RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemThiago Bianchi explica sucessão de problemas durante show de Paul Di'Anno

imagemMustaine tentou fazer hit radiofônico e acabou escrevendo a "música mais idiota" do Megadeth

imagemO clássico da banda Evanescence que a vocalista Amy Lee odiava

imagemOs 4 fatores determinantes que levaram Renato Russo a dependência química

imagemA opinião de Paul McCartney sobre a música dos Sex Pistols

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal

imagemA opinião de Slash sobre Dave Mustaine e "Rust In Peace", clássico do Megadeth

imagemIron Maiden, RATM e Soundgarden são indicados ao Rock And Roll Hall Of Fame

imagemOmelete diz que heavy metal pertence agora à nova geração e não ao tiozão headbanger

imagemO dia que João Gordo xingou Ayrton Senna por piloto se recusar a dar entrevista a ele

imagemPara John Lennon, os Beatles poderiam ter acontecido sem George e Ringo

imagemComo Tommy Lee e o Mötley Crüe ajudaram Axl Rose a escrever "November Rain"

imagemMike Portnoy escolhe os álbuns preferidos de sua adolescência


Stamp

Bifröst: Som extremo com levadas interessantes

Resenha - Tor in eine neue Welt - Bifröst

Por Vitor Franceschini
Postado em 19 de agosto de 2014

Nota: 8

Com o trema diferenciando o nome destes austríacos da banda holandesa de Thrash Metal, o Bifröst está na ativa desde 2005 e este "Tor in eine neue Welt" é o terceiro disco completo da banda.

Os caras investem em uma sonoridade voltada ao Pagan/Folk Metal demonstrando um som extremo, mas ao mesmo tempo com levadas interessantes. O importante aqui é que a banda não exagera nos arranjos tornando o som comum ou dançante, apesar do ritmo alegre de algumas composições.

Sim, há melodia nas composições, mas nada que leve para o lado mais emotivo da coisa e sim o ritmo folk tradicional. Outro fator importantíssimo a se ressaltar é que o vocalista Ragnar utiliza seu vocal rasgado de maneira agressiva e enérgica, sobrando pouco espaço para alguns coros em refrãos.

A produção do trabalho é muito boa e colabora muito bem com a musicalidade da banda. Destaque para as faixas ...Um Frei Zu Sein, Am Pfahle, Rückkehr des Mönchs e Tor in eine neue Welt. Um bom trabalho para quem aprecia este tipo de sonoridade. Vale à pena conferir.

https://www.facebook.com/bifroestaustria
https://myspace.com/bifrst

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.
Mais matérias de Vitor Franceschini.