Abusive: Três minutos bem aproveitados

Resenha - Abusive - Abusive

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Quase 1 ano e meio de existência, e o trio formado por Everton Siqueira (vocal), Luiz Carvalho (guitarra) e Rafael Shibata (bateria) já se mostra prolífico. Afinal, os caras de Bastos/SP, além dessa primeira demo, já participaram de 3 splits e coletâneas distribuídas pelo Brasil afora.
5000 acessosMusas do Metal: confira as 10 mais lindas atualmente5000 acessosDoors - Perguntas e Respostas

Neste trabalho auto-intitulado conseguem em impressionantes 3 minutos destilar o melhor do Grindcore/Powerviolence distribuídos em 10 faixas. Como um trator desgovernado as composições atropelam o ouvinte sem deixar provas concretas.

O que impressiona é a capacidade da banda em explorar bem suas composições em segundos, tornado-as significativas e interessantes, não meramente barulhos desgovernados e sem nexos. Talvez o bom trabalho das guitarras (simples, mas bem elaborado) seja um dos fortes motivos.

Além da bateria ultra violenta, temos um vocal insano que berra ao mundo letras baseadas na “realidade da sociedade e de seus medíocres valores de forma crítica e caótica” (como diz no próprio release). Além de tudo, a boa produção para abrilhantar ainda mais o disco e servir de exemplo para muitas bandas do estilo. Fique atento e baixe o seu no Bandcamp dos caras gratuitamente!

https://www.facebook.com/pages/Abusive-Grindcore/43322394343...
http://abusive.bandcamp.com/

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Abusive - Abusive

280 acessosAbusive: Moendo carne com Grind/Crust/Power Violence desenfreado

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Abusive"

Musas do MetalMusas do Metal
Confira as 10 mais lindas atualmente

DoorsDoors
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

OutOut
Os 100 álbuns mais gays segundo a revista

5000 acessosCradle of Filth: Chimbinha, do Calypso, usando camiseta?5000 acessosNoisecreep: os 10 clipes mais assustadores do heavy metal5000 acessosMetal: adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?5000 acessosVinnie Paul: "O Linkin Park é a única banda grande desse século"5000 acessosPhil Anselmo: Um ano miserável após deixar as drogas2894 acessosDiscos: coisas estranhas que se acha dentro deles

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online