RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemOmelete diz que heavy metal pertence agora à nova geração e não ao tiozão headbanger

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok

imagemO conselho realista de John Petrucci para bandas que estão começando agora

imagem"Quem não gosta de Beatles bom sujeito não é", diz João Gordo

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemDeep Purple: David Coverdale revela quem quis como substituto de Ritchie Blackmore

imagemClipe de "From The Ashes" ultrapassa 1 milhão de views e Fernanda Lira celebra

imagem5 motivos para assistir ao novo RockGol 2023 que estreia em fevereiro

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemAndi Deris tem problemas de saúde e shows do Helloween são adiados

imagemA atitude punk da Legião Urbana que causou irritação e deu trabalho na gravação

imagemAlírio Netto diz que foi um privilégio cantar no Shaman


Hollywood Vampires: Precisamos do segundo álbum desse supergrupo?

Resenha - Rise - Hollywood Vampires

Por Fábio Cavalcanti
Postado em 21 de junho de 2019

Nota: 7

O Hollywood Vampires é um supergrupo de hard rock estadunidense, capitaneado pelos renomados músicos Alice Cooper (vocalista) e Joe Perry (do Aerosmith, guitarrista), juntamente com o ator Johnny Depp (guitarrista). Seu primeiro álbum, lançado em 2015, foi um grande tributo colaborativo a artistas icônicos do rock – muitos já falecidos -, através de um apanhado de covers dos mesmos. Já no segundo álbum, "Rise" (2019), temos finalmente a faceta autoral dos "vampiros", a qual traz resultados bastante satisfatórios...

Há um clima de morbidez cômica que permeia o trabalho, quase como uma suposta trilha sonora para um daqueles "filmes B" que nos deixam com um sorriso no rosto. E, como já era de se esperar, as letras possuem o habitual espírito teatral de Alice Cooper, seja ao girar em torno de algum alter ego pitoresco, ou na narrativa de situações mirabolantes.

A química entre os três líderes nem sempre se mostra tão harmoniosa, mas ainda nos garante canções inspiradas, como as arrepiantes e impositivas "Who's Laughing Now" e "New Threat", a fantasmagórica "The Boogieman Surprise", a quase bêbada "We Gotta Rise", e o irreverente 'rockabilly' "Welcome to Bushwackers" (com um solo de guitarra bem bacana do Jeff Beck). Já "I Want My Now" se perde no seu paradoxo de ser uma canção boba e "épica" ao mesmo tempo, e a soturna balada "Mr. Spider" parece uma sobra de um dos discos conceituais de Cooper.

E para não esquecer totalmente daquele velho espírito de "homenagem", o grupo fornece aqui três novos covers, sendo que o destaque positivo fica para a versão deliciosa e muito bem azeitada de "Heroes" (David Bowie). O destaque negativo fica para "You Can't Put Your Arms Around a Memory" (Johnny Thunders), em que Joe Perry canta como alguém que acabou de tomar rivotril.

No fim, "Rise" é um disco que, com o perdão do trocadilho, consegue elevar efetivamente o Hollywood Vampires para a sua própria identidade sonora. Ainda que essa banda não seja superior aos trampos principais de Alice Cooper e Joe Perry, pelo menos representa um "desvio" para um ambiente cheio de novas aventuras e confusões roqueiras. Se o Johnny Depp voltou a ser um garoto deslumbrado, por tocar guitarra ao lado dos seus heróis, nós também podemos embarcar nessa inocente viagem...

Músicas:
1. I Want My Now
2. Good People Are Hard to Find [vinheta]
3. Who's Laughing Now
4. How the Glass Fell [vinheta]
5. The Boogieman Surprise
6. Welcome to Bushwackers
7. The Wrong Bandage [vinheta]
8. You Can't Put Your Arms Around a Memory [cover de Johnny Thunders]
9. Git From Round Me
10. Heroes [cover de David Bowie]
11. A Pitiful Beauty [vinheta]
12. New Threat
13. Mr. Spider
14. We Gotta Rise
15. People Who Died [cover de Jim Carroll]
16. Congratulations


Outras resenhas de Rise - Hollywood Vampires

Resenha - Rise - Hollywood Vampires

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Lemmy no Grammy: um tributo digno com Alice Cooper, Johnny Depp e Duff McKagan


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Fábio Cavalcanti

Baiano, sempre morou em Salvador. Trabalha na área de Informática e ¨brinca¨ na bateria em momentos vagos, sem maiores pretensões. Além disso, procura conhecer novas - e antigas - bandas dos mais variados subgêneros do rock. Por fim, luta para divulgar, sempre que possível, o pouco conhecido cenário rocker da tão sofrida ¨Terra do Axé¨.
Mais matérias de Fábio Cavalcanti.