Morfolk: Uma das mais importantes no Death Metal em SP

Resenha - ...Until Death - Morfolk

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8


O EP anterior, "Prelude" (2012), já denunciava que coisa boa viria e o Morfolk confirma isso em seu novo álbum "...Until Death". O trabalho consolida a banda como uma das mais importantes representantes do Death Metal no estado de São Paulo.

Sebastian Bach: descrevendo o horror de urinar com Phil AnselmoTamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixos

Em primeira instância, a banda traz todas as 3 faixas do EP mencionado, isto é, garantiram a nota acima da média. Em segundo lugar, o trabalho aqui demonstrado é primoroso, e está ainda mais lapidado, além de manter a chama do estilo em alta com muita precisão.

Os riffs continuam espetaculares, mas ainda mais bem executados e variados, os solos adotam uma certa melodia e casaram perfeitamente com as estruturas das composições e a cozinha mostra uma pegada absurda. Tudo tendo à frente os urros de Walter Romulo que aqui se mostra ainda mais versátil.

Não tem como não apreciar faixas como Shadow of Fear, One Against All, Hate Beyond The Pain e a já clássica Bloodlust. Além de tudo, ainda há duas composições cantadas em português que ficaram um primor e denunciam a influência Thrash Metal da banda, são elas: Desordem e Alienação.

O detalhe de "...Until Death" é que a banda está mais veloz e mais agressiva. O artista Daniel Sanchez ficou a cargo da arte gráfica novamente e mais uma vez desenvolveu um belíssimo trabalho. Se aprecias a verdadeira essência do Death Metal, que não soa datado e muito menos 'modernoso', eis o álbum certo!

https://www.facebook.com/Morfolk
http://www.myspace.com/morfolk



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Morfolk"


Sebastian Bach: descrevendo o horror de urinar com Phil AnselmoSebastian Bach
Descrevendo o horror de urinar com Phil Anselmo

Tamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixosTamanho é documento?
Os Rock Stars mais altos e baixos


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.