Fallen Fate: Não inova, mas é magnífico

Resenha - Into The Black - Fallen Fate

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

9


Algumas bandas conseguem, sem inovar, gerar uma sonoridade magnífica, que não esconde influências e nem clichês. Provando, definitivamente, que originalidade não é o principal elemento da música, o Fallen Fate faz exatamente isso neste seu segundo álbum.

Bon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de fora

Oh, não!: clássicos que foram "estragados" pelo tempo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A sonoridade aqui contida transita entre o Melodic Death Metal e o Metal sinfônico, com ótimas melodias e um primoroso trabalho instrumental. Guitarras técnicas e uma cozinha cheia de variação dão base para vocais rasgados e um clima angustiante em todo álbum devido aos arranjos.

O conceito do álbum gira em torno de uma garota chamada Vespa que lentamente é possuída pelo demônio que tenta matar sua família e ela mesma. As letras tentam desvendar se ela realmente está possuída pelo demônio ou se está sofrendo uma punição de Deus por sua falta de fé.

Apesar de um tanto ‘modernosa’, a produção de James Stephenson colabora com a qualidade do trabalho que chama atenção principalmente pela ligação (inclusive sonora) das composições, não dando descanso ao ouvinte. Difícil mesmo é destacar uma faixa, pois o álbum todo merece menção. Grata surpresa e belíssimo trabalho!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

http://www.fallenfate.co.uk/
https://www.facebook.com/fallenfateband




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de foraBon Jovi
Larissa Riquelme dançando com os seios de fora

Oh, não!: clássicos que foram estragados pelo tempoOh, não!
Clássicos que foram "estragados" pelo tempo


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280