Creptum: Black Metal na sua mais pura essência

Resenha - Age of Darkness - Creptum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Demo com cara de registro profissional, além de ser mais uma prova que o Black Metal brasileiro vive sua melhor fase. Afinal, o Creptum destila neste trabalho composições que representam muito bem o estilo, não devendo nada para nomes tradicionais do gênero.

Mike Mangini: um dos bateristas mais rápidos do mundo?Fotos de Infância: Bon Scott, do AC/DC

Este disco é a regravação da segunda demo lançada em 2004 e conta com a atual formação. Nele você irá notar um Black Metal que dispensa arranjos com teclados ou climas épicos e que vai diretamente ao ponto. Guitarras ríspidas e prioridade na velocidade são as marcas.

Ainda há espaço para vocais rasgados e uma cozinha agressiva. A banda não mantém o pé no acelerador o tempo todo e encaixa umas quebradas de vez em quando, mas nada que influencie tanto e que possa ser percebido pelos desatentos. A produção do disco é outro fator positivo, com timbres bem escolhidos e qualidade de primeira.

Destaque para The Fall of The Nazarene Whore, The Strength of a Master e Oh My Lord... (esta da primeira demo "Make This World Burn" de 2003), mas todas as 6 composições merecem uma audição mais atenta, já que são de primeira linha. O disco ainda vem numa embalagenzinha caprichada!

http://www.creptum.com/
https://www.facebook.com/creptum




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Creptum"


Mike Mangini: um dos bateristas mais rápidos do mundo?Mike Mangini
Um dos bateristas mais rápidos do mundo?

Fotos de Infância: Bon Scott, do AC/DCFotos de Infância
Bon Scott, do AC/DC

Slayer: cronologia de Hanneman, da picada da aranha até a morteSlayer
Cronologia de Hanneman, da picada da aranha até a morte

Motörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do SepulturaHeavy Metal: as 10 capas mais "de macho" de todos os temposAngra: Quem Kiko Loureiro acha que deve ocupar a sua vaga?Metallica: a história da música "Fade to Black"

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336