Asia: Gravitas quase dá azia

Resenha - Gravitas - Asia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Roberto Rillo Bíscaro
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 3

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Em 1981, sobreviventes de bandas de rock progressivo aparentemente desintegradas formaram supergrupo. John Wetton, baixista e vocalista do King Crimson; Steve Howe, guitarrista do Yes; Geoff Downes, tecladista que passara pelo Yes e tocara no Buggles, cujo clipe pra Video Killed the Radio Star iniciou as transmissões da MTV e Carl Palmer, baterista do Emerson, Lake & Palmer formaram o ASIA.

1788 acessosGuitarras: As mais icônicas do Rock - Parte 135000 acessosMegadeth: Dave Mustaine não está feliz com os improvisos de Kiko Loureiro?

Em 82, saiu o álbum Asia, decepção para os fãs de prog sinfônico. A banda tocava rock de arena, formato popular nos anos 1980: produção polida nos detalhes de uma fórmula rígida, que rendeu um monte de canções como sonoridade pasteurizadamente igual, com vocalistas sem voz marcante, mas que vendiam milhões e lotavam estádios. Vez ou outra alguma canção se sobressaía e, dentro do contexto da época, até era excitante e continua até hoje (será que apenas por evocar memórias?). Do álbum de estreia do ASIA, Only Time Will Tell e Heat of the Moment estouraram.

Os demais álbuns não repetiram o sucesso e, típico de egos prog, o ASIA mudou mais de formação do que David Bowie a cor do cabelo. Em 2006, reagruparam-se com a formação original, que durou até 2013, quando Steve Howe anunciou sua aposentadoria do grupo, para tocar outros projetos. Ele foi substituído por Sam Coulson, que tem idade para ser neto de Carl Palmer. Com a formação original, menos Howe, o ASIA lançou Gravitas em março de 2014.

Gravitas tem tanta personalidade quanto os milhares de despercebidos álbuns de fracassadas bandas aspirantes a prog, hard rock ou AOR enterrados na areia dos tempos. Imperdoável, considerando-se o pedigree das ex-bandas dos Asiáticos.

A impressão é de que voltamos para o mais asséptico dos anos 80, quando ex-prog falidos ou semi-esquecidos tentavam sucesso comercial. As canções parecem a mesma: Valkyrie, Gravitas e Heaven Help Me Now têm a mesma base, depois das introduções. Valkyrie inicia auspiciosa com seu violoncelo e vocalização; Gravitas tem introdução estendida de orquestra de sintetizador e Heaven.... evoca Queen na vocalização inicial, pra depois lembrar a possibilidade de um rockão sinfônico a la Angra, anos 90. Depois do descrito, as 3 caem na mesmice faceless. Iguais entre si e idênticas a centenas de outras.

Se lançadas em 85, I Would Die for You e a balada Joe Dimaggio’s Glove talvez alcançassem alguma posição entre as sexagésimas no Top 100 da Billboard. Alguém que decida perder tempo como eu, pode me dizer qual a diferença entre a versão não acústica e a acústica, presente na Deluxe Edition?

Em The Closer – balada excessivamente longa que arremeda um trecho de Woman in Love, da Barbra Streisand e depois Drive, do Cars; ouça e tente cantarolar junto! – o cantor reclama que quanto mais se aproxima, mais alguém o repele e ele não sabe o que fazer. Com um álbum impessoal como Gravitas não admira a rejeição. O que fazer? Produzir um disco relevante.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Tracklist
1. "Valkyrie" 5:25
2. "Gravitas" 7:59
3. "The Closer I Get To You" 6:38
4. "Nyctophobia" 5:11
5. "Russian Dolls" 5:05
6. "Heaven Help Me Now" 5:38
7. "I Would Die For You" 3:11
8. "Joe Di Maggio's Glove" 4:30
9. "Till We Meet Again" 4:03
10. "The Closer I Get To You (Acoustic)" (Deluxe Edition bonus track)
11. "Joe Di Maggio's Glove (Acoustic)" (Deluxe Edition issue bonus track)
12. "Russian Dolls (Acoustic)" (Japanese CD issue bonus track)

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

GuitarrasGuitarras
As mais icônicas do Rock - Parte 13

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Asia"

Asia e YesAsia e Yes
Roger Dean processa criadores de Avatar

Sem imaginação?Sem imaginação?
Os nomes de bandas mais estúpidos da história

AsiaAsia
O nome de disco que gera duplo sentido

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Asia"

MegadethMegadeth
Dave Mustaine não está feliz com os improvisos de Kiko?

MáscarasMáscaras
Confira algumas das mais fodas do metal

Vida de rockstarVida de rockstar
Sexo, drogas, álcool e mau comportamento

5000 acessosBruno Sutter: ouça em primeira mão o 1º single, "The Best Singer in the World"5000 acessosHard Rock - Aqueles que ficaram para trás - Parte 15000 acessosBob Dylan: é dele a "Maior Música de Todos os Tempos"5000 acessosWeird Al Yankovic: veja dez paródias do rei da música cômica4825 acessosPhil Anselmo: vocalista conta história de suas tatuagens em vídeo5000 acessosRob Halford: o verdadeiro significado do Natal

Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Roberto Rillo Bíscaro é professor universitário e edita o Blog do Albino Incoerente desde 2009.

Mais matérias de Roberto Rillo Bíscaro no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online