merecida homenagem a quem batalha pelo estilo, e total mérito e parabéns para a banda:

WHIPLASH! - Como foi a reação da banda ao saber que estavam escalados para o festival?

Ocultan / Ficamos muito satisfeitos em saber que o ocultan estará participando do BMU, um dos maiores eventos do metal nacional .

WHIPLASH! - A eleição do BMU é sempre muito disputada, com bandas de vários cantos do Brasil. A que você atribui o diferencial que os colocou no "cast"?

Ocultan / O ocultan já tem 11 anos de carreira e 6 álbuns lançados, ao longo de nossa carreira conquistamos vários fãs . Creio eu que este foi o principal motivo do ocultan estar no cast do bmu.

WHIPLASH! - Como vocês vêem o BMU, desde sua primeira edição, e a mudança de estrutura ocorrida em 2004, com a parceria da Heavy Melody/TOPLINK ?

Ocultan / Desde sua primeira edição o BMU mostrou ser um festival profissional e ao longo dos tempos ganhou cada vez mais prestigio da midia e publico. Isto se consolidou ainda mais após esta parceria entre Heavy Melody e TOPLINK.

WHIPLASH! - Como será elaborado o "set-list"? Há algo especial que possa ser adiantado?

Ocultan / O nosso se-list em sua maioria será composto de músicas do nosso ultimo álbum o "Profanation" ,mas tambem tocaremos algumas músicas de nossos álbuns antigos.

WHIPLASH! - O BMU começou a ter sua integridade questionada desde 2004, e este ano as coisas parecem aumentar, com comunidades no Orkut (da mesma maneira que aumentam os elogios ao festival). Como vocês vêem essa enxurrada de críticas e elogios ao mesmo tempo?

Ocultan / Em relação a pessoas que criticam o BMU, eu tenho certeza que estas são integrantes de bandas que não tem capacidade para entrar no cast do bmu ,alguns são produtores de shows com inveja ,editores de zines que dizem apoiar o metal nacional , mas não passam de pessoas que só pensam em difamar aqueles que trabalham seriamente e profissionalmente em prol o metal brasileiro ,mas estes são a minoria. Do outro lado temos a grande maioria ,aquelas pessoas que reconhecem o trabalho sério que está a frente do BMU.

WHIPLASH! - Quais são os planos da banda para o resto do ano, com relação a shows e lançamento de cd’s?

Ocultan / Estamos em negociação com alguns produtores para agendar algumas datas pelo brasil.Ainda é muito cedo para pensar em um novo lançamento , já qe fazem 4 meses que o álbum "Profanation" foi lançado.

WHIPLASH! - A variedade de estilos é uma característica marcante neste BMU. Qual seria sua opinião sobre tal mistura?

Ocultan / Eu concordo plenamente em misturar vários estilos do metal ,mas sinceramente eu não concordo com a presença de bandas de white metal em eventos junto com bandas de death metal e black metal!!

WHIPLASH! - Deixe uma mensagem para os fãs que comparecerão do DirecTV para vê-los.

Ocultan / Esperamos poder fazer uma grande apresentação ,não só para os nossos fãs, mas tambem para aquelas pessoas que ainda não tiveram a oportunidade de conhecer o nosso trabalho. AGUARDEM A PROFANAÇÃO!!!


MAD DRAGZTER

Banda revelação em 2004, o Mad Dragzter tem no BMU a grande chance de ratificar seu grande talento e a potência de seu "thrash metal". Com a maior mescla de estilos ocorrida nesta edição do festival, os paulistas têm tudo para arrebentar, aproveitando o re-lançamento de seu "debut" "Strong Mind" pela Hellion Records:

WHIPLASH! - Como foi a reação da banda ao saber que estavam escalados para o festival?

Mad Dragzter / Ficamos muito felizes!!!! Participar de um festival desse porte, que apoia 100% o metal nacional é fántastico!!! Já há alguns anos temos feito campanhas de votação e esse ano a galera votou em peso!!! Conseguimos graças a galera que tem apoiado e muito a banda!!!

