Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSentado em cadeira de rodas, Paul Di'Anno faz primeiro show em sete anos

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemAndre Matos sempre foi de esquerda e reprovaria governo atual, diz irmão do maestro

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemSyd Barrett em 1967 analisando os principais singles lançados em julho

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemDaniel Cavanagh, do Anathema, sobrevive a tentativa de suicídio

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemComo CDs e MP3s decepcionaram Jimmy Page

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"


Stamp

Angel Witch: em novo álbum, mantendo vivo o legado da NWOBHM

Resenha - Angel of Light - Angel Witch

Por Ricardo Seelig
Em 10/02/20

publicidade

Entre todas as dezenas de ótimas banda que a New Wave of British Heavy Metal deu ao mundo, provavelmente a mais cultuada desde sempre seja o Angel Witch. Excluindo gigantes como Iron Maiden e Saxon, o quarteto londrino é o que mais acelera o coração de fãs do clássico metal britânico quando surgem notícias sobre um novo material. Motivos para isso podem ser encontrados na soma entre a pouca produção de músicas novas – em mais de quarenta anos de estrada a banda possui apenas cinco discos – com a qualidade intrínseca de todos esses trabalhos.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Angel of Light" é o mais recente álbum da banda, foi lançado em novembro de 2019 na Europa e ganhou edição nacional pela Hellion Records, que vem acondicionada em um bonito slipcase. Aqui o líder Kevin Heybourne (vocal e guitarra) está acompanhado por Jimmy Martin (guitarra), Will Palmer (baixo) e Fredrik Jansson (bateria) naquele que é o primeiro disco do grupo em sete anos, desde "As Above, So Below" (2012). O CD apresenta oito músicas inéditas em pouco mais de 47 minutos.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

A proposta do Angel Witch passa longe de inovações e novas tendências do som pesado. O objetivo da banda é manter vivo o riquíssimo legado do metal inglês, e o quarteto alcança essa meta com eficiência. O som não soa ultrapassado mas sim atualizado para uma nova geração de fãs, sem abrir mão de nenhuma característica de sua identidade. Ou seja: temos melodias em profusão, refrãos fortes, solos e harmonias inspiradas de guitarra e aquele som que remete ao lado mais tradicional do heavy metal.

Destaque para a puramente NWOBHM "Don’t Turn Your Back", a empolgante "Death from Andromeda", "Window of Despair" e para a épica faixa que batiza o disco.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Fonte:
http://www.collectorsroom.com.br/2020/02/review-angel-witch-angel-of-light-2019.html

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig.