RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemQuando o Lynyrd Skynyrd irritou Mick Jagger ao abrir o show dos Rolling Stones

imagemApós dez anos, Jason Newsted procura guitarristas para montar um projeto de metal

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemA única música tocada no Festival de Woodstock que atingiu o primeiro lugar nas paradas

imagemAs queixas que colegas do Paralamas mais fazem sobre Herbert Vianna, segundo o próprio

imagemSlash acha que os rockstars dos 60s e 70s eram mais inteligentes e educados que os dos 80s

imagemO hit da Legião Urbana antiviolência cantado sob perspectiva de jovem da periferia

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagem"A vida é curta", afirma Floor Jansen, vocalista do Nightwish

imagemJohn Lennon queria regravar todas as músicas dos Beatles, segundo produtor George Martin

imagemA bizarra lembrança que Kerry King tem do último show do Slayer

imagemA icônica reportagem de Glória Maria em que Raul Seixas disse que foi atropelado por onda

imagemA reação de Jairo Guedz quando houve o racha do Sepultura no auge do sucesso

imagemA vingança de Joana Prado (ex-Feiticeira) contra filhos briguentos que envolve RPM


Stamp

Aske: uma banda que já está madura o suficiente

Resenha - Broken Vow - Aske

Por Ivison Poleto dos Santos
Postado em 29 de dezembro de 2017

EPs são muito legais de resenhar. São geralmente curtos o suficiente para dar uma ideia do que a banda tem a apresentar e não levam muito tempo para resenhar. Este Aske "Broken Vow" tem apenas cinco faixas e mais ou menos dezessete minutos de duração, o que foi suficiente para perceber que o Aske é uma banda que já está madura o suficiente e no caminho exato para ganhar o mundo metálico. "Broken Vow" é o resultado sonoro de apenas dois músicos, algo que graças à tecnologia está ficando cada vez mais comum. Os dois músicos do Aske trilham em "Broken Vow" um caminho bastante peculiar dentro do metal extremo, e é bastante difícil encaixá-los em qualquer um dos subgêneros existentes. Nós todos sabemos o quanto é difícil para uma banda fazer isso.

"Broken Vow" é um álbum que quebra muitas regras dentro do metal extremo. O Aske teve a coragem de incluir nas cinco faixas referências que vão desde o thrash oitentista furioso, mas cheio de groove com o poder e a fúria do death metal dos anos 1990.

A primeira faixa "Meadows in Shade" começa com claras referências do thrash oitentista com o groove característico de bandas como o Pantera e o Sepultura. É uma faixa bastante caracterizada pelas palhetadas quebradas tão comuns nos riffs do gênero. Começa bem o massacre sonoro que ainda está por vir. A segunda faixa é um death metal dos anos 1990 bastante furioso e rápido. O Aske não deixa nada a desejar novamente, mas o melhor ainda está para vir.

Se você já ficou impressionado com a mistura de estilos realizada nas duas primeiras faixas, esta terceira "Broken Vows" vai te deixar embasbacado. Eu ainda ouso sugerir que você começa a audição por ela. A música traz um riff de guitarra cativante, daqueles que te dá vontade de balançar a cabeça o tempo todo aliado a um vocal que se encaixa tão bem que dá vontade de cantar junto. Veja bem! Uma banda de metal extremo que produz uma música que dá vontade de cantar junto! É pouco isso! Eu realmente não esperava. E digo que se houvesse justiça neste mundinho besta, "Broken Vow" estaria tocando em todas as rádios deste mundo.

Tendo atingido o topo em "Broken Vow", o Aske faz o caminho de volta. As faixas "Mardi Gras" e "Übermensch" repetem a fórmula de uma música om influência thrash para cair em outra que desembesta em um death metal furioso. Não posso dizer que não gostei.

O Aske em "Broken Vows" nos faz lembrar de uma regra muito importante do mundo do Metal: não há regras! Ah, e mais uma coisa muito importante. Na faixa "Übermensch" a banda brinca com conceitos filosóficos apresentados por Nietzsche em "E assim falou Zaratustra". E ainda tem gente por aí achando que no Metal só existem cabeças de vento. Tsc, tsc, tsc.

Lista de músicas:

1 - Meadows in Shade
2 - Menschwerdung
3 - Broken Vows
4 - Mardi Gras
5 - Übermensch

"Broken Vow"´só está disponível digitalmente. Você pode ouvir e adquirir em diversas mídias sociais como Spotify, Deezer, Napster, iTunes e outros.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Def Leppard Motley Crue 2


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Ivison Poleto dos Santos

Veterano das guerras metálicas. Pesquisador, escritor, resenhista, músico frustrado (por isso tudo o anterior). Ao contrário da opinião comum, acho que o melhor do Metal ainda está por vir e que existem grandes bandas novas por aí. Só procurar. No meu caso elas vêm até mim.
Mais matérias de Ivison Poleto dos Santos.