Human Temple: Um sólido álbum de rock melódico

Resenha - Murder of Crows - Human Temple

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Felipe Resende, Tradução
Enviar Correções  


Seis anos após seu álbum de estréia "Insomnia", os roqueiros melódicos do Human Temple retornam com o álbum sucessor, "Murder of Crows". Human Temple é formado por Janne Hrme (Vocais), Petri Lehto (Bateria), Jori Tojamder (Teclado) e Harri Kinnunen (Baixo).

Heavy Metal: as 10 introduções mais matadoras do estiloQueen: 10 coisas que você não sabe sobre Bohemian Rhapsody

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Não sendo familiar com o álbum de estréia da banda, eu não estava certo sobre o que esperar como este soaria. Com o visual da capa e do nome do álbum, estava esperando algo muito sombrio, ou algo soando gótico ou metal. Então, obviamente, estou extrema e prazerosamente surpreso em descobrir que esse álbum é, na verdade, voltado diretamente para o rock melódico escandinavo. Eu detecto um pouco da influência de Dokken em algumas canções, mas este lançamento realmente põe os álbuns recentes do Free Spirit, Crash the System e Places of Power em minha mente. Então se você gosta de algumas dessas bandas, ou rock melódico escandinavo em geral, você certamente não se dará mal se checá-lo!

Eu realmente gosto dos vocais de Janne Hurme, suaves e poderosos (mas ainda melódicos), e próximos à perfeição para esse estilo de música. Apesar de haver uma atmosfera melancólica e sombria criada na maioria das canções, eu não rotularia esse álbum como sombrio. Ele possui algumas partes de teclado altamente viciantes (as quais eu totalmente adorei), e guitarras esmagadoras para fazer qualquer fã de AOR feliz - e a banda acrescenta algumas canções pesadas e outras baladas mid-tempo realmente belas para manter o álbum interessante e fluído. Existem alguns refrões realmente atmosféricos e rápidos que o fazem uma adorável descoberta para mim, como se o álbum pudesse ter escapado de minha pessoa. Não o deixe escapar de você!

"Not My Fault", "Empty Stages" e "Lie" provavelmente apresentam a habilidade da banda em escrever uma canção melódica de rock sombria e melancólica, com um grande coro rápido, ótimo. Para engrossar as coisas nós temos "Promised Land", que realmente é uma das faixas mais pesadas do álbum (com uma vibe bluesy) e lentamente nos arrebata, e "Emily", a qual tem uma vibe Thin Lizzy e dá ao álbum um pouco de variação. "Secret" soa como se tivesse vindo diretamente de um álbum do Places of Power - uma canção absolutamente fantástica que tem uma incrível preparação para um refrão "in your face"; eu realmente gosto das letras dessa aí.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eu acredito que as baladas mid-tempo atmosféricas "Your's Cold Blooded" e "What About My Broken Heart" irão impressionar as pessoas com alguns momentos realmente bonitos (especialmente a última, que funde música e poesia para criar a atmosfera certa para se encaixar com a letra da canção). No entanto, a banda mostra o seu verdadeiro poder em suas canções mais orientadas ao AOR "Just One Night" e "Ghost of You", lideradas por teclados viciantes e refrões matadores. Se elas não o fizerem dançar e cantar ao mesmo tempo, eu não sei o que poderia! Pessoalmente, eu não consigo tirar o refrão de "Ghost of You" de minha maldita cabeça!

Um sólido álbum de rock melódico que vale a pena ouvir, e eu tenho certeza que irá agradar a muitos fãs do gênero o tanto quanto me agradou. O velho ditado "nunca julgue um livro pela capa" vem à cabeça, então não deixe o trabalho da capa ou o seu título impedir de checá-lo - se você gosta de AOR, faça um favor a você mesmo e ouça!

Track Listing: Not My Fault / Empty Stages / Just One Night / Promised Land / Lie / Yours Cold Blood / Ghost of You / Emily / Secret / What about My Broken Heart

Resenhado por Woody em
http://www.midlandsrocks.co.uk/reviews/album-reviews/humantemple_murderofcrows -




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Heavy Metal: as 10 introduções mais matadoras do estiloHeavy Metal
As 10 introduções mais matadoras do estilo

Queen: 10 coisas que você não sabe sobre Bohemian RhapsodyQueen
10 coisas que você não sabe sobre Bohemian Rhapsody


Sobre Felipe Resende

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280