Broken Jazz Society: Stoner rock com altas doses de hard

Resenha - Gas Station - Broken Jazz Society

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
ENVIAR CORREÇÕES  

O BROKEN JAZZ SOCIETY, de Uberaba/MG, é formado por Mateus Graffunder (guitarra/vocal), João Fernandes (baixo) e Felipe Araújo (bateria), e mesmo estando na estrada a pouco tempo (foi formada em 2013), a banda já possui um álbum lançado, "Tales from Purple Land", de 2014. E agora os caras retornam com um novo EP, trazendo apenas 03 faixas, mas dando mostras de que evolução é a palavra chave em sua caminhada.

Som ruim, fezes e urina: Um brinde à farsa de WoodstockBlack Sabbath: mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O som que os caras fazem é um stoner rock direto e simples, com altas doses de hard rock, cru e com muitas influências, em especial da década de 70. Pra se ter uma ideia, o pessoal cita como influências bandas como Mutantes, Iron Maiden, Queens of the Stone Age e David Bowie.

Além disso, embora seja um som pesado e intenso, há um lado emocional bem presente, como na intimista "Riot Spring", com um clima obscuro que a permeia do começo ao fim.

A faixa título é outro destaque, calcada em bases agressivas de guitarra e baixo, e com uma linha de bateria simples, mas muito precisa, além dos ótimos vocais de Mateus, com timbres variados.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A produção do material, a cargo de Ricardo Barbosa, com mixagem e masterização de Gustavo Vasquez, o material tem uma sonoridade crua e suja, combinando perfeitamente com o estilo da banda, e que fazem de "Gas Station" uma grande trabalho, nos deixando ansiosos para um novo disco completo da banda.

Gas Station - Broken Jazz Society
(Independente - Nacional - 2016)


Outras resenhas de Gas Station - Broken Jazz Society

Resenha - Gas Station - Broken Jazz Society Resenha - Gas Station - Broken Jazz Society



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Som ruim, fezes e urina: Um brinde à farsa de WoodstockSom ruim, fezes e urina
Um brinde à farsa de Woodstock

Black Sabbath: mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill WardBlack Sabbath
Mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280