Blackberry Smoke: ótimas canções em um álbum cativante

Resenha - Holding All the Roses - Blackberry Smoke

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

"Holding All the Roses" foi lançado originalmente em fevereiro de 2015 e é o quarto álbum do Blackberry Smoke. Mas, mais importante que isso, é o primeiro disco da banda norte-americana a ganhar uma edição nacional. A responsável por isso é a Hellion Records e o CD chega em ótima hora, já que os caras acabaram de fazer os seus primeiros shows no Brasil, que rolaram em maio deste ano em Porto Alegre, Curitiba e São Paulo.

Blackberry Smoke: mantendo vivo o legado do southern rockOzzy Osbourne: "Eu detesto a expressão Heavy Metal!"

Produzido por Brendan O'Brien (Pearl Jam, Bob Dylan, Aerosmith), "Holding All the Roses" traz doze músicas espalhadas por pouco mais de 40 minutos. Há uma característica marcante nesse trabalho, e ela é a presença ligeiramente maior de elementos country, o que evidencia o ar caipira e agreste do som do quinteto. As canções possuem estruturas simples e vêm sempre acompanhadas de melodias marcantes, outro aspecto forte da música do grupo.

O álbum liderou a parada country da Billboard, chegou à posição 7 do chart de rock e ao número 29 do Billboard 2000. E ouvindo-o novamente passados quase quatro anos de seu lançamento, fica claro o porque dessa boa aceitação. As músicas são muito bem desenvolvidas, e isso se aplica tanto aos hits que puxaram o disco como "Let Me Help You (Find the Door)" e a música título, quanto à pequenas joias espalhadas pelo tracklist, como a singela "Too High".

Lançado após o ótimo "The Whippoorwill" (2012), que muitos consideram o melhor trabalho do Blackberry Smoke, "Holding All the Roses" cumpriu muito bem a sua função e manteve a banda em sua escalada ascendente, que ainda deu ao mundo os sólidos "Like an Arrow" (2016) e "Find a Light" (2018). Se hoje o Blackberry Smoke é considerado o principal nome do southern rock contemporâneo, certamente esse status passa pelo ótimo resultado alcançado neste disco.

Parabéns a Hellion pelo lançamento nacional, e desde já torcemos para que mais discos da banda saiam por aqui.


Outras resenhas de Holding All the Roses - Blackberry Smoke

Blackberry Smoke: Para todo e qualquer amante da boa músicaBlackberry Smoke: Quarto álbum mostra banda revigorada e corajosa




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Blackberry Smoke"


Blackberry Smoke: mantendo vivo o legado do southern rock

Ozzy Osbourne: Eu detesto a expressão Heavy Metal!Ozzy Osbourne
"Eu detesto a expressão Heavy Metal!"

Uncut Magazine: fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink FloydUncut Magazine
Fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink Floyd

Sounds Entertainment: as 100 melhores músicas do Heavy MetalSounds Entertainment
As 100 melhores músicas do Heavy Metal

Ultimate Classic Rock: as 25 músicas mais tristes da históriaHeaven & Hell: mistérios e autocensura na capa de álbumAdivinhe Quem é o #1: Os 250 artistas mais vendidos da históriaMetallica: Hulk Hogan quase entrou na banda?

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336