Greta Van Fleet: o álbum Anthem Of The Peaceful Army

Resenha - Anthem Of The Peaceful Army - Greta Van Fleet

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Oliveira Andrade
Enviar correções  |  Ver Acessos

Desde que iniciaram suas atividades, em meados de 2012, a banda Greta Van Fleet veio despertando curiosidades de fãs do velho e bom rock and roll, principalmente pelas suas características que lembram muito as do Led Zeppelin, e também pelo seu estilo bem setentista. E o dia 19 de outubro de 2018 vai ficar marcado como a data do álbum de estreia intitulado Anthem Of The Peaceful Army, que traduzido é algo como "Hino Do Exército Da Paz".

U2: as 10 melhores músicas de todos os tempos da bandaMascotes do Metal: os dez maiores segundo The Gauntlet

Apesar de não ter características claras de álbum conceitual, suas letras levam a crer que é um. A mensagem em suas 11 faixas são muito sobre nossa responsabilidade na terra em diversos aspectos, pregando muito a palavra da paz, do amor e do respeito, tanto pelo próximo, quanto pelo meio ambiente.

Os irmãos Jake, Josh e Sam Kiszka, e o baterista Danny Wagner apeesentam muito entrosamento em suas funções. Logo nos primeiros minutos de álbum é possível notar que vem por aí um trabalho de Pop Rock ou Indie, mas os momentos seguintes nos trazem músicas ricas e cheias de novos riffs que podemos apreciar como os belos álbuns que os anos dourados nos deixou.

Entre as faixas temos uma alternância entre composições calmas e excitantes, aquela combinação de "luz e escuridão" que Jimmy Page usou como "tática artística" para o sucesso nas discografias do Led Zeppelin. Claro que não podemos comparar, afinal Anthem Of The Peaceful Army é sem dúvidas um trabalho de muita originalidade onde voz e instrumentos tem sua personalidade particular.

Não espere composições com aquela característica de "rolem as pedras" ou talvez algo psicodélico (como algumas bandas fazem em álbuns conceituais), mas algumas faixas apresentam colagens e vozes de fundo, muito bem editadas, que procuram dar sentido ao contexto geral do novo trabalho deles.

Posso concluir que o Greta Van Fleet acabou dando com o pé na porta, pedindo passagem no mundo do rock, e sua personalidade desde o início da carreira, passando pelo álbum de estréia, sendo também mantido nos próximos trabalhos, é um forte indício de um futuro promissor. Como são apenas jovens, tem muito a aprender, embora já conheçam bem o caminho do sucesso.


Outras resenhas de Anthem Of The Peaceful Army - Greta Van Fleet

Greta Van Fleet: o bom disco de estreia do quarteto norte-americano




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Greta Van Fleet"


Greta Van Fleet: Danny Wagner diz que suas influências vão além de Bonham e cita nomesGreta Van Fleet
Danny Wagner diz que suas influências vão além de Bonham e cita nomes

Greta Van Fleet: reclamam que o rock morreu, mas aí criticam a genteGreta Van Fleet
"reclamam que o rock morreu, mas aí criticam a gente"


U2: as 10 melhores músicas de todos os tempos da bandaU2
As 10 melhores músicas de todos os tempos da banda

Mascotes do Metal: os dez maiores segundo The GauntletMascotes do Metal
Os dez maiores segundo The Gauntlet


Sobre Ricardo Oliveira Andrade

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGooILQ