King Diamond: Aqui jaz uma obra prima

Resenha - Graveyard - King Diamond

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Tarcisio Lucas Hernandes Pereira
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

King Diamond sempre será aquele tipo de artista que desperta ou despertará reações extremas no público que tem contato com sua obra: amor ou ódio, raramente existindo espaço para algum tipo de meio termo.

24 acessosEm 21/10/2002: King Diamond lança o álbum The Puppet Master5000 acessosSlash: A lição aprendida após espalhar que Paul Stanley era gay

No entanto, independentemente do lado em que você se posicione, uma coisa todos nós devemos admitir: o cara sabe, como poucos, contar histórias macabras, sobrenaturais e tenebrosas.

Esse álbum, “The Graveyard”, lançado no já distante ano de 1996, é uma prova viva dessa verdade incontestável. Aqui temos nas letras a história de um pobre coitado aprisionado injustamente em um sanatório, e que após conseguir escapar trama uma vingança sinistra sobre o homem responsável por manda-lo para aquele lugar nefasto.

Como característica marcante, encontramos ao longo das faixas apresentadas o Mestre, como usual, interpretando todos as personagens, que além do homem com sede de vingança incluem o velho Mckenzie, o homem que o condenou, e a pequena Lucy, a filha inocente do acusador.

Saindo um pouco do aspecto lírico do disco, e mantendo um foco no lado sonoro e musical estritamente falando, o que temos aqui é um clássico do metal, difícil de se prender a algum subgênero específico. Passeiam pelas faixas o metal tradicional, o doom metal, algo de speed, gótico, além de passagens que poderiam estar na trilha sonora de qualquer grande filme de terror hollywoodiano.

A voz do velho King apresenta aquilo à que já estamos acostumados: uma variedade enorme de timbres, interpretações e os famosos falsetes, tudo em seu melhor.

O destaque do disco,no entanto, na humilde opinião deste que vos escreve, repousa, sem sombra de dúvida, no trabalho de guitarras desenvolvido pelos grandes Andy La Roque e Herb Simonsen.

O que temos aqui são doses cavalares de riffs matadores. Muitos, toneladas deles, e um mais grudento e criativo que o anterior, da primeira à última faixa. Correndo o risco de despertar a ira em alguns, chego a dizer que aqui se encontram os melhores trabalhos de guitarras de toda a carreira do bruxo.

Lá se vão 21 anos do lançamento, e assim como o bom vinho, temos aqui uma obra que resistiu, e muito bem, à prova do tempo.

A escuta por si só é uma experiência metálica prazerosa, mas acredito que para aqueles que dominam o idioma, ouvir isso aqui acompanhando as letras atinja um nível mais elevado de degustação e apreciação. È impressionante a capacidade do King Diamond de casar letra, melodia e harmonia em um único todo.

Sem destaques, não pela falta deles, mas sim pelo fato da obra ser um todo muito bem constituído, sendo que nenhuma música é gratuita ou menos interessante!

Sinceramente, sonho com um dia em que algum grande estúdio cinematográfico (ou quem sabe os caras do Netflix) descubram o potencial das obras do king. Imagino versões nas telonas de clássicos com “Abigail”, “Voodoo”...certamente a história desse “The Graveyard” daria um excelente filme ou seriado!

Enfim, quem já ouviu, vá ouvir novamente! E quem ainda não conhece, peça perdão e vá agora mesmo corrigir esse erro!

Tracks:
1. "The Graveyard" 1:22
2. "Black Hill Sanitarium" 4:28
3. "Waiting" 4:26
4. "Heads on the Wall" 6:20
5. "Whispers" 0:31
6. "I'm Not a Stranger" 4:03
7. "Digging Graves" 6:56
8. "Meet Me at Midnight" 4:46
9. "Sleep Tight Little Baby" 5:38
10. "Daddy" 3:22
11. "Trick or Treat" 5:09
12. "Up From the Grave" 3:18
13. "I Am" 5:50
14. "Lucy Forever" 4:56

Banda:
• King Diamond - All Vocals, Keyboards
• Andy LaRocque - Guitars
• Herb Simonsen - Guitars
• Chris Estes - Bass
• Darrin Anthony - Drums

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 11 de outubro de 2017


24 acessosEm 21/10/2002: King Diamond lança o álbum The Puppet Master9 acessosEm 30/10/1990: King Diamond lança o álbum The Eye721 acessosKing Diamond: cantor ganha estátua da KnuckleBonz250 acessosEm 30/09/1996: King Diamond lança o álbum The Graveyard283 acessosEm 13/09/1988: King Diamond lança o álbum Them0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "King Diamond"

Heavy MetalHeavy Metal
King Diamond e as memórias de um professor de História

King DiamondKing Diamond
"Satanista é quem sacrifica animais? Isso é loucura!"

SemelhançaSemelhança
Zé do Caixão e King Diamond

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "King Diamond"


SlashSlash
A lição aprendida após espalhar que Paul Stanley era gay

QueenQueen
A declaração musical de ódio de Freddie Mercury

Heavy MetalHeavy Metal
10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhos

5000 acessosMetal: adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?5000 acessosPantera: "odiei gravar Cowboys From Hell", diz Phil Anselmo5000 acessosMegadeth: O recadinho provocante da vocalista do Huntress5000 acessosMegadeth: os álbuns da banda, do pior para o melhor4822 acessosMaxim: odeiam gays, mas "perdoam" Freddie Mercury e Rob Halford5000 acessosMetallica: os riffs reaproveitados do Exodus

Sobre Tarcisio Lucas Hernandes Pereira

Tarcisio Lucas é formado em música-licenciatura pela UNICAMP. Fã de praticamente todos os subgêneros do Rock e do Metal, não dispensa também um bom Jazz ou erudito! Entre suas bandas favoritas estão: YES, Sepultura, Marillion, Mythological Cold Towers, Amorphis e Misfits.

Mais matérias de Tarcisio Lucas Hernandes Pereira no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online