WHIPLASH! - A eleição do BMU é sempre muito disputada, com bandas de vários cantos do Brasil. A que você atribui o diferencial que os colocou no "cast"?

Mad Dragzter / O novo critéio ajudou bastante as bandas de Thrash, que era um estilo que não tinha participado do BMU ainda. Sabemos que o pessoal do melódico sempre é mais votado e a produção do evento esse ano deu a oportunidade para outros estilos. Com certeza isso faz com que o festival fique mais interessante, assim como são os festivais europeus, unindo todos os estilos do metal.

WHIPLASH! - Como vocês vêem o BMU, desde sua primeira edição, e a mudança de estrutura ocorrida em 2004, com a parceria da Heavy Melody/TOPLINK ?

Mad Dragzter / O evento creceu muito. Lembro que quando estávamos lançando nossa demo "New Times" no final de 2001 estava rolando o BMU na Ledslay, se não me engano era a segunda edição. De lá para cá o evento cresceu muito em estrutura, mídia, profissionalismo. Esse ano foram mais de 1000 bandas concorrendo. Impressionante!!!!

WHIPLASH! - Como será elaborado o "set-list"? Há algo especial que possa ser adiantado?

Mad Dragzter / Faremos o set baseado no "Strong Mind" e tocaremos também duas músicas novas que estarão no disco novo que sai esse ano ainda. E possivelmente tocaremos um cover surpresa para incendiar ainda mais a galera!!!

WHIPLASH! - O BMU começou a ter sua integridade questionada desde 2004, e este ano as coisas parecem aumentar, com comunidades no Orkut (da mesma maneira que aumentam os elogios ao festival). Como vocês vêem essa enxurrada de críticas e elogios ao mesmo tempo?

Mad Dragzter / Acho difícil algo ou alguém que agrade a todos. É impossível. E com o BMU acontece a mesma coisa.Sempre vai ter nego que vai falar mal. Tem que saber filtrar as coisas e aproveitar as críticas construtivas. E para evitar qualquer tipo de questionamento ser o mais transparente possível.

WHIPLASH! - Quais são os planos da banda para o resto do ano, com relação a shows e lançamento de cd’s?

Mad Dragzter / Vamos dar uma parada nos shows até o lançamento do cd novo, que deve sair até o final do ano!!! Estamos muito animados com o material novo!! Esta realmente matador. Após o lançamento do cd vamos fazer uma tour grande passando pelo Brasil inteiro e outros países. Tem muitos lugares que queremos tocar, onde o pessoal conhece a banda, tem o "Strong Mind".

WHIPLASH! - A variedade de estilos é uma característica marcante neste BMU. Qual seria sua opinião sobre tal mistura?

Mad Dragzter / Acho ótimo. Eu particularmente gosto de boa música, de Rock'n'roll a Death Metal, passando por todos os estilos do metal.Como eu falei antes, temos que pegar como exemplo os grandes festivais europeus onde tocam bandas de tudo quanto é estilo!!

WHIPLASH! - Deixe uma mensagem para os fãs que comparecerão do DirecTV para vê-los.

Mad Dragzter / Galera vamos lotar o Directv no BMU!!!Obrigado a todos que votaram no Mad Dragzter e que vão comparecer vestindo sua camiseta da banda no dia do show.Cada vez mais a galera tem apoiado as bandas nacionais!!!! Para os que não conhecem a banda ainda visitem nosso site: www.maddragzter.com.br. Temos 5 mp3 e um "clip" disponível para download lá.THRASH OR BE THRASHED!!!


HARLLEQUIN

Uma surpresa. O que virá escondido na salada do Harllequin? Um projeto formado por membros do Khallice, Dark Avenger e Abhorrent, terá a chance de abrir uma das datas do BMU. Um momento de grande responsabilidade, mas a galera tem tarimba e competência para mandar brasa, e literalmente destruir o local:

WHIPLASH! - Como foi a reação da banda ao saber que estavam escalados para o festival?

