Shapeshifting: o novo álbum de Joe Satriani

Resenha - Shapeshifting - Joe Satriani

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Renan Darski Silva
Enviar Correções  

Como se estivesse em início de carreira, Joe Satriani mantêm a média de um álbum novo a cada dois anos. O ex-professor de Kirk Hammett e Steve Vai, nos 46 minutos de Shapeshifting, não nos mostra um mais do mesmo. Algumas coisas do passado, claro, inspiram certas músicas. Não há como não associar alguns segundos da base de "Nineteen Eighty" à "Surfing Wiht The Alien" (álbum homônimo/1987), a acústica "Yesterday's Yesterday" à "Rubinas's Blue Sky Happiness" (The Extremist/1992) e "Spirits, Ghosts And Outlaws" à "Devil's Slide" (Engines of Creation/2000). Mas essas semelhanças todas soam muito mais como um aprimoramento do que falta de criatividade. Tal aprimoramento tornou possível uma obra coesa e sem gratuidades na ordem das músicas, na escolha dos timbres, dos arranjos e da mixagem. É um álbum para ouvir na íntegra, de preferência sem muitos intervalos, pois é nítida a construção de um fluxo (diferente de uma lista de músicas que apenas estavam prontas).

Greta Van Fleet: Joe Satriani diz que banda novata não é cópia do Led Zeppelin

Saúde: mais de 60% dos músicos sofrem de problemas mentais

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Depois de ouvi-lo na íntegra, podemos dividir "Shapeshifting" em três grupos:

Um com "Big Distortion", "Nineteen Eighty", "Spirits, Ghosts And Outlaws" e "Perfect Dust". Destaque para "Nineteen Eighty", que teve clipe dirigido pelo filho (ZZ Satriani) e "Big Distortion", que segundo o próprio Satriani, foi muito fácil de compor, sem escolha dessa ou daquela guitarra, desse ou daquele pedal. Muito inspirada, com um fraseado que, por segundos, flerta com "Bad Romance" de Lady Gaga, "Big Distortion" é uma das melhores músicas dos últimos 20 anos... compostas por Satriani, claro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Noutro grupo, temos "Teardrop" liderando. Dona da melhor mixagem e do melhor arranjo, é música para ouvir de fone de ouvido. Ela te traz algo novo a cada escuta. Os instrumentos surgem nos canais com timbres minuciosamente captados. A bateria de "Kenny Aronoff" (John Fogerty, Chickenfoot) é perfeita. Ao lado de "Teardrop" estão "Falling Stars", "All For Love" e a primeira, "Shapeshifting". Falando na primeira música, suas mudanças de rumo são pedagógicas: nela, Satriani nos ensina o teor do álbum. Nos ensina que dali pra frente a guitarra irá sim silenciar antes do fim de algum compasso ou que um teclado irá terminar as coisas de forma inusitada. Ótima música de abertura, lembrando muito o papel de "Oriental Melody" em Strange Beautiful Music (2002).

No grupo das mais experimentais, estão "All My Friends Are Here", "Waiting", "Here The Blue River", "Yesterday's Yesterday" e "Ali Farka, Dick Dale, an Alien And Me". As mais fracas ou as que levam mais tempo para o ouvido se acostumar. Tirando "Yesterday's Yesterday", que cumpre perfeitamente seu papel de encerrar as coisas, e "Waiting", que te faz ver um filme em segundos, as outras só estão onde estão porque funcionam no pacote.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como resumir "Shapeshifting"? É um disco para ouvir inteiro. Satriani compõe álbuns inteiros assim como o Pearl Jam, que lançou "Gigaton" esse ano também. Eddie Vader disse: "Não que todos tenham que ouvir tudo, mas ainda fazemos assim caso alguém queira escutar dessa forma (...) Também é como um show: montamos a ordem das músicas para ter um fluxo e uma energia. Uma canção passa a tocha para a outra".

Pensando na discografia de Satriani, com o que se parece "Shapeshifting"? Junto de "What Happens Next" (2018), "Shapeshifting" é o ápice, em termos de atmosfera, do que começou em "Strange Beautiful Music" (2003), criou corpo em "Unstoppable Momentum" (2013) e quase ficou pronto em "Shockwave Supernova" (2015).

Ficha Técnica
Álbum: Shapeshifting
Artista: Joe Satriani
Data de lançamento: 10 de abril de 2020

Faixas
01. "Shapeshifting" - 03:55
02. "Big Distortion" - 04:15
03. "All For Love" - 02:34
04. "Ali Farka, Dick Dale, an Alien And Me" - 03:42
05. "Teardrops" - 04:11
06. "Perfect Dust" - 03:31
07. "Nineteen Eighty" - 03:40
08. "All My Friends Are Here" - 03:24
09. "Spirits, Ghosts And Outlaws" - 03:24
10. "Falling Stars" - 03:44
11. "Waiting" - 02:40
12. "Here The Blue River" - 05:04
13. "Yesterday's Yesterday" - 02:48

Duração total: 46:52

Formação:
Joe Satriani - Guitarras elétricas, violão, banjo, assovios, palmas
Chris Chaney - Baixo elétrico, Guitarra rítmica adicional (faixa 10)
Eric Caudieux - Teclados, percussão, assovios, palmas
"Kenny Aronoff" - Baterias
Lisa Coleman - Piano (Faixas 11 e 13)
Christopher Guest - Mandolin (Faixa 13)
Jim Scott - percussão, assovios, palmas
Neil Baldock – Palmas

Produzido por Jim Scott e Joe Satriani
Gravado e Mixado por Jim Scott e PLYRZ Recording Studio Valencia, CA
Todas as músicas escritas por Joe Satriani

Mais informações:
http://www.satriani.com/discography/Shapeshifting/

Citação sobre Pearl Jam:

Pearl Jam: por que Gigaton demorou anos para ficar pronto, segundo VedderPearl Jam
Por que Gigaton demorou anos para ficar pronto, segundo Vedder




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Greta Van Fleet: Joe Satriani diz que banda novata não é cópia do Led ZeppelinGreta Van Fleet
Joe Satriani diz que banda novata não é cópia do Led Zeppelin

Joe Satriani: guitarrista revela qual o pior álbum que já gravou e o melhor da historiaJoe Satriani
Guitarrista revela qual o pior álbum que já gravou e o melhor da historia


Dragonforce: Herman Li elege seus cinco riffs favoritosDragonforce
Herman Li elege seus cinco riffs favoritos

Joe Satriani: guitarrista revela qual o pior álbum que já gravou e o melhor da historiaJoe Satriani
Guitarrista revela qual o pior álbum que já gravou e o melhor da historia


Saúde: mais de 60% dos músicos sofrem de problemas mentaisSaúde
Mais de 60% dos músicos sofrem de problemas mentais

Metal: 101 motivos para perceber que você ouve há muito tempoMetal
101 motivos para perceber que você ouve há muito tempo


Sobre Renan Darski Silva

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280