In Flames: Novo álbum é o melhor da banda em 10 anos

Resenha - Siren Charms - In Flames

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  


O IN FLAMES, principal nome da cena do death metal melódico sueco, foi uma banda que cresceu! E cresceu tanto que angariou uma legião de fãs mundo afora, conseguindo um contrato com uma major, e, principalmente, no decorrer dos anos, mudou sua sonoridade. E mudou tanto que muitos dos antigos fãs sequer reconhecem na banda qualquer semelhança com o antigo IN FLAMES, que revolucionou a cena do metal extremo em meados dos anos 90. Assim, caro amigo leitor, você tem duas opções ao ouvir o novo álbum dos caras: compará-lo com os primórdios da banda (e, já adianto, se decepcionar miseravelmente), ou procurar escutar o disco com a mente aberta, e procurar vislumbrar o que essa nova fase tem a oferecer.

E esse fato inclusive tem levado a grande maioria das resenhas publicadas sobre este novo álbum, o 11º de sua carreira, serem bem negativas, e elegendo o trabalho como o pior lançamento do IN FLAMES. Mas será isso tudo mesmo? Bom, como dito no parágrafo anterior, depende do ponto de vista que você analisar o trabalho.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Analisando friamente "Siren Chrams", simplesmente do ponto de vista musical, a conclusão que chego é que se trata de um bom disco, com ótimas canções, construídas de forma a conquistarem o ouvinte da forma mais simples e direta possível. Ou seja, há uma certa tendência "radiofônica" e moderna que permeia a maioria do disco, que pode sim ser encarado como o mais comercial da banda até o momento. E isso é ruim? Não, muito pelo contrário.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A faixa de abertura, "In Plain View", traz bem evidente essa nova fase da banda, com um clima meio industrial, guitarras sujas, vocais melancólicos, e um refrão bem marcante e grudento, sendo uma das melhores do disco. Na sequência, "Everthing’s Gone" tem um começo brutal, remetendo aos primeiros trabalhos da banda, e possui alguns dos riffs mais legais do trabalho, e novamente conta com um belo refrão.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas daí pra frente a tendência mais comercial que mencionei começam a ficar mais evidentes.

"Paralyzed", por exemplo, conta com um trabalho vocal impecável, em especial nos backings, e a pop "With Eyes Wide Open", é bem melancólica e cativante, e chama a atenção pelas ótimas melodias e arranjos diversificados. Outro destaque fica para a experimental "Rusted Nail", que embora traga uma gama variada de elementos, consegue soar bem agradável e instigante.

Por sua vez, em alguns momentos a banda acabou pisando na bola, como no single "Through Oblivion", que embora possua um refrão interessante, tem uma levada melosa e irritante; e "When the Worlds Explodes", que embora tenha alguns momentos pesadíssimos, inclusive com vocais guturais de Andres, tem um refrão tenebroso, com vozes femininas desconexas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A produção do disco é outro grande ponto a favor, sendo uma das melhores da banda até hoje, e a arte gráfica do material é belíssima, em especial na versão digibook do trabalho.

Na opinião deste que vos escreve, embora seja impossível comparar o disco com os clássicos da banda, é o melhor trabalho do IN FLAMES desde "Soundtrack to Your Escape", de 2004. Mas, como já avisado: ouça com a mente aberta, e não espere por uma volta as origens da banda, pois "Siren Charms" está bem longe de seguir por esse caminho.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Siren Charms – In Flames
(2014 – Sony Music - Importado)

Tracklist:

01. In Plain View
02. Everything's Gone
03. Paralyzed
04. Through Oblivion
05. With Eyes Wide Open
06. Siren Charms
07. When The World Explodes
08. Rusted Nail
09. Dead Eyes
10. Monsters In The Ballroom
11. Filtered Truth


Outras resenhas de Siren Charms - In Flames

In Flames: em 2014, o momento menos empolgante da banda

In Flames: Deveriam mudar o nome ou lançar um projeto paralelo




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Playlist: 50 músicas de bandas de metal que poderiam tocar em rádios FMPlaylist
50 músicas de bandas de metal que poderiam tocar em rádios FM

Metal Hammer: os 20 melhores discos lançados no ano 2000Metal Hammer
Os 20 melhores discos lançados no ano 2000

Loudwire: 13 bandas de rock e metal que não possuem nenhum integrante originalLoudwire
13 bandas de rock e metal que não possuem nenhum integrante original

In Flames: todas as faixas de abertura, da mais fraca para a mais matadoraIn Flames
Todas as faixas de abertura, da mais fraca para a mais matadora

Eddie Van Halen: guitarristas de Testament, In Flames e outras bandas prestam homenagensEddie Van Halen
Guitarristas de Testament, In Flames e outras bandas prestam homenagens

Pabllo Vittar: de Death a Immortal, veja 8 camisetas de metal que a drag já usouPabllo Vittar
De Death a Immortal, veja 8 camisetas de metal que a drag já usou

Quadrinhos: qual banda de rock os heróis da DC ouviriam?Quadrinhos
Qual banda de rock os heróis da DC ouviriam?

The Agonist: vocalista Vicky Psarakis grava cover de "Only for the Weak", do In Flames

Em 03/09/2002: In Flames mudava radicalmente sua trajetória com Reroute To Remain

Metal Hammer: os melhores discos de rock e metal lançados em 2002Metal Hammer
Os melhores discos de rock e metal lançados em 2002


In Flames: todos os álbuns da banda, do pior para o melhorIn Flames
Todos os álbuns da banda, do pior para o melhor

Lista: músicas que são da mesma banda, mas parecem de bandas diferentesLista
Músicas que são da mesma banda, mas parecem de bandas diferentes


Led Zeppelin: A controvérsia sobre as origens do nome da bandaLed Zeppelin
A controvérsia sobre as origens do nome da banda

Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 Goo728 Goo336 Cli336