SuperSonic Brewer: Energia e agressividade derrubando bastardos

Resenha - Overthrow The Bastards - SuperSonic Brewer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Faustino
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

Após 3 anos do lançamento do Debut "Broken Bones", em 2011, eis que os gaúchos do SuperSonic Brewer lançaram em 2014, o sucessor "Overthrow the Bastard".

SuperSonic Brewer: disponibilizada música inédita nas plataformas digitaisRob Halford: "Talvez eu seja o único Gay vocalista de Metal"

Iniciando a audição do disco, temos "Global Domination", uma introdução com pouco mais de minuto. Transmite uma energia eloquente ao ouvinte, trazendo uma citação de Jordan Maxwell sobre a "Tomada do Poder no Planeta Terra".

Prosseguindo, "Terrorstorm" mostra uma entrada triunfal, com peso e agressividade, andamento rápido no início e passagens grooveadas durante toda a sua duração. É inquestionável a influência de Black Label Society e Pantera.

Adiante temos "Broken Line" e "Hammer Down" que trazem riffs coesos e energéticos, mostrando grande habilidade dos guitarristas, que revezam entre si em linhas instrumentais precisas e agressivas. Temos em "Hammer Down", um ótimo trabalho de bateria e em determinados momentos oscilam entre o veloz e o cadenciado técnico, com quebras de tempo arrebatadoras, transformando esta faixa no destaque do álbum.

A próxima faixa é "Dirty Ass", que traz um riff inicial lento, que cadencia a composição por toda sua duração. Fica evidente a grande qualidade dos músicos que compõe o grupo, a canção possui uma verdadeira aula de baixo, que se sobressai em grandes momentos. Os vocais oscilam entre Death Metal e Thrash Metal dando uma característica agressiva ao som e mantendo a ordem na cozinha, uma potente e truncada linha de bateria, não podendo deixar de citar "End Times" a faixa escolhida para ser o primeiro vídeo clipe dos gaúchos.

Mantendo o ânimo e a inspiração, temos ainda "Vatican's Downfall", que sem dúvida é a faixa mais rápida e visceral do disco, possuindo linhas vocais totalmente Death Metal. "Overthrow the Bastard" é a faixa título que encerra o registro sintetiza o que o lançamento quer transmitir : A QUEDA DOS BASTARDOS.

Formação :
Rodrigo Fiorini : Guitarra
Vinicius Durli : Vocal/Baixo
Evandro "Piki" da Silva : Bateria
Mauricio Menegotto : Guitarra



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Supersonic Brewer"


SuperSonic Brewer: disponibilizada música inédita nas plataformas digitaisSuperSonic Brewer: confira novo single "Into the Black"SuperSonic Brewer: duas músicas do novo álbum In Blackness liberadasSuperSonic Brewer: liberado lyric vídeo da inédita "Lust For Blood A.D."

Rob Halford: Talvez eu seja o único Gay vocalista de MetalRob Halford
"Talvez eu seja o único Gay vocalista de Metal"

Veja SP: show do Iron Maiden eleito como pior de 2009Veja SP
Show do Iron Maiden eleito como "pior de 2009"


Sobre Bruno Faustino

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.