Doris Encrenqueira: o álbum de estreia da banda

Resenha - Doris Encrenqueira - Doris Encrenqueira

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Geraldo Andrade
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Os guris da DORIS ENCRENQUEIRA, acabam de lançar seu álbum "Doris Encrenqueira", e após algumas poucas audições, já posso afirmar que é um forte candidato a melhor álbum de 2017.

David Bowie: muito mais assustador que Michael JacksonKing Diamond: o "Rei Satânico"

O álbum começa com "Cai Fora", que já te faz sair batendo cabeça, hardão do melhor, rock sem frescura.

"Acabe Bem" vem na sequência, destaque para a bateria de EDUARDO SCHULER, que simplesmente "quebra" tudo.

A próxima, a banda já tinha lançado o videoclipe, e em minha opinião, vai virar clássico, daquelas que não vai poder faltar no show da banda, a grudenta "Fazer o Quê (Eu Gosto) ".

Letra perfeita, com o que acontece no nosso dia a dia, muitas vezes temos que trabalhar, a maioria das vezes, em lugares que não curtimos, mas, escute, aí vão entender.

"Sempre Quero Mais" e "Marra é Doença", mantem o ritmo alucinado do álbum, mostrando que os guris chegaram com tudo.

"Egoísta" abre com as poderosas guitarras de HENRIQUE CABREIRA e PEDRO LIPATIN, mostrando todas as suas qualidades, é daqueles rocks de arena, onde a galera "grita" junto com a banda.

"Hoje Eu Não Posso", começa com o baixo de Eduardo mostrando toda sua, vamos dizer um verdadeiro baixista de rock and roll e as guitarras continuam perfeitas.

"Nome Na Lista", letra perfeita, quem nunca pediu para colocar o nome na lista de entradas de shows, quem não conhece alguém que não quer pagar, mas, sempre quer o nome na lista?

"Cidade Zumbi", quem nunca pensou em sair de sua cidade, para viver outra vida e curtir um rock and roll? Esse é o recado da rápida "Cidade Zumbi", mais uma vez as guitarras dão um show à parte.

Sim, já tenho a minha favorita, é ela que fecha esse álbum fantástico, estou falando de "A Outra", não poderia fechar de outra maneira, mais uma grudenta, daquelas que você não consegue tirar o refrão da cabeça, aqui PEDRO LIPATIN mostra, em minha opinião, que está surgindo um grande vocalista, o cara bebeu na melhor fonte possível, é certo que ainda vamos ouvir falar muito dele.

DORIS ENCRENQUEIRA chegou para ficar, um rock sem frescura, um dos melhores lançamentos de 2017!

Músicas
1- Cai Fora
2- Acabe Bem
3- Fazer o Quê (Eu Gosto)
4- Sempre Quero Mais
5- Marra É Doença
6- Egoísta
7- Hoje Eu Não Posso
8- Nome Na Lista
9- Cidade Zumbi
10- A Outra

Banda
EDUARDO 'HOLLYWOOD' CABREIRA - Baixo
EDUARDO SCHULER - Bateria
HENRIQUE CABREIRA - Guitarra
PEDRO LIPATIN - Voz/Guitarra




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Doris Encrenqueira"


David Bowie: muito mais assustador que Michael JacksonDavid Bowie
Muito mais assustador que Michael Jackson

King Diamond: o King Diamond
O "Rei Satânico"

Regis Tadeu: Los Hermanos fez um tremendo mal ao rock brasileiroRegis Tadeu
Los Hermanos fez um tremendo mal ao rock brasileiro

Europe: toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl RoseA História Impopular dos Rolling Stones - Livro 2 - Mick TaylorAteísmo: vídeo cristão faz reflexão sobre alguns rockstarsSlipknot: as participações na trilha sonora de filmes

Sobre Geraldo Andrade

Geraldo "Gegê" Andrade é blogueiro e colaborador no Blog Heavynroll, de Caxias do Sul/RS. Iniciou sua paixão pelo rock n roll, principalmente o heavy metal, nos anos 80, quando pela primeira vez, ouviu um álbum da banda KISS. Tem um currículo com mais de 150 shows, de bandas nacionais e internacionais. Já participou como jurado em festivais de rock na cidade de Caxias do Sul. Está se tornando um especialista em entrevistas, já tendo entrevistado vários músicos nacionais e internacionais. Apoia muitas bandas do underground, pelo Brasil inteiro. Estudante de Comunicação Social - Jornalismo, na Universidade de Caxias do Sul/RS.

Mais matérias de Geraldo Andrade no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336