Paul McCartney: o grandioso "RAM"

Resenha - RAM - Paul McCartney

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Luiz Paiz, Fonte: 80 Minutos
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Após o lançamento de "McCartney" e o trágico fim dos Beatles, Paul estava desiludido. Chateado com os acontecimentos e as críticas pesadas sobre seu último trabalho, decidiu isolar-se da sociedade, em uma fazenda nos confins da Escócia.
Após um bom tempo de grandes reflexões e graças ao auxílio de Linda, Paul decidiu que era hora de voltar a trabalhar e produzir um álbum de verdade, para literalmente calar a boca dos críticos.
Paul foi para os Estados Unidos e começou a fazer audições com músicos locais, na tentativa de formar um grupo em que pudessem trabalhar na gravação do álbum. Dentre os músicos selecionados estava: Denny Seiwell, baterista que futuramente viria a fazer parte do grupo "Wings".

RAM, lançado em nome de Paul e Linda McCartney, é um grande álbum. Mostra um Paul McCartney dedicado, sendo que seu esforço nas composições é notável. O álbum também foi recebido negativamente por John Lennon, que interpretou que as músicas "Too Many People", "Dear Boy" e "The Back Seat Of My Car" eram direcionadas a ele, que viria a responder Paul de forma mais agressiva com a faixa "How Do You Sleep?", do álbum Imagine.
Do álbum foram produzidos dois hits: "Another Day", que não faz parte do álbum original, porém foi lançada como single e incorporada nas versões mais recentes. A outra é a belíssima "Uncle Albert/Admiral Halsey".
Além dos hits já citados, o álbum possui grandes destaques. O maior deles é "Too Many People". Uma grande faixa, com excelente melodia e performance vocal de Paul. Caberia tranquilamente em qualquer álbum dos Beatles. Além dela, recomendo: "3 Legs", "Dear Boy", "Heart Of The Country", a curiosa "Monkberry Moon Delight" (com grande vocal de Paul), "Eat At Home", a lindíssima "Long Haired Lady", com belos vocais de apoio de Linda, e a balada "The Back Seat Of My Car". Diante da minha empolgação, acabo de perceber que estou recomendando praticamente o álbum todo. Mas é isso aí.

Tenho duas versões de RAM. A original em CD, primeiro lançamento, e a versão que faz parte da "Archive Collection" que vem recheada de extras. Ambas possuem sonoridade excelente.

Para os fãs de Beatles, seguir a carreira solo de Paul é extremamente recomendado.

Curta "RAM", um álbum grandioso.

Tracklist:

Too Many People
3 Legs
Ram On
Dear Boy
Uncle Albert / Admiral Halsey
Smile Away
Heart Of The Country
Monkberry Moon Delight
Eat At Home
Long Haired Lady
Ram On
The Back Seat Of My Car


Outras resenhas de RAM - Paul McCartney

Paul McCartney: um dos melhores discos de sua carreira




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Paul McCartney"Todas as matérias sobre "Beatles"


Regis Tadeu: Beatles x Adorno, a verdade definitivaRegis Tadeu
Beatles x Adorno, a verdade definitiva

Ringo Starr: eterno batera dos Beatles anuncia o 20° álbum solo, What's My NameThe Beatles: Algumas questões a respeito da temática luciférica

Beatles e Adorno: Nunca ouvi tanta besteira em tão pouco tempo, diz Regis TadeuBeatles e Adorno
"Nunca ouvi tanta besteira em tão pouco tempo", diz Regis Tadeu

Beatles: banda planejava gravar álbum após Abbey Road com destaque a Harrison

Meteoro: A Conspiração Beatles divulgada por Olavo de CarvalhoMeteoro
A Conspiração Beatles divulgada por Olavo de Carvalho

Canal NB: Olavo de Carvalho e o satanismo dos Beatles

Beatles: Maurício Ricardo comenta a estranha teoria de Olavo de CarvalhoBeatles
Maurício Ricardo comenta a estranha teoria de Olavo de Carvalho

Beatles: ouça versão remixada de "Oh! Darling" do relançamento de Abbey Road

Beatles: Olavo de Carvalho diz que eles eram satanistas e semi-analfabetos em músicaBeatles
Olavo de Carvalho diz que eles eram satanistas e semi-analfabetos em música

Paul McCartney: 1959 a 2019, a trajetória do lendário músico em animaçãoClassic Rock: Os 50 anos de Abbey Road na capa da revistaBeatles: Crítica de "Yesterday", filme inspirado na banda (vídeo)Beatles: Abbey Road, uma Rua para o UniversoJulie Dexter: Sem Medo de Modificar Beatles, Marvin Gaye e Aretha Franklin

Lemmy: John Lennon era o cuzão dos Beatles!Lemmy
"John Lennon era o cuzão dos Beatles!"

The Beatles: Por que o Álbum branco é branco?The Beatles
Por que o Álbum branco é branco?

Rolling Stone: as melhores músicas com mais de sete minutosRolling Stone
As melhores músicas com mais de sete minutos


Andre Matos: Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!Andre Matos
"Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!"

Motörhead: Amy Lee no colo de Lemmy KilmisterMotörhead
Amy Lee no colo de Lemmy Kilmister

Black Sabbath: Nos separamos por causa do Live EvilBlack Sabbath
"Nos separamos por causa do Live Evil"

Chris Cornell: jornalista foi a último show e percebeu algo erradoChris Cornell
Jornalista foi a último show e percebeu algo errado

Homossexualidade: 5 nomes da cena rock/metal que assumiramHomossexualidade
5 nomes da cena rock/metal que assumiram

Nirvana: quem deveria interpretá-los em um filme?Nirvana
Quem deveria interpretá-los em um filme?

Ghost: Deus não está aqui, afirma Nameless GhoulGhost
"Deus não está aqui", afirma Nameless Ghoul


Sobre André Luiz Paiz

André Luiz Paiz é formado em computação, funcionário público do estado de São Paulo e fanático por música. Criou o site colaborativo 80 Minutos para que os usuários se cadastrem e avaliem seus álbuns favoritos.

Mais matérias de André Luiz Paiz no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336