RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemDeep Purple: David Coverdale revela quem quis como substituto de Ritchie Blackmore

imagemAndi Deris tem problemas de saúde e shows do Helloween são adiados

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok

imagemProdutor da turnê de Paul Di'Anno explica problemas no primeiro show

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemO motivo nada musical que fez Bruce Dickinson querer se juntar aos hippies

imagemVocalista do Fleshgod Apocalypse é pedida em casamento durante show da banda

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagemEloy Casagrande repete o feito sendo eleito melhor baterista de metal do mundo

imagemTony Iommi conta quais são os riffs preferidos que ele escreveu

imagemShane Hawkins, filho de Taylor Hawkins, ganha prêmio de melhor performance do ano

imagemZelador viraliza após incrível semelhança com voz de Steve Perry em "Don't Stop Believin'"

imagemEm disputa acirrada, fãs batem recorde e elegem melhores discos de metal de 2022

imagemOs 20 melhores álbuns lançados em 1993, segundo a Revolver Magazine


Stamp

Azul Limão: Metal e Progresso

Resenha - Ordem e Progresso - Azul Limão

Por Vitor Sobreira
Postado em 16 de outubro de 2015

Nota: 8

Em tempos difíceis, quase tudo é difícil, porém, sempre há uma uma esperança para melhoras. No Heavy Metal, isso não deixa de ser diferente, e como prova, vemos que nossas bandas favoritas lutaram muito para conseguir o reconhecimento que possuem hoje em dia, sendo que nada caiu do céu. No Brasil, pioneiros como Stress, Karisma, Salário Mínimo e tantos outros, não deixaram a paixão pelo Metal se apagar e virar cinza, mas muito pelo contrário, aumentaram ainda mais o fogo, mesmo que enfrentando os mais incontáveis obstáculos, e como recompensa, seus nomes estão gravados para sempre na história metálica.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com um nome bem curioso e particular, tirado de uma tira de quadrinhos do personagem Hagar, o Horrível, e um álbum na bagagem (o clássico Vingança, de 1986), os cariocas queriam mais. Após algumas trocas de integrantes, e vários shows feitos, em 1987 a rapaziada resolve lançar este EP (ou álbum, como queira), contando com apenas 6 faixas que totalizam pouco mais de 20 minutos de duração e ainda conta com um cover para os conterrâneos da Dorsal Atlântica com "Princesa Do Prazer" (que fala sobre uma prostituta), muito boa por sinal, e que caiu como uma luva à sonoridade do grupo, devido as suas batidas rápidas e certeiras. Logo de cara, percebemos que a gravação poderia ter sido melhor, para dar as músicas um ar ainda mais superior, sendo que temos de aumentar bem o volume do som para obtermos uma audição mais satisfatória, mas nada que prejudique este discão, visto que para época e os recursos existentes aqui no Brasil para a nossa tão amada música pesada, foi o melhor que conseguiram.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Talvez em relação ao primeiro disco, neste aqui há um direcionamento e uma evolução um pouco mais Heavy, com um peso bem agradável e boas letras, que falam sobre sentimentos, e a vida cotidiana. Todos os músicos merecem os parabéns por suas performances, onde tocaram com garra e ousadia, seja nos solos, nas levadas de bateria e no baixo, e inclusive o vocalista Rodrigo, com uma forte e boa interpretação, sendo que tempos depois, foi para o exterior cantar Óperas profissionalmente.

Como destaques pessoais, posso citar todas as músicas, sendo a fortissimamente ótima "Solidão", que conta com uma linha de baixo bem chamativa e um direcionamento mais direto (não rápido, mas direto) e um refrão que se aloja no cranio, a rápida e empolgante "Rotina", com uma letra que retrata um pouco o que (nós) os trabalhadores passam para ganhar o pão-de-cada-dia, a pesada faixa título, e a poderosa e totalmente Heavy Metal "Brilho". São músicas muito boas mesmo, que merecem a sua atenção, meu caro leitor, pois quando ouvimos um disco como este, é que vemos até onde a vontade e a paixão podem levar pessoas a realizar seus sonhos e superar expectativas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É Metal feito no Brasil, porra... Vai encarar?

Formação:
Vinícius Mathias - Bass
Ricardo Martins - Drums
Marcos Dantas - Guitars
Rodrigo Esteves - Vocals

Músicas:
1. Tema da Primavera
2. Rotina
3. Ordem & Progresso
4. Solidão
5. Brilho
6. Princesa do Prazer (Dorsal Atlântica cover)

Lançamento: 1987 - Point Rock

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps



Azul Limão fará show de lançamento do novo álbum "Na Pressão" no Rio de Janeiro

Paixão e emoção: Heavy Metal Terra Brasilis

Metal nacional: quinze álbuns clássicos de bandas brasileiras

Azul Limão: Primórdios do Heavy Metal no Brasil


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Vitor Sobreira

Moro no interior de Minas Gerais e curto de tudo um pouco dentro do maravilhoso mundo da música pesada, além de não dispensar também uma boa leitura, filmes e algumas séries. Mesmo não sendo um profissional da escrita, tenho como objetivos produzir textos simples e honestos, principalmente na forma de resenhas, apresentando e relembrando aos ouvintes, bandas e discos de várias ramificações do Metal/Heavy Rock, muitos dos quais, esquecidos e obscuros.
Mais matérias de Vitor Sobreira.