Iron Maiden: 8 covers comentados e comparados com os originais

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Adriano Ribeiro, Fonte: The Iron Maiden Comments, Tradução
Enviar Correções  

O IRON MAIDEN sempre gravou músicas de outras bandas, às vezes sendo o mais fiel possível às versões originais; outras vezes criando sua própria versão, seja na música, seja na letra. Abaixo, 8 desses covers comentados e comparados com os originais. Outros covers gravados pela banda serão comentados em breve, em uma segunda parte desta matéria.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

All in Your Mind

"All in Your Mind" foi originalmente gravada pela banda britânica STRAY em 1970, para o álbum auto-intitulado de estréia. A versão original é bem diferente da versão do Maiden, essencialmente nas harmonias vocais em várias partes dos versos e em harmônicos ligeiramente diferentes na abertura. Steve Harris era um grande fã do Stray e costumava frequentar seus shows regularmente. "Blanckenheimer" (cujo nome verdadeiro era Gerald Blankensee), que é mencionado na letra, era um velho amigo de escola do pessoal do STRAY e mais tarde tornou-se o primeiro roadie da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A canção parece transmitir a idéia um tanto cínica que tudo é imaginário – amor, política e até mesmo Mao Tse Tung! Musicalmente, tem o ritmo de condução e as guitarras pesadas que tipificaram os álbuns de rock do início dos anos 70, talvez um pouco à frente do seu tempo, mas certamente não é notável pelos padrões do Iron Maiden. Ainda assim, é uma música interessante para um lado-b.

Versão Original: Stray - Stray (1970)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Single: Holy Smoke (1990)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Doctor Doctor

"Doctor Doctor" foi gravada no álbum "Phenomenon", lançado pelo UFO em 1974. Realmente é uma grande música mas, como a maioria das músicas excelentes, é extremamente difícil descrever por que é tão boa. Sua letra traz um misto de tristeza e perda, ao mesmo tempo em que a música tem uma condução rápida e com alto nível de energia. A única coisa que realmente falta aqui é um solo de guitarra.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Versão Original: UFO - Phenomenon (1974)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Single: Lord of the Flies (1995)

Kill Me (Ce Soir)

"Kill Me (Ce Soir)" foi originalmente gravada pela banda "GOLDEN EARRING" no álbum "Switch", lançado em 1975. É muito difícil dizer sobre a mensagem que a música deseja transmitir, ainda que aparentemente se refira ao assassinato de um político. Também poderia ser sobre o assassinato de uma estrela do rock, embora não deixe claro quem. Musicalmente é bastante diferente das músicas do Iron Maiden, e é um pouco surpreendente que o Maiden decidiu gravá-la, apesar de que é bem conhecido que Steve era um fã da banda.

Versão Original: Golden Earring - Switch (1975)

Single: Holy Smoke (1990)

My Generation

"My Generation", escrita por Pete Townshend, foi originalmente gravada no álbum de estréia do THE WHO, lançado em 1965. É um hino de rock que está cheio de angústia adolescente e foi talvez um pouco a frente do seu tempo. A razão porque o Iron Maiden – ou mais precisamente, Steve Harris – decidiu gravar essa música parece óbvia: o trabalho no baixo é absolutamente gigantesco e Steve faz o seu melhor para prestar homenagem ao baixista John Entwistle.

Versão Original: The Who - Sings My Generation (1965)

Single: Lord of the Flies (1995)

Rainbow's Gold

"Rainbow's Gold" foi originalmente gravada como "A Rainbow´s Gold" por uma banda de rock progressivo de Newcastle chamada BECKETT, que em 1974 lançou seu primeiro e único álbum, auto-intitulado. Os caras do Beckett eram amigos dos caras do Maiden mas não eram bem sucedidos. A música em si é liricamente bastante surreal, com uma conexão interessante com a letra de "Hallowed Be Thy Name":

"And your bird she's singing
Catch your soul, he's willing to fly away"

- Rainbow's Gold

"And though the end is near I'm not sorry
Catch my soul, it's willing to fly away"

- Hallowed Be Thy Name

Obviamente Steve gostou da frase o suficiente para pegar emprestada, o que é bom, porque ela ajudou a criar, possivelmente, a melhor música de todos os tempos. Por conta própria no entanto, "A Rainbow's Gold" é apenas uma canção mediana.

Versão Original: Beckett - Beckett (1974)

Single: 2 Minutes to Midnight (1984)

Roll Over Vic Vella

Esta música, originalmente intitulada como "Roll Over Beethoven", foi lançada pelo lendário CHUCK BERRY. A versão do Iron Maiden é muito estranha - abre-se com pouco mais de um minuto de diálogo, dando a mesma sensação registrada em "Mission From 'Arry". A música em si tem letra (escrita por Steve Harris) completamente diferente da original e também tem mais diálogos misturados em várias partes da canção. Toda a letra gira em torno de uma conversa entre Steve Harris e Vic sobre um roadie que acabou preso, literalmente, em um buraco de merda. Essa conversa é difícil de entender, principalmente para aqueles que não estão familiarizados com o inglês, não apenas por causa do sotaque acentuado, mas também porque Vic fala principalmente enquanto mastiga fritas!

Versão Original: Chuck Berry - Roll Over Beethoven compacto 7" (1958)

Single: From Here to Eternity (1992)

That Girl

"That Girl" é uma canção de amor em estilo tradicional, co-escrita por Andy Barnett, que foi um dos colegas de banda de Adrian Smith no URCHIN e que também colaborou com Adrian no ASAP (Adrian Smith And Project). Foi completamente gravada por Adrian e Nicko (com Bruce nos vocais), porque, como diz Nicko, aparentemente, Steve e Dave não queriam aprender a música. É uma boa canção para um lado B e ainda tem um solo de guitarra decente e bastante descontraído.

Versão Original: FM - Indiscreet (1986)

Single: Stranger in A Strange Land (1986)




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Massacration: saiba quem é o baterista que tocava de verdadeMassacration
Saiba quem é o baterista que tocava "de verdade"

Separados no nascimento: Paul McCartney e Kiko do ChavesSeparados no nascimento
Paul McCartney e Kiko do Chaves


Sobre Adriano Ribeiro

Adriano Ribeiro é fã xiita do Iron Maiden, daqueles que não perdoa até hoje Bruce e Adrian por terem saído da banda - e não importa se voltaram. Nas horas vagas, tem como hobby conhecer seus ídolos na música, conseguindo com eles fotos e autógrafos.

Mais matérias de Adriano Ribeiro no Whiplash.Net.

Cli336 Goo336 Goo728 Cli336 Goo336 Goo336 Cli336 GooAdHor