Matérias Mais Lidas

Iced Earth: Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de voltaIced Earth
Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de volta

Iced Earth: fotos mostram Jon Schaffer segurando spray de urso no CapitólioIced Earth
Fotos mostram Jon Schaffer segurando spray de urso no Capitólio

Iced Earth: Jon Schaffer se entrega e é preso por estar em invasão ao CapitólioIced Earth
Jon Schaffer se entrega e é preso por estar em invasão ao Capitólio

Iced Earth: veja as seis acusações que Jon Schaffer enfrenta por invadir CapitólioIced Earth
Veja as seis acusações que Jon Schaffer enfrenta por invadir Capitólio

Phil Spector: Produtor, que estava preso por assassinato, morre de COVID-19Phil Spector
Produtor, que estava preso por assassinato, morre de COVID-19

Inesquecíveis: 50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de modaInesquecíveis
50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de moda

Iron Maiden: debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgiaIron Maiden
Debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgia

Nirvana: Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.Nirvana
Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.

Metallica: Uma versão de Battery que todo headbanger sempre quis ouvirMetallica
Uma versão de "Battery" que todo headbanger sempre quis ouvir

Rodolfo Abrantes: O sonho da minha mãe era eu voltar aos RaimundosRodolfo Abrantes
"O sonho da minha mãe era eu voltar aos Raimundos"

Paul Stanley: não consegue cantar Kiss e se arrisca no R&B? Saiba a resposta delePaul Stanley
Não consegue cantar Kiss e se arrisca no R&B? Saiba a resposta dele

Guns N' Roses: guitarrista ex-Black Crowes recusou entrar para a banda por duas vezesGuns N' Roses
Guitarrista ex-Black Crowes recusou entrar para a banda por duas vezes

Classic Rock: As 100 maiores músicas do século... até agora!Classic Rock
As 100 maiores músicas do século... até agora!

Metallica: há 20 anos, o grande Jason Newsted deixava a bandaMetallica
Há 20 anos, o grande Jason Newsted deixava a banda

Buckethead: guitarrista explica por que usa máscara e balde na cabeçaBuckethead
Guitarrista explica por que usa máscara e balde na cabeça


Matérias Recomendadas

Zakk Wylde e Dave Grohl: A treta por causa de canções para OzzyZakk Wylde e Dave Grohl
A treta por causa de canções para Ozzy

Deep Purple: O relacionamento de Gillan com Ritchie, Satriani, Coverdale e HughesDeep Purple
O relacionamento de Gillan com Ritchie, Satriani, Coverdale e Hughes

Anette Olzon: ex-vocal do Nightwish trabalha como enfermeira de segunda a sextaAnette Olzon
Ex-vocal do Nightwish trabalha como enfermeira de segunda a sexta

Slayer: cronologia de Hanneman, da picada da aranha até a morteSlayer
Cronologia de Hanneman, da picada da aranha até a morte

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1987Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1987

Tunecore
Stamp

Carcass: Perversidade e um tipo de beleza desfigurada

Resenha - Heatwork - Carcass

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Cunha
Enviar Correções  

publicidade

10

Fundada na segunda metade dos anos 80, em Liverpool – cidade conhecida por ser a terra natal dos Beatles – a banda era adepta de um estilo ultra-brutal e por isso são considerados um dos pais do chamado "Goregrind", uma linha que mescla Death Metal com Grindcore e, cujas bandas adotam uma temática "gore", ou seja, letras que falam explicitamente de doença e de violência. No entanto, eles abandonaram completamente essa forma de fazer música e, a partir daí, criaram um som inovador dentro de uma vertente absolutamente radical.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Necroticism - Descanting the Insalubrious (1991) é o disco que assinala essa mudança, mas foi no álbum seguinte que a banda meteu o pé na jaca.

Heartwork é um apanhado de dez músicas executadas em pouco menos de quarenta e dois minutos e é considerado por muitos como o melhor trabalho da banda, bem como um dos melhores álbuns do gênero. Os responsáveis diretos pela mudança de orientação foram os guitarristas Bill Steer (Napalm Death) e Michael Amott (Arch Enemy), que escreveram quase todo o material em questão. Na bateria, Ken Owen (bateria) e Jeff Walker (vocal/baixo) completam a banda.

Ao contrário dos anteriores, neste disco, o foco não era tocar à velocidade da luz, mas criar melodias marcantes e desafiadoras. Em 1) Buried Dreams, a narrativa é sobre o processo criativo do álbum. 2) Carnal Forge, é pesada apesar da tentativa de fazer algo com mais apelo ao emocional. 3) No Love Lost, é mais um tema em que exploram a dor através de elementos sonoros com significados particulares que podem causar uma sensação de ansiedade ou angústia. 4) Heartwork, faixa que dá nome ao disco, soa um pouco semelhante ao álbum anterior, só que mais polida e clara.


5) Embodiment é um exemplo de que os guitarristas parecem NÃO se importar em tocar o mais super rápido, eles se alternam nos solos de um modo simples e cooperativo. 6) This Mortal Coil, começa com blastbeats no estilo grindcore, mas logo muda para algo NWOBHM. 7) Arbeit Macht Fleisch, começa de uma forma a quebrar o padrão musical do álbum, mas mesmo tentado soar diferente, ao longo da faixa é possível identificar elementos repetidos em momentos anteriores. 8) Blind Bleeding The Blind começa como um dos momentos mais instigantes do disco (aquele em que o banger corre para o moshpit cheio de felicidade), mas novamente, muda de andamento e parte para algo mais lento e técnico. 9) Doctrinal Expletives, ao contrário, talvez seja o menos instigante no sentido de bater cabeça, mas está na estrutura do álbum como um elemento fundamental, visto que o foco aqui é energia e não velocidade. 10) Death Certificate, esta sim, é (para este que vos escreve), o melhor momento do álbum. Uma música empolgante, pesada e a mais rápida do disco.

Destaque para o trabalho de Jeff que pode ser definido literalmente como um registro regular de grunhidos, urros e gritos, sempre mantendo uma sensação consistentemente e intensa de maldade. Ele parece cuspir ranço em cada música e isso soa tão perverso que pode provocar asco até em Satanás. Heartwork deu a Jeff a oportunidade de fazer uma performance vocal para se orgulhar e creio que seja seu melhor desempenho na banda. Mas, de um modo geral, cada músico pode se considerar importante no seu papel para o resultado final do álbum, pois juntos, fizeram um trabalho sólido onde há espaço para a maldade plena e um tipo de beleza desfigurada

A produção, que ficou a cargo de Colin Richardson, que já trabalhou em mais de 100 álbuns (Behemoth, Kreator e Napalm Death, entre outros) é clara e precisa. Apenas o baixo não é notado (a não ser com algum esforço) o bastante, mas creio que nenhum produtor no mundo tenha conseguido fazer o milagre de destacar o baixo em qualquer álbum de música extrema.