Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix

imagemMax e Iggor convidam Jairo, detonam no Rio e alfinetam: "Verdadeiro Sepultura"

imagemNando Reis e a enigmática música que ele queria usar para seduzir Marisa Monte

imagemTom Morello explica por que o RATM se reúne, mas não lança novas músicas

imagemPink Floyd: Roger Waters relembra a última vez que viu Syd Barrett

imagemQuando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel

imagemPodcast diz que prática comum no black metal hoje seria "coisa de esquerdomacho"

imagemA sincera resposta de João Gordo para quem o acusa de ser "traidor do movimento"

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii que faz uma dura crítica à panelinha do rock nacional

imagemPrika explica critérios para entrar na Nervosa: "Fascista na minha banda não toca!"

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii com citação de canção soviética sobre defender a pátria

imagemDez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria

imagemBittencourt começou a fazer tai chi chuan no camarim após beque de Mariutti bater forte

imagemO sensato conselho que Lulu Santos deu para o novato Herbert Vianna


Dream Theater 2022

Hatebreed: Se você e fã dos caras, não tem como não curtir

Resenha - Concrete Confessional - Hatebreed

Por Junior Frascá
Em 16/06/16

Nota: 9

Pois é, meu caro amigo leitor: se você achava que com "The Divinity of Purpose", de 2013, o HATEBREED havia chegado a seu auge criativo, assim como eu, pode tirar seu cavalinho do chuva, pois mais uma vez os caras conseguem nos surpreender, com um trabalho novamente impressionante e ultra agressivo.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Como no trabalho anterior, temos aqui uma aula de agressividade e brutalidade, com aquela mescla já tradicional que os caras fazem entre thrash e hardcore, mas também com altas doses de groove, e até alguns elementos de punk e crossover, tudo de forma intensa e moderna (no melhor sentido do termo), que não dá descanso ao ouvinte.

O "animal" Jamey Jasta, também nos apresenta novamente performances insanas e furiosas em cadas uma das 13 composições aqui presentes, todas diretas e sem frescuras ou invencionices. Já a dupla de guitarras Frank Novinec e Wayzel Lozinak são um show a parte, destilando uma quantidade absurda de riffs e mais riffs excepcionais.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ou seja, se você é fã dos caras, não tem como não curtir "The Concrete Confessional", que embora curto (são pouco mais de 30 minutos, e apenas uma faixa, " Somethings Off", tem mais de 3 minutos de duração) é de uma energia e intensidade extrema, desde a abertura, com "A.D." (que riffs!!!), até o encerramento, com "Serve Your Master".

Por óbvio, os caras não fogem aqui de suas raízes, fazendo o mesmo estilo de som que os consagraram, como dito, sem inovações, o que, para álbuns, pode ser algo repetitivo. Porém, no que se propõem a fazer, são extremamente competentes e eficientes.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

E repito o que disse ao finalizar a resenha do disco anterior dos caras: se você aprecia essa junção entre thrash metal e hardcore, ouça, pois não existe na atualidade banda melhor que o HATEBREED nesse estilo.

The Concrete Confessional - Hatebreed
(2016 – Shinigami Records)

Track List:

1. A.D.
2. Looking Down the Barrel of Today
3. Seven Enemies
4. In the Walls
5. From Grace Weve Fallen
6. Us Against Us
7. Somethings Off
8. Remember When
9. Slaughtered in Their Dreams
10. The Apex Within
11. Walking the Knife
12. Dissonance
13. Serve Your Masters

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Heavy Metal: as 10 músicas mais inspiradoras segundo o OC Weekly

Hatebreed: Suas 10 melhores músicas, pela Classic Rock History

Chris Barnes, ex-Cannibal Corpse, é chamado de bundão após falar mal do death atual

Guns N' Roses: a versão de Axl Rose sobre a separação

Metal: 16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treino


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá.