Cerveja: os efeitos sobre a performance de uma banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: Gogojob
Enviar correções  |  Comentários  | 

Se você acha que pode "encher a cara" e sair tocando, saiba que não é bem assim.

5000 acessosGaleria de fotos: 13 motivos para gostar de Rock N Roll5000 acessosKiss: 15 bandas que abriram shows deles e se tornaram famosos

Para demonstrar isso, a banda britânica MOONES gravou um vídeo que já passou de um milhão de execuções no Youtube. O vídeo, de cerca de 77 minutos, gravado a partir de vários ângulos e com a banda em diferentes estados alcoólicos, mostra a mesma música, "Better Energy", continuamente. A ideia é habilitar os controles que permitem escolher cada um dos quatro ângulos disponíveis e a quantidade de "brejas" ingerida pelos componentes da banda.

Da música original, sob a marca "No Beers", pouco pode ser reconhecido sob as marcas de 60 e 80 cervejas, quando chamar de "sofrível" a execução soaria como um baita de um elogio.

Mesmo não apreciando o estilo da banda, vale a pena dar uma olhada no vídeo. Não esqueça de usar os controles. E, se possível, tomar uma boa gelada.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Drogas e Álcool"

João GordoJoão Gordo
"Nunca vi alguém cheirar tanto como Kurt Cobain"

Guns N RosesGuns N' Roses
Steven Adler: "Queria ser um Rockstar desde os treze anos!"

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Tecnofobia, álcool, drogas e Black Sabbath

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Cerveja"0 acessosTodas as matérias sobre "Drogas e Álcool"0 acessosTodas as matérias sobre "Moones"


Galeria de fotosGaleria de fotos
13 motivos para gostar de Rock N Roll

KissKiss
15 bandas que abriram shows deles e se tornaram famosos

TúmulosTúmulos
Alguns dos jazigos mais famosos nos EUA

5000 acessosNick Jonas: ele tentou fazer um solo e virou um meme de Internet5000 acessosRock e metal: o outro lado das capas de discos5000 acessosPilares: O início do Heavy Metal em 19694415 acessosMegadeth: Mustaine explica um dos motivos da saída de Marty Friedman5000 acessosEric Clapton: Guitarrista está colocando suas guitarras à venda5000 acessosDream Theater: 5 momentos em que a banda não foi ela mesma

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 28 de agosto de 2016


Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online