Abusive: Três minutos bem aproveitados

Resenha - Abusive - Abusive

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Quase 1 ano e meio de existência, e o trio formado por Everton Siqueira (vocal), Luiz Carvalho (guitarra) e Rafael Shibata (bateria) já se mostra prolífico. Afinal, os caras de Bastos/SP, além dessa primeira demo, já participaram de 3 splits e coletâneas distribuídas pelo Brasil afora.

Indústria: atrizes pornô começam a seguir mesmo rumo das bandasZodíaco True: Os perfis de cada signo em versão Headbanger

Neste trabalho auto-intitulado conseguem em impressionantes 3 minutos destilar o melhor do Grindcore/Powerviolence distribuídos em 10 faixas. Como um trator desgovernado as composições atropelam o ouvinte sem deixar provas concretas.

O que impressiona é a capacidade da banda em explorar bem suas composições em segundos, tornado-as significativas e interessantes, não meramente barulhos desgovernados e sem nexos. Talvez o bom trabalho das guitarras (simples, mas bem elaborado) seja um dos fortes motivos.

Além da bateria ultra violenta, temos um vocal insano que berra ao mundo letras baseadas na "realidade da sociedade e de seus medíocres valores de forma crítica e caótica" (como diz no próprio release). Além de tudo, a boa produção para abrilhantar ainda mais o disco e servir de exemplo para muitas bandas do estilo. Fique atento e baixe o seu no Bandcamp dos caras gratuitamente!

https://www.facebook.com/pages/Abusive-Grindcore/43322394343...
http://abusive.bandcamp.com/


Outras resenhas de Abusive - Abusive

null




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Abusive"


Indústria: atrizes pornô começam a seguir mesmo rumo das bandasIndústria
Atrizes pornô começam a seguir mesmo rumo das bandas

Zodíaco True: Os perfis de cada signo em versão HeadbangerZodíaco True
Os perfis de cada signo em versão Headbanger

Separados no nascimento: Eddie e Seu MadrugaSeparados no nascimento
Eddie e Seu Madruga

Bayley, Wilson e Cherone: grandes erros na história de grandes bandasAC/DC: como Angus responde a um copo de cerveja atirado?Slipknot: Clown está maravilhado com a persistência de CoreySlayer: "sem eles, não haveria Sepultura", diz Andreas ao comentar aposentadoria

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336