Desalmado: Escravos do Grindcore

Resenha - Estado Escravo - Desalmado

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

9


Está mais do que na hora de o Desalmado ter maior reconhecimento, afinal "Estado Escravo", mesmo se tratando de um EP, é o ápice da banda. Afiado, técnica apurada, equilíbrio e agressividade na medida certa, sem apelar para o barulho barato e mostrando uma criatividade acima da média.

Gibson: os 10 maiores bateristas de todos os temposSlayer: a trágica e não revelada história do fim de Jeff Hanneman

Sim, a banda deixa latente suas influências de Napalm Death e Ratos de Porão, mas possui uma pegada própria e não se mostra preocupada em ser a mais original possível. E deve ser daí que sai sua característica própria, já que a banda mantém sua sonoridade habitual, mas sempre se mostrando gradativamente mais coesa.

Com temáticas que abordam problemas sociais, o Desalmado traz em "Estado Escravo" seu momento mais variado, com faixas mais velozes e outras nem tanto. Sempre mantendo o pique, o destaque vai para as linhas de guitarra que despeja riffs a esmo e está com uma timbragem muito bacana.

São sete faixas distribuídas em bem aproveitados dezessete minutos de um Grindcore maduro e muito profissional. Fato este que se comprova na habilidade da banda em saber explorar seu som em poucos minutos. A produção é soberba e a participação de João Gordo (Ratos de Porão) na faixa Santo Ofício caiu como uma luva. Um dos melhores EP´s do ano.

http://www.desalmado.com/
http://www.desalmado.com/



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Gibson: os 10 maiores bateristas de todos os temposGibson
Os 10 maiores bateristas de todos os tempos

Slayer: a trágica e não revelada história do fim de Jeff HannemanSlayer
A trágica e não revelada história do fim de Jeff Hanneman


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin