RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal

imagemEx-guitarrista do Megadeth não liga para Mustaine e diz que está "fazendo dinheiro para ele"

imagemComo Tommy Lee e o Mötley Crüe ajudaram Axl Rose a escrever "November Rain"

imagemQual era a opinião de Tony Iommi sobre Ozzy Osbourne solo e Randy Rhoads em 1984?

imagemOs 10 maiores álbuns da história do grunge, em lista do Brave Words

imagemSlash se sente feliz por não existir internet nos primórdios do Guns N' Roses

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemPara John Lennon, os Beatles poderiam ter acontecido sem George e Ringo

imagemVocalista do Skid Row divulga cover matador de "Painkiller", do Judas Priest

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagemPaul McCartney quase foi atropelado ao tentar recriar famosa cena de capa de disco

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok


Black Sabbath: O Disco "Solo" De Tony Iommy?

Resenha - Seventh Star - Black Sabbath (Featuring Tony Iommi)

Por Vitor Sobreira
Postado em 26 de dezembro de 2015

Nota: 8

O Black Sabbath por si só já dispensa obvias apresentações, seja por sua tradição no estilo que tanto amamos, seja por seus inúmeros clássicos na pesada bagagem. No entanto, o disco a seguir, tecnicamente, não era para ser desta lendária banda, mas sim um trabalho 'solo' de Tony Iommi. Ficou curioso? Então leia mais um pouco!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com a intenção inicial de lançar um disco solo, e após pressões exercidas pela 'major' Warner, Iommi 'resolveu' adicionar o nome/marca BLACK SABBATH, após adquiri-lo definitivamente, e para ficar mais a vontade, ou talvez ser mais honesto com os fãs e consigo mesmo, incluiu logo abaixo do nome os dizeres: 'Featuring Tony Iommi'.

Detalhes burocráticos a parte, o disco conta inusitadamente com os conhecidos Glen Hughes (ex-Deep Purple) e o baterista Eric Singer (futuro Alice Cooper, Kiss...), além do tecladista Geoff Nicholls (Quartz), que há alguns anos já acompanhava a banda de uma maneira 'discreta', e tendo sido trazido a luz neste trabalho, que é um genuíno disco de Hard'n Heavy de fazer cair o queixo, menos denso e mais revigorado, mostrando que um som feito por quem sabe fazer, é outra coisa.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Confesso que nunca me interessei (muito) pelo vocalista Glen Hughes e suas nuances Soul/Funk, mas ouvir-lo neste álbum é bem satisfatório, pois realmente o cara cantou muito e esbanjou 'feeling', o que com certeza ajudou na qualidade das canções. E, sendo Tony Iommi um dos maiores guitarristas do planeta, o cara não se limitou ao som clássico do grupo de outrora, e sim buscou por novos meios de se renovar e manter atualizado sem perder suas principais características.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A gravação poderia ter ficado melhor, levando em consideração a grandeza da banda, no entanto, nada que afete a diversidade das ótimas músicas presentes, tais como as inesquecíveis e poderosas 'In For The Kill'e 'Turn the Stone', a balada 'No Stranger to Love', a empolgante 'Danger Zone', a épica faixa título 'Seventh Star' e o emocionante (e pessoal final) com 'In Memory...', escrita em homenagem ao falecido pai de Tony.

Eis aqui uma boa dica, se procuras um som relevante, para ouvir sem receio de se decepcionar. Só não se esqueça de aumentar o volume e curtir pra valer!!

FAIXAS:
1. In for the Kill
2. No Stranger to Love
3. Turn to Stone
4. Sphinx (The Guardian) [Instrumental]
5. Seventh Star
6. Danger Zone
7. Heart Like a Wheel
8. Angry Heart
9. In Memory...

BANDA:
Glenn Hughes - Vocals
Tony Iommi - Guitars
Eric Singer - Drums
Dave Spitz - Bass
Geoff Nicholls - Keyboards
PARTICIPAÇÃO:
Gordon Copley - Bass (Faixa 2)

Lançamento: Janeiro de 1986 - Warner

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Vitor Sobreira

Moro no interior de Minas Gerais e curto de tudo um pouco dentro do maravilhoso mundo da música pesada, além de não dispensar também uma boa leitura, filmes e algumas séries. Mesmo não sendo um profissional da escrita, tenho como objetivos produzir textos simples e honestos, principalmente na forma de resenhas, apresentando e relembrando aos ouvintes, bandas e discos de várias ramificações do Metal/Heavy Rock, muitos dos quais, esquecidos e obscuros.
Mais matérias de Vitor Sobreira.