Harllequin / Dentes trincados, espuma na boca e muita vibração! (risos). A honra e satisfação de participar do maior festival de metal underground brasileiro é enorme. Subir no palco do DirecTV Music Hall, casa que já levou grandes nomes da nossa musica como Djavan, Gal Costa, João Bosco, Ed Motta, etc e tocar para um publico totalmente metal é unico. Fora a estutura de primeiro mundo, desde as dimensões do palco, qualidade de som, iluminação, espaço para o publico e, principalmente, NOSSO publico lá dentro. Não existe nada parecido no país.

WHIPLASH! - A eleição do BMU é sempre muito disputada, com bandas de vários cantos do Brasil. A que você atribui o diferencial que os colocou no "cast"?

Harllequin / Sem mistérios, vendemos nossas almas para o diabo!(risos). Apesar de ainda não termos material lançado na praça, todos os membros do HARLLEQUIN, que nasceu no final de 2004, vêm de outras bandas com projeção no underground, como Dark Avenger, Abhorrent e Khallice. Acredito que isso tenha nos dado credibilidade suficiente para os organizadores nos convidarem a inaugurar o 2o dia de festival. As bandas de abertura não necessariamente são bandas que estão fortes na cena (vide Mind Flow ano passado que estava gravando seu "debut" quando tocaram no BMU), e sim grandes promessas. Gravamos um CD promocional em março com 3 faixas buscando gravadoras/shows e enviamos o material à Heavy Melody, daí surgindo o interesse e convite. Somos muito gratos à oportunidade dada.

WHIPLASH! - Como vocês vêem o BMU, desde sua primeira edição, e a mudança de estrutura ocorrida em 2004, com a parceria da Heavy Melody/TOPLINK ?

Harllequin / Acredito que a grande virada foi a mudança do local do festival, que antes era feito em casas com estruturas mais modestas e, desde 2004, passou a ser numa casa de show de primeira linha, onde comporta artistas de nivel internacional. Fora isso, é evidente a presença de uma midia muito mais forte em torno da divulgação do BMU. Já achava uma grande sacada esse lance do "compra ingresso, leva CD" e agora temos também o registro do festival em DVD.

WHIPLASH! - Como será elaborado o "set-list"? Há algo especial que possa ser adiantado?

Harllequin / Temos cerca de 90% do album "THE BUNCH OF HARLLEQUIN" composto e, dentro dos 40 minutos de furia, vamos fazer 7 musicas próprias. Estamos preparando também um cover mais do que especial, na verdade uma homenagem à um dos maiores icones do metal mundial. Alguem aí conhece um disco chamado Cowboys from Hell? (risos). Não vamos revelar o nome da musica pra não estragar a surpresa, só podemos adiantar que não sobrará pedra sobre pedra do Directv Hall, ou seja, vamos deixar o lugar completamente "destruido" (dica) após o show! (risos).

WHIPLASH! - O BMU começou a ter sua integridade questionada desde 2004, e este ano as coisas parecem aumentar, com comunidades no Orkut (da mesma maneira que aumentam os elogios ao festival). Como vocês vêem essa enxurrada de críticas e elogios ao mesmo tempo?

Harllequin / É aquela velha historia, não se pode agradar à gregos e troianos. No dia que essa galera que sempre resmunga amadurecer e se der conta da vitória e importancia que é um evento de dois dias com as dimensões do BMU, acho que a encheção de saco cessa. Claro que não falo das criticas construtivas que servem de incentivo aos organizadores sempre buscarem crescer à cada edição, isso é valido e muito bem-vindo. Mas dizer que banda x entrou porque gravadora y pagou, ou banda z tem o contato w... ah, faça-me o favor! Felizmente isso é minoria perto da quantidade de elogios ao festival, basta esperarmos menos de 1 mês para vermos mais de 6.000 pessoas rodando a cabeça e trocando energia com as bandas do cast, é muito foda! Estamos convictos de que o BMU 2005 já deu certo! E para os que estão torcendo o nariz agora, vamos fazer diferente dessa vez, o HARLLEQUIN os convida a celebrar a vida conosco, numa noite de muito heavy metal e curtição!!!

WHIPLASH! - Quais são os planos da banda para o resto do ano, com relação a shows e lançamento de cd’s?

Harllequin / Como disse anteriormente, temos nosso debut "THE BUNCH OF HARLLEQUIN" praticamente pronto e estamos no momento analisando propostas de gravadoras. O mercado já é bastante cruél com bandas de heavy metal, quem dirá bandas novas de heavy metal! rs Acredito que o BMU abrirá várias portas para o HARLLEQUIN no que diz respeito à oportunidades, tendo em vista que o festival não dura apenas os 2 dias programados, e sim vários meses de midia, comentários do publico, amigo que empresta CD/DVD pro outro e por aí vai. Uma puta divulgação para o nosso trabalho. Estamos colocando nossos corações nisso e acredito que cedo ou tarde alguem vai atender nossas necessidades, basta um pouco de boa vontade e fé no som da banda. E som nós temos, muito!! rs Em relação à shows, final de Junho vamos realizar um pocket-show numa festa já tradicional aqui em Brasilia, a Marreco's Fest. Estamos abertos à convites, quem tiver interesse em contratar a banda manda um email para [email protected] e [email protected] Vale falar também do nosso site http://www.harllequin.com.br que está em fase de construção, mas disponibilizamos a musica King of the Dead (parte do nosso CD promocional), para download no link http://www.harllequin.com.br/king_of_the_dead_256.mp3 para aqueles que quiserem sentir um gostinho do nosso som.

WHIPLASH! - A variedade de estilos é uma característica marcante neste BMU. Qual seria sua opinião sobre tal mistura?

Harllequin / Tendo em vista que o próprio HARLLEQUIN já é uma grande salada de frutas no que diz respeito ao som, sou completamente simpatico à tal mistura. O nome Brasil Metal Union fala por sí só, afinal, o metal tem varias vertentes e essa edição está bem servida delas. Quem quiser assistir metal melodico vai ter Burning Hell (puta banda!!), Wizards, Dragonheart... já um heavy metal tradicional, temos o Dark Avenger e Eterna... som pesado também tá bem representado com Torture Squad, Malefector, Ocultan... etc etc. E quem quiser isso tudo, do thrash ao progressivo, do erudito ao tradicional, vai ter o HARLLEQUIN! (risos)

WHIPLASH! - Deixe uma mensagem para os fãs que comparecerão do DirecTV para vê-los.

Harllequin / Você da old school que escutou muito Forbidden, Testament, Coroner, Slayer, etc pega aquela sua calça jeans surrada, bota uma jaqueta do Exodus e aparece dia 09/Julho no Directv Hall pra botar aquele lugar abaixo conosco! Você que, apesar de mais jovem, tem o metal pulsando na veia e se identifica com isso tudo, pinta lá também pra se divertir com o HARLLEQUIN e resgatar todo aquele espirito anos 80! Gostariamos também de agradecer à Whiplash pelo espaço cedido e à todos na Heavy Melody/Toplink pela iniciativa, esse festival é algo que todo banger brasileiro devia se orgulhar.


BURNING IN HELL

Power Metal!!!! Os gaúchos do Burning in Hell contam com um cd lançado e alguns shows pelo interior do pais, com boa repercussão. De certo a lembrança de que o metal ainda é um estilo vivo e forte, e shows como esse ajudam a aporrinhar aqueles que insistem em dizer que o heavy metal está morto:

WHIPLASH! - Como foi a reação da banda ao saber que estavam escalados para o festival?

Burning In Hell / Foi a melhor possível. Esse festival é algo único no Brasil e para nós é melhor ainda pois é a primeira vez que tocaremos em SP e será uma ótima oportunidade de mostrar nosso show num evento de qualidade e isso faz muita diferença.

