Munarheim/Aethernaeum: Split para fãs do Symphonic Black/Folk

Resenha - Free Promo Sampler - Munarheim/Aethernaeum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vicente Reckziegel
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Há poucos dias havia comentado que normalmente não fazia resenhas de Split. Bom, isso parece ter mudado, já que, após o excelente Split com as bandas Chaos Synopsis/Terrordome, eis que surge, direto da Alemanha, um novo álbum, desta vez com as bandas Munarheim e Aethernaeum.

Ivete Sangalo: "Ouço muito SOAD, Linkin Park, Slipknot e Rush"Motivação: 10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estima

O primeiro "lado" da bolacha fica por conta da banda Munarheim, que está na ativa desde 2007 e possui dois full length em sua carreira, além de uma série de Eps e este Split em questão. E na verdade trata-se de uma big band, pois são nada mais nada menos que oito integrantes. Tudo o que pede uma banda de Symphonic Folk Metal com algumas nuances de Black Metal.

As quatro faixas da banda são, de certa forma, bem uniformes, e o lado sinfônico do grupo faz um estilo quase épico, tendo uma participação importante na sonoridade deles. Mas é possível pinçar bons momentos, como na ótima faixa de abertura, "Stolzes Wesen Mensch", que possui boas melodias, enquanto "Leben" possui belos coros e vocalizações, em meio a partes mais acústicas que casaram muito bem. E para encerrar sua parte, a pesada "Ruhelos", que soa mais agressiva, mas sem perder o lado sinfônico/épico das faixas anteriores.

Nota: 3,0/5,0

Já a segunda metade fica por conta do Aethernaeum, banda mais recente (formada em 2013) e cujo Folk/Black Metal tem um lado mais atmosférico bem acentuado, parecendo às vezes uma versão mais pesado do Lacrimosa (impressão essa muito em virtude das músicas serem cantadas na língua alemã).

E dizer que o Aethernaeum ocupa a segunda metade do disco é somente uma maneira de falar, já que dos 57 minutos do disco, a banda é responsável por 40 minutos. 40 minutos bem aproveitados, diga-se de passagem. Principalmente na primeira música deles, "Heimreise", que possui riffs empolgantes de guitarra, principalmente no refrão, e durante seus 11 minutos de duração lança mão de todos os predicados que o estilo exige. "Die Stimme der Wildnis" é mais pesada, com vocais rasgados como manda a cartilha do Black, mas sem esquecer a melodia. E "Auf den Nebelfeldern" também é arrastada, com boas variações durante sua execução, indo do Black para o atmosférico com naturalidade. O único senão aqui seria a gravação, que ficou um pouco abafada, mas nada que tire a sensação de um trabalho bem realizado.

Nota: 4,0/5,0

O saldo final deste Split é até surpreendente, pois as músicas escolhidas pelas bandas são de alto nível e a gravação em geral contribui para o bom resultado final. Uma boa maneira de conhecer novos artistas que demonstram potencial para alçar vôos maiores...

Nota:7

8 Faixas - 57:08

Tracklist:
1. Munarheim - Stolzes Wesen Mensch 4:14
2. Munarheim - Leben 4:10
3. Munarheim - Liberté 4:08
4. Munarheim - Ruhelos 5:01
5. Aethernaeum - Heimreise 11:39
6. Aethernaeum - Die Stimme Der Wildnis (Edit) 7:05
7. Aethernaeum - Auf Den Nebelfeldern 11:42
8. Aethernaeum - Transzendenz 9:09




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Munarheim"Todas as matérias sobre "Aethernaeum"


Ivete Sangalo: Ouço muito SOAD, Linkin Park, Slipknot e RushIvete Sangalo
"Ouço muito SOAD, Linkin Park, Slipknot e Rush"

Motivação: 10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estimaMotivação
10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estima

Separados no nascimento: Roger Waters e Richard Gere.Separados no nascimento
Roger Waters e Richard Gere.

Roadrunner: os melhores frontmen de todos os temposRoadrunner
Os melhores frontmen de todos os tempos

Cachês: nova lista revela quanto embolsam astros do Rock e MetalCachês
Nova lista revela quanto embolsam astros do Rock e Metal

Sweet Home Alabama: O hino absoluto do Rock SulistaSweet Home Alabama
O hino absoluto do Rock Sulista

Richie Faulkner: ao invés do Judas Priest, ele poderia ter ido para o Iron Maiden?Richie Faulkner
Ao invés do Judas Priest, ele poderia ter ido para o Iron Maiden?


Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336