Warshipper: O conhecimento, a sabedoria e a ciência são o Norte

Resenha - Black Sun - Warshipper

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por César Rezende
Enviar Correções  

8

A arte ilustrada na capa do CD a ser descrito, criativamente elaborada por Alcides Burn, fornece ao ouvinte uma prévia da temática abordada nas composições. Uma estrala negra, em aparente colapso gravitacional, ilustrada por um corredor que inicia-se no topo de um pentagrama invertido em conjunto com a letra grega "psi" - também conhecida por ser símbolo da psicologia - e termina na ilustração do modelo atômico de Rutherford-Bohr. Nas paredes do corredor descritos estão: uma molécula orgânica e o Homem Vitruviano, conhecido por ilustrar como foi desenvolvido o pensamento Renascentista em contraponto ao Cristianismo - vale a pena salientar que ciência na Idade Média era vista por líderes católicos como bruxaria, sendo, o acusado (cientista, conhecido como bruxo pelo Santo Tribunal), passível de tortura e decomposição corporal acelerada pelo emprego de calor, ou seja, ser queimado vivo na fogueira.

Morte: confira 15 das melhores músicas sobre o tema

Krisiun: banda lista os 5 picos mais demoníacos do Brasil

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O conhecimento, a sabedoria e a ciência são o Norte de toda a temática desta obra.

Composto por 10 faixas, o álbum "Black Sun" da banda Warshipper, aborda diversos estilos de metal em suas melodias. A música "Black Sun (part I, II e III)" é a mais longa e ao mesmo tempo a mais diversa em termos de exploração de recursos musicais e estilos. A variação desde a introdução fundamentada na escola do rock progressivo dos anos 70, passando por passagens de Black Metal contemporâneo, até desencadear em harmonias estilo Power Metal, possibilitam a compreensão da complexidade sonora.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Solos de guitarra compostos por dobras em terças e quintas são muito utilizados. Por vezes, essa característica, remete-nos à bandas pioneiras do Heavy Metal. Na faixa "Rebirth", podemos ouvir uma sonoridade guiada pelos bumbos bem marcados e acentuados em volume, o que dá grande peso à música e coloca-a no universo do New Metal e do Metalcore. Os vocais variam desde passagens "rasgadas" até guturais ricos em graves.

Um fator bacana é a possibilidade de ouvir o contrabaixo em sua baixa afinação unindo forças com a percussão e dando ainda mais peso às canções.

O trabalho descrito foi elaborado, na totalidade dos recursos técnicos, no Casanegra Studios sob supervisão do profissional Rafael Augusto Lopes - que também atuou em conjunto com a banda no quesito produção.

Integrantes e funções:

Renan Roveran - Vocal e guitarra
Rodolfo Nekathor - Baixo e vocal
Rafael Oliveira - Guitarra
Roger Costa - Bateria

Faixas do álbum:

1) Nemesis (intro)
2) Glowworm Dragon
3) Cry of Nowhere
4) Blak Sun (parts I, II e III)
5) Rebirth
6) Abandonment
7) Descending - Genesis & Ontogenesis
8) DeathBlast Overhead (intro)
9) M.F. 262
10) Delusions of Grandeur




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Morte: confira 15 das melhores músicas sobre o temaMorte
Confira 15 das melhores músicas sobre o tema

Krisiun: banda lista os 5 picos mais demoníacos do BrasilKrisiun
Banda lista os 5 picos mais demoníacos do Brasil


Sobre César Rezende

César Rezende. 28 anos. Duque de Caxias - RJ.

Mais matérias de César Rezende no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline