Pop Javali: Surrealismo e Hard Rock

Resenha - Game Of Fate - Pop Javali

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Pedro Hewitt
Enviar correções  |  Ver Acessos


Conheci mais um material de primeira através da Som do Darma, mais uma banda que possui alto requinte por ser um power trio, influenciado por grandes bandas como Rush, Cream, Dr.Sin.

Oh, não!: clássicos que foram "estragados" pelo tempoDébil Metal: quando os fãs assustam os ídolos

Apontado por mim como um dos melhores álbuns lançados em 2014, "The Game Of Fate", sob a produção dos irmãos Andria e Ivan Busic (Dr.Sin) no estúdio Sonata 84, masterizado por Átila Ardanuy, e sem mais e nem menos o resultado fantástico está resumido em 11 faixas, com uma arte de capa com uma coisa de primeira linha, todo baseado em uma temática de ambiente reflexiva, sobe um olhar e um relógio que parece querer continuar, retratando um surrealismo com a vida passando e o que isso pode significar para você e ao seu redor.

Pop Javali, traz o Hard Rock no sentido mais literal da palavra, com uma banda que parece vivenciar isso 24 horas por dia sem parar, tendo muito bom gosto, praticidade e simpatia na escolha de melodias e riffs que executam. O power trio realmente conseguiram, criar um grande trabalho como este não é nada fácil destacar alguma faixa, já que todas tem seu momento especial.

"Road To Nowhere" (Não, não é um cover do Ozzy) tem um riff marcante e é a que soa mais moderna (Posso estar enganado, mas enxerguei assim) do CD, e seguindo a mesma linha com aquela velha pegada clássica, temos também "Enjoy Your Life", com uma ótima melodia de guitarra. Nesta mesma citada o vocalista Marcelo Frizzo, dá um show de interpretação em uma balada cativante e harmoniosa.

As músicas não possuem faixas rápidas demais, nem lentas demais, elas ficam sempre médias, e Jaéder Menossi demonstra técnica de inúmeras formas.

Não sou um profissional analista do Hard Rock e não tenho tantos anos igual a muitos que fazem resenhas nesses sites e revistas, mas levo em conta a música em si e pelo que já ouvi. Sendo assim, digo que temos aqui uma banda que se encaixa no top 10 de melhor produção dentro do Hard Rock power trio produzidos no Brasil e tenho certeza que os amantes do estilo vão ouvir e bater o martelo comigo. Eu recomendo!

Jaéder Menossi (Guitarra)
Waldemar Rasmussen (Bateria)
Marcelo Frizzo (Vocal/Baixo)

Contato:
https://www.facebook.com/popjavali
http://popjavali.com.br/site/
https://www.facebook.com/som.dodarma


Outras resenhas de Game Of Fate - Pop Javali

Pop Javali: Sabendo exatamente o que querem




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Pop Javali"


Oh, não!: clássicos que foram estragados pelo tempoOh, não!
Clássicos que foram "estragados" pelo tempo

Débil Metal: quando os fãs assustam os ídolosDébil Metal
Quando os fãs assustam os ídolos

Heavy Metal: 5 músicos que não são metaleiros mas amam o estiloHeavy Metal
5 músicos que não são metaleiros mas amam o estilo

Ninguém é perfeito: os filhos bastardos de pais famososNinguém é perfeito
Os filhos "bastardos" de pais famosos

Separados no nascimento: Cazuza e Lauro CoronaSeparados no nascimento
Cazuza e Lauro Corona

Corey Taylor: o disco que muitos ficariam chocados em saber que ele temCorey Taylor
O disco que muitos ficariam chocados em saber que ele tem

Guns N' Roses: Alcione usa rosto de Axl Rose no RIR e ele agradeceGuns N' Roses
Alcione usa rosto de Axl Rose no RIR e ele agradece


Sobre Pedro Hewitt

Estudante, Headbanger, amante de relações públicas, responsável pelo Infektor Self Festival & Toque Rápido ou Peça Perdão, trabalha desde 2015 com produção de shows em Teresina. Teve a oportunidade de trabalhar com grandes nomes do Metal como Onslaught, Air Raid, Enforcer, Fist Banger, Escarnium, entre outros.

Mais matérias de Pedro Hewitt no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336