Matérias Mais Lidas

Titãs: o motivo pelo qual Arnaldo Antunes saiu da banda antes de TitanomaquiaTitãs: o motivo pelo qual Arnaldo Antunes saiu da banda antes de "Titanomaquia"

Como está hoje o casal que inspirou Eduardo e Mônica, da Legião UrbanaComo está hoje o casal que inspirou "Eduardo e Mônica", da Legião Urbana

Beatles: todas as músicas da banda em ordem de grandiosidade, segundo a NMEBeatles: todas as músicas da banda em ordem de grandiosidade, segundo a NME

Vocalista do King's X relembra sofrimento; implorava a Deus para não ser mais gayVocalista do King's X relembra sofrimento; "implorava a Deus para não ser mais gay"

Slash diz que ficou impressionado e orgulhoso ao ver Axl Rose como vocalista do AC/DCSlash diz que ficou impressionado e orgulhoso ao ver Axl Rose como vocalista do AC/DC

Fã coloca Bruce Dickinson em saia justa; já pegou groupie e achou um membro extra?Fã coloca Bruce Dickinson em saia justa; "já pegou groupie e achou um membro extra?"

Foo Fighters: a tocante opinião de Brian May (Queen) sobre a bandaFoo Fighters: a tocante opinião de Brian May (Queen) sobre a banda

Bruce Dickinson já fez show para um único ser humano (e ofereceu cerveja ao felizardo)Bruce Dickinson já fez show para um único ser humano (e ofereceu cerveja ao felizardo)

Black Sabbath: 10 músicas menos conhecidas da formação clássica que todos deveriam ouvirBlack Sabbath: 10 músicas menos conhecidas da formação clássica que todos deveriam ouvir

U2: Edge escolhe a melhor música gravada por outro artista (e você certamente a ouviu)U2: Edge escolhe a melhor música gravada por outro artista (e você certamente a ouviu)

João Gordo e Eloy Casagrande ironizam morte de Olavo de Carvalho nas redesJoão Gordo e Eloy Casagrande ironizam morte de Olavo de Carvalho nas redes

Ex-Iced Earth Matt Barlow continua em contato com Jon Schaffer apesar de toda polêmicaEx-Iced Earth Matt Barlow continua em contato com Jon Schaffer apesar de toda polêmica

Guns N' Roses: DJ Ashba critica Buckethead e seu balde de frango na cabeçaGuns N' Roses: DJ Ashba critica Buckethead e "seu balde de frango na cabeça"

Geoff Tate diz que Queensryche recusou quantias obscenas de dinheiro por reuniãoGeoff Tate diz que Queensryche recusou quantias "obscenas" de dinheiro por reunião

Nightwish: a sincera opinião da ex-vocalista Anette Olzon sobre atual som da bandaNightwish: a sincera opinião da ex-vocalista Anette Olzon sobre atual som da banda


Stamp

Gordons: Uma qualidade imensurável nas composições

Resenha - Hecatombe - Gordons

Por Mário Orestes Silva
Em 29/01/16

Um ótimo exemplo de banda que começou tocando somente covers e migrou lentamente para um repertório autoral, Gordons lança seu debut titulado de "Hecatombe", trazendo 10 faixas bem elaboradas que transitam flexivelmente entre o blues e o hard rock clássico, cantado em português, mantendo uma unidade sonora digna de quem está firmando sua identidade musical.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

A bolachinha abre com "Intensidade" que mostra de cara um timbre de guitarras bem marcante, com um ótimo refrão levando a canção. A segunda é "Uma Vontade Qualquer" que traz boa letra e remete diretamente a medalhões do rock. Os arranjos são muito bons e a canção apresenta qualidade excepcional dos músicos. Em terceira posição está "Pagando pra Ver", mais uma com influências diretas de grandes nomes, com um rock simples e muito bem arranjado. Nesta feita já há trabalho com backing vocals e rápidos dedilhados no contrabaixo. A quarta faixa é "Preciso de Mim". Um blues pesado com destaque para o grande trabalho de cordas executado pelo contrabaixista Roberto Lima (também conhecido como Beto Lee, bem antes do filho de Rita Lee ganhar pelos) e pelo guitarrista Carlos Martins.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Em seguida vem "Páginas". Uma balada pronta pra tocar no rádio. Seu trabalho já mostra uma pitada de progressive rock. Na sequência está "O Claro" que volta ao rock clássico e dá uma apaziguada em seu meado, sem demorar a retomar o peso. O destaque desta vez está na precisão do experiente baterista Sérgio Henrique, que também é responsável pelos backings.

A sétima é "Mentiras de Verdade" (ótimo título de faixa). Outra balada, desta vez com um lindo dedilhado na abertura que ganha distorção no primeiro solo. Aliás, haja solos de guitarra nesta música. Aqui o brilho vai para a segurança na voz de Carlos Palácio. "Multidões" vem em seguida e sua estrutura lembra bastante os andamentos dos canadenses do Rush. A penúltima é nomeada com um trocadilho que também está presente no seu refrão. "Vai Tomar um Blues" é um hard rock já bem conhecido pelo público que adora vida notívaga e sacanagem. Pra fechar o CD, a que nomeia o disco. "Hecatombe" é uma faixa curta dedilhada que, apesar de singela, possui uma linda letra.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Agradecimentos, algumas fotos da banda, ficha técnica e todas as letras das músicas compensam a fraca arte de capa. Com músicos experientes, profissionais e humildes, que não se poupam em caprichar nas composições, os Gordons vieram pra ficar por muito tempo, trazendo à tona um grande álbum de estreia. "Hecatombe" pode parecer apenas mais um disco de rock, mas quando escutado com atenção, o disco demonstra uma qualidade imensurável nas composições.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos


Sobre Mário Orestes Silva

Deuses voavam pela Terra numa nave. Tiveram a idéia de aproveitar um coito humano e gerar uma vida experimental. Enquanto olhavam, invisíveis ao coito, divagavam: - Vamos dar-lhe senso crítico apurado pra detratar toda sua espécie. Também daremos dons artísticos. Terá sex appeal e humor sarcástico. Ficará interessante. Não pode ser perfeito. O último assim, tivemos de levar à inquisição. Será maníaco depressivo e solitário. Daremos alguns vícios que perderá com a idade pra não ter de morrer por eles. Perderá seu tempo com trabalho voluntário e consumindo arte. Voltaremos numas décadas pra ver como estará. Assim foi gerado Mário Orestes. Décadas depois, olharam como estava aquela espécie experimental: - O que há de errado? Porque ele ficou assim? Criamos um monstro! É anti social. Acumula material obsoleto que chamam de música analógica. Renega o título de artista pelo egocentrismo em seus semelhantes. Matamos? - Não. Ele já tentou isso sem sucesso. O Deixaremos assim mesmo. Na loucura que criamos pra vermos no que dará, se não matarem ele. Já tentaram isso, também sem sucesso. Então ficará nesse carma mesmo. Em algumas décadas, voltaremos a olhar o resultado. Que se dane.

Mais matérias de Mário Orestes Silva.