Creptum: Black Metal na sua mais pura essência

Resenha - Age of Darkness - Creptum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Demo com cara de registro profissional, além de ser mais uma prova que o Black Metal brasileiro vive sua melhor fase. Afinal, o Creptum destila neste trabalho composições que representam muito bem o estilo, não devendo nada para nomes tradicionais do gênero.
5000 acessosRita Lee: Ela participou de suruba com o Yes e furtou a cobra de Alice Cooper5000 acessosQuais são os rockstars mais chatos do mundo?

Este disco é a regravação da segunda demo lançada em 2004 e conta com a atual formação. Nele você irá notar um Black Metal que dispensa arranjos com teclados ou climas épicos e que vai diretamente ao ponto. Guitarras ríspidas e prioridade na velocidade são as marcas.

Ainda há espaço para vocais rasgados e uma cozinha agressiva. A banda não mantém o pé no acelerador o tempo todo e encaixa umas quebradas de vez em quando, mas nada que influencie tanto e que possa ser percebido pelos desatentos. A produção do disco é outro fator positivo, com timbres bem escolhidos e qualidade de primeira.

Destaque para The Fall of The Nazarene Whore, The Strength of a Master e Oh My Lord... (esta da primeira demo “Make This World Burn” de 2003), mas todas as 6 composições merecem uma audição mais atenta, já que são de primeira linha. O disco ainda vem numa embalagenzinha caprichada!

http://www.creptum.com/
https://www.facebook.com/creptum

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Creptum"

Rita LeeRita Lee
Ela participou de suruba com o Yes e furtou a cobra de Alice Cooper

HumorHumor
Quais são os rockstars mais chatos do mundo?

Bret MichaelsBret Michaels
Reveja os maiores constrangimentos do vocalista

5000 acessosKing Diamond: o "Rei Satânico"5000 acessosCD vs Vinil: não diga que o som do vinil é melhor - porque não é5000 acessosMellotron: o instrumento cult que ajudou a compor clássicos5000 acessosWhitesnake: as músicas da vida de David Coverdale5000 acessosSlayer: Tom Araya revela seus ídolos do baixo5000 acessosGame of Thrones: a inspiração do Blind Guardian e Hammerfall

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online