Stryper: Qualidade inegavelmente ótima, só peca pelo tracklist

Resenha - Live at The Whysky - Stryper

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Jefferson Guedes Giammelaro
Enviar correções  |  Ver Acessos


O novo CD/DVD do STRYPER "Live at The Whysky", o primeiro lançamento ao vivo após o ótimo "No More Hell To Pay" (NMHTP), foi lançado em 23 de Setembro de 2014, pelo selo Frontiers Records e gravado em um show na famosa casa "Whiskey A Go Go" no sábado dia 16 de Novembro de 2013, assim que foi anunciado gerou muita expectativa, pois o NMHTP (2013) foi muito elogiado pela crítica no mundo todo ficando em várias listas como um dos melhores lançamentos de 2013.

White Metal: 10 bandas do estilo que merecem respeitoFotos de Infância: Bon Scott, do AC/DC

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A qualidade da gravação é inegavelmente ótima e o track list é de altíssima qualidade, repleta de músicas grandiosas, verdadeiros hinos, mas....

Quando o set do show vazou na internet (antes do track list oficial do CD/DVD) já houve muita discussão e um misto de ansiedade e decepção dos fãs. Ansiedade, pois o show contou até com um cover da banda VAN HALEN ("Ain't Talkin' 'bout Love") e decepção pela quantidade de músicas que se repetem no set-list dos CDS e DVDs ao vivo da banda. Após a confirmação do set que entraria neste novo trabalho, já sentiu-se falta da cover citada e houve a confirmação da repetição das músicas que permaneceram. Não que essas músicas sejam ruins, pelo contrário, são ótimas e tão boas quanto MUITAS outras que a banda possui e que não foram gravadas ao vivo recentemente, o STRYPER tem uma quantidade gigante de músicas ótimas desde o lançamento de seu primeiro CD. A grande discussão gerada é que mesmo com os clássicos, a grande maioria acredita que poderiam ter entrado mais músicas do NMHTP por exemplo. Este trabalho ao vivo, conta com 16 músicas e do último lançamento de estúdio citado, apenas 4 estão presentes.

Trailer oficial:

Novamente, não discuto a grandiosidade das músicas que estão presentes, apenas a repetição das mesmas. Para se ter uma idéia, levando em consideração apenas os últimos dois DVDs lançados "Live In Indonesia At Java Rockin' Land" (2012) e "Greatest Hits Live In Puerto Rico DVD" (2004), temos 10 músicas repetidas das 16 presentes no atual lançamento, os clássicos são: "Loud 'N Clear", "Rock That Makes Me Roll", "Reach Out", "Calling On You", "More Than A Man", "All For One", "To Hell With The Devil", "Soldiers Under Command", "Free" e "The Way", e elas se repentem nos dois shows gravados anteriormente. Pensando em CDs ao vivo, os dois últimos (oficiais) foram o "7 Weeks: Live in America, 2003" e a versão CD do DVD "Greatest Hits Live In Puerto Rico DVD" de 2004, com isso temos praticamente as mesmas 10 músicas repetidas também.

Assim num total de 16 músicas deste trabalho, tirando as 4 de NMHTP e as 10 que foram citadas acima, apenas 2 são inéditas em gravações ao vivo atuais e são: You Know What To Do, Always There For You.
Novamente afirmo que Isso não faz o CD ser ruim, mas penso que outros clássicos e outras músicas ótimas poderiam ter entrado neste set.

Calling On You

De uma maneira geral o CD tem a qualidade que se espera do STRYPER, a abertura do CD com "Legacy" e "Marching Into Battle" dá uma energia absurda, o instrumental das músicas são fantásticas e isso acompanha o CD todo. As outras duas músicas do NMHTP "No More Hell To Pay" e "Jesus Is Just Alright" ao vivo soam muito fortes e nos fazem desejar ver todas as outras deste CD ao vivo, pois lá temos ótimas canções. Mas (novamente) há um porém, as duas primeiras músicas nos fazem sentir faltar dos "gritos" que Michael Sweet dá nos CDs, sem eles as músicas perderam um pouco da agressividade que permeia o CD.

Na resenha que fiz sobre o NMHTP (você pode conferir no link abaixo), uma das coisas que mais me chamou a atenção além da agressividade dos instrumentos, foi a agressividade do vocal... Gritos limpos, atacando notas altíssimas, alguns que nos remetiam a uma mistura dos trabalhos "Againt The Law" (que considero um dos melhores e mais fortes trabalhos do STRYPER) e do "To Hell With The Devil" (grade clássico da banda); desde a primeira audição do NMHTP imaginei como seria escutar essas músicas ao vivo, "Renewed", "Saved By Love", a própria "Legacy" são exemplos de músicas que ao vivo devem ficar absurdamente fortes, se tocadas e cantadas como foram gravadas originalmente. Acho que para escutar essa agressividade do vocal, só mesmo nos shows.

Stryper: "No More Hell To Pay" (Delux Ediccion + Musica Extra)

A falta deste deste "detalhe" do vocal (detalhe importante e que é um ponto que sempre marcou e deu notoriedade ao STRYPER), se dá até a música "More Than A Man" quase metade do CD e ainda em algumas outras músicas, o vocal não se destacou como normal, exemplo é a clássica "The Rock That Makes Me Roll".

"You Know What To Do" e "Always There For You" foram as "gratas surpresas", ficaram ótimas. Essa "atualização" do STRYPER nas suas canções antigas são sempre muito bem feitas, a primeira citada ficou realmente muito boa e com a energia super alta, a segunda que é um grande clássico também ficou ótima. Um detalhe curioso é que Michael errou a letra, cantou duas vezes a segunda estrofe da música, a primeira parte da letra não foi cantada.

Soldiers Under Command

De uma maneira geral o instrumental é muito bom, Fox e Gaines foram monstruosos como sempre tanto no instrumental quanto no "backing vocal". Robert, coeso mas em algumas viradas da bateria deixou de lado a pegada firme das gravações e a única música que teve uma pequena diferença no instrumental, foi na introdução de "To Hell With The Devil" que não saberemos nunca se foi um erro ou um "novo arranjo".

Os destaques para mim como não poderiam ser diferente, são as músicas que não havíamos escutado em versões oficiais ao vivo "Legacy", "Marching Into Battle", "You Know What To Do", "No More Hell To Pay", "Jesus Is Just Alright" e "Always There For You", além da ótima versão de "All For One" e "The Way" que ficaram bem agressivas e acima da média das outras clássicas executadas no CD.

A tracklist oficial é:

CD: 1
1. Legacy
2. Marching Into Battle
3. You Know What To Do
4. Loud N' Clear
5. Reach Out
6. Calling On You
7. Free
8. More Than A Man
9. The Rock That Makes Me Roll
10. No More Hell To Pay
11. Jesus Is Just Alright
12. Always There For You
13. All For One
14. The Way
15. To Hell With The Devil
16. Soldiers Under Command

Sobre o DVD, não há muito o que comentar, apenas que as imagens do show são realmente ótimas, um grande trabalho gravado em alta definição.

Dados Oficiais do CD/DVD:

Lançamento dia 23 de Setembro de 2014 - Selo Frontiers Records .
Gravado em 16 de Novembro de 2013 na casa de show "Whiskey A Go Go".
Versão Japonesa desde trabalho conta com a versão acústica de "All Of Me" lançada originalmente no CD "To Hell With The Devil".

STRYPER é:
Michael Sweet - Vocal e guitarra
Oz Fox - Back-vocal e guitarra
Robert Sweet - Bateria
Timothy Gaines - Baixo

Alguns vídeos não oficiais do show em baixa qualidade:

To Hell With the Devil

Free

Always There For You

Obs: Todos os links do áudio e vídeo no Youtube foram encontrados na rede, e não possuem nenhum vínculo com o autor da resenha.


Outras resenhas de Live at The Whysky - Stryper

Stryper: Seria mais atraente se fossem outras faixas




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Stryper"


White Metal: 10 bandas do estilo que merecem respeitoWhite Metal
10 bandas do estilo que merecem respeito

Michael Sweet: confira as duas partes do making of de seu novo álbum, Ten

Stryper: banda pergunta aos fãs se deve abandonar visual preto e amareloStryper
Banda pergunta aos fãs se deve abandonar visual preto e amarelo

Em 24/10/1986: Stryper lançava To Hell With The Devil, maior obra do metal cristãoStryper: para Michael Sweet, banda merece estar no Hall da Fama do Rock And Roll

Stryper: CDs estão ficando obsoletos e, daqui alguns anos, já estarãoStryper
"CDs estão ficando obsoletos e, daqui alguns anos, já estarão"

White Metal: 10 bandas do estilo que merecem respeitoWhite Metal
10 bandas do estilo que merecem respeito


Fotos de Infância: Bon Scott, do AC/DCFotos de Infância
Bon Scott, do AC/DC

Nirvana: 20 coisas que você não sabia sobre NevermindNirvana
20 coisas que você não sabia sobre "Nevermind"


Sobre Jefferson Guedes Giammelaro

Um cara que gosta muito de música e que sabe que ela pode ser muito mais que apenas sons (ou barulho), mas sim algo que pode mudar vidas. Casado, cristão, guitarrista, colecionador de CDs e um cara que gosta muito de divulgar, reviver e ajudar na caminhada de novas e antigas bandas que não são apenas passageiras, mas que acrescentem algo na jornada... Buscando voltar à essência! Twitter: @je_ggg.

Mais matérias de Jefferson Guedes Giammelaro no Whiplash.Net.

adGoo336