Rage: o disco de estreia de uma lenda do metal alemão

Resenha - Reign of Fear - Rage

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collectors Room
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Lançado em maio de 1986, "Reign of Fear" é o primeiro álbum do Rage, uma das bandas mais icônicas e influentes do heavy metal alemão. O disco veio na sequência de "Prayers of Steel", que saiu em 1985 quando o grupo ainda se chamava Avenger, e deu início a uma das mais prolíficas discografias do som pesado germânico. O CD acaba de ser relançado em uma edição dupla aqui no Brasil pela Hellion Records, que já havia realizado um trabalho semelhante com "Prayers of Steel".

Rage: banda divulga detalhes do novo álbum e nova música; confiraPink Floyd: a história por trás de "Animals"

O Rage na época era um quarteto, em contraste com a imagem que se formou no inconsciente coletivo metálico, onde o grupo é associado a um trio há pelo menos vinte anos. Na época a banda era formada por Peavy Wagner (vocal e baixo), Jochen Schröder (guitarra), Thomas Grüning (guitarra) e Jörg Michael (bateria, que mais tarde integraria o Grave Digger, Running Wild e o Stratovarius, além de diversas outras bandas).

Produzido por Ralf Hubert e disponibilizado originalmente pela lendária gravadora Noise, "Reign of Fear" traz um Rage bastante diferente do que nos habituamos a ouvir. A sonoridade aqui é muito mais alinhada com o então nascente speed metal, que na época se confundia com outro gênero também recente, o power metal. As dez músicas do álbum são predominantemente velozes e não trazem as influências de música clássica que foram incorporadas pelo Rage a partir da década de 1990. O vocal de Peavy soa mais agudo, enquanto hoje em dia sua voz traz nuances bem mais graves. Instrumentalmente, o disco é bastante cru e não entrega um requinte muito grande, porém isso é compensando com uma energia contagiante e que faz com que as músicas transpareçam autenticidade e paixão.

O trabalho de remasterização foi primoroso, e é um dos destaques dessa nova edição. A outra é a inclusão de treze faixas bônus no segundo CD, trazendo as versões demo das músicas que entraram no álbum e de outras que acabaram ficando de fora do tracklist final. Fechando, o encarte contém uma dose generosa de informações sobre o que se passava com a banda na época.

Essa série de relançamentos do Rage que está sendo realizada pela Hellion é uma ótima oportunidade de começar, completar e atualizar a coleção de um dos nomes mais queridos do metal alemão, que desde o começo sempre mostrou potencial para alçar os vôos mais altos que efetivamente realizou ao longo de sua trajetória.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Rage"


Rage: banda divulga detalhes do novo álbum e nova música; confira

Mike Terrana: Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!Mike Terrana
"Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!"

Hard Rock: As bandas do gênero que ficaram para trásHard Rock
As bandas do gênero que ficaram para trás

Terrana: Nunca um computador limpará minha bunda!Terrana
"Nunca um computador limpará minha bunda!"


Pink Floyd: a história por trás de AnimalsPink Floyd
A história por trás de "Animals"

Megadeth: Perguntas e respostas e curiosidades diversasMegadeth
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Rock In Rio: por que ladrões agem menos no dia do Metal?Rock In Rio
Por que ladrões agem menos no dia do Metal?

Iron Maiden: a reação de Bruce Dickinson ao ver músicas da era Blaze no setIron Maiden
A reação de Bruce Dickinson ao ver músicas da era Blaze no set

Blasfêmias?: Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e DeusBlasfêmias?
Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus

Edu Falaschi: No Kazagastão, o teste para o Iron Maiden, o Angra e maisEdu Falaschi
No Kazagastão, o teste para o Iron Maiden, o Angra e mais

Rolling Stone: os dez melhores álbuns de heavy metal de 2015Rolling Stone
Os dez melhores álbuns de heavy metal de 2015


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336