WHIPLASH! - A eleição do BMU é sempre muito disputada, com bandas de vários cantos do Brasil. A que você atribui o diferencial que os colocou no "cast"?

Burning In Hell / O que eu posso falar... Bom, temos muitos fãs da banda que devem estar contente com o trabalho que estamos realizando. Tocamos muito pelo sul do país, realizamos tour de workshops com músicos do Angra e o disco está sendo muito bem aceito no Brasil e Japão. A gente sempre trabalhou da forma mais profissional possível pois sabemos que o mercado é super competitivo. Uma votação dessas demonstra que todo o esforço que você tem vale a pena.

WHIPLASH! - Como vocês vêem o BMU, desde sua primeira edição, e a mudança de estrutura ocorrida em 2004, com a parceria da Heavy Melody/TOPLINK ?

Burning In Hell / Acho que o BMU é como uma banda. Você começa pequeno, tem um longo caminho a percorrer, aprende com os erros, busca informações para se aprimorar e trabalha muito. O que conta aí também é a vontade de crescer, de não se acomodar e querer sempre mais. O que aconteceu com a Top Link seria o mesmo que uma banda conseguir uma grande gravadora. É o reconhecimento de um trabalho bem feito.

WHIPLASH! - Como será elaborado o "set-list"? Há algo especial que possa ser adiantado?

Burning In Hell / Estaremos apresentando músicas do álbum Burning in Hell, uma música nova que estará no segundo disco da banda há ser lançado ainda este ano e um cover surpresa!! Mas esperem para ver muita energia no palco.

WHIPLASH! - O BMU começou a ter sua integridade questionada desde 2004, e este ano as coisas parecem aumentar, com comunidades no Orkut (da mesma maneira que aumentam os elogios ao festival). Como vocês vêem essa enxurrada de críticas e elogios ao mesmo tempo?

Burning In Hell / Isso é normal. Se você começa a se destacar aumentam o número de pessoas que te conhecem e consequentemente críticas e elogios aparecem. Isso acontece com todo mundo. Seja médico, advogado, músico ou, no caso, um grande evento. Acho que nunca você vai agradar à todos mas acho muito válido no Brasil pessoas que tenham atitude de fazer algo e ainda mais desse porte.

WHIPLASH! - Quais são os planos da banda para o resto do ano, com relação a shows e lançamento de cd’s?

Burning In Hell / A banda está preparando uma série de shows para o lançamento do segundo disco que será lançado este ano. Também esta sendo estudado a possibilidade de uma turnê de workshops dos músicos da banda junto ao pessoal do Sepultura e Angra assim como já ocorreu este ano. Esse novo disco terá uma produção bem superior ao primeiro com provável mixagem e masterização na Alemanha. A banda ainda está sendo cotada para uma tour em terras nipônicas.

WHIPLASH! - A variedade de estilos é uma característica marcante neste BMU. Qual seria sua opinião sobre tal mistura?

Burning In Hell / Acho super legal pois mostra a riqueza do metal no nosso país. E muitas vezes essa mistura faz com que públicos de outros estilos acabem conhecendo a sua banda tendo uma projeção bem maior. Já tocamos com bandas de diversos estilos como punk, black metal, death metal e sempre foi super legal pois a banda tem uma postura muito metal o que agrada à fãs de diversos estilos.

WHIPLASH! - Deixe uma mensagem para os fãs que comparecerão do DirecTV para vê-los.

Burning In Hell / Quero desde já agradecer o apoio de todos e conto com vocês para por abaixo o DirecTV pois em cima do palco a gente não vai parar nenhum segundo com músicas bem rápidas, pesadas e melódicas e tenho certeza que a galera também não irá parar pois isso é o metal.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Andre Matos: Fotos raras e inéditas, fazendo cosplay de Detonator

Ultimate Classic Rock: os 100 maiores clássicos do rock

Supergrupos: Os melhores e piores na opinião da Metal Hammer