RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemComo Tommy Lee e o Mötley Crüe ajudaram Axl Rose a escrever "November Rain"

imagemEx-guitarrista do Megadeth não liga para Mustaine e diz que está "fazendo dinheiro para ele"

imagemQual era a opinião de Tony Iommi sobre Ozzy Osbourne solo e Randy Rhoads em 1984?

imagemOs 10 maiores álbuns da história do grunge, em lista do Brave Words

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemSlash se sente feliz por não existir internet nos primórdios do Guns N' Roses

imagemPaul McCartney quase foi atropelado ao tentar recriar famosa cena de capa de disco

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok

imagemPara John Lennon, os Beatles poderiam ter acontecido sem George e Ringo

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemOmelete diz que heavy metal pertence agora à nova geração e não ao tiozão headbanger


Accept: Perfeição e competência sempre!

Resenha - Blind Rage - Accept

Por Leandro Fernandes
Postado em 17 de agosto de 2014

Nota: 10

Todos sabem da força monstruosa que o Accept detém por todos esses anos, algo realmente incontestável. "Blind Rage" veio realmente pra comprovar e firmar que o saudoso Udo Dirkschneider (grande vocalista) realmente faz parte do passado da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mark Tornillo tem uma capacidade vocálica que realmente é deixar qualquer um boquiaberto com seus agudos e "arranhaduras" feitas por suas cordas vocais. Temos aqui no belo "Blind Rage" onze perfeitas faixas que com certeza foram produzidas com bastante cuidado, pois a qualidade imposta é realmente algo surpreendente.

Começando o disco com a poderosa "Stampede", iniciada por uma bela introdução emendada com um riff matador e veloz com o refrão sendo divido por Mark e os backings, chegando a ser grudento e como toca o Sr. Stefan Schwarzmann! Música realmente digna de abrir um disco e com certeza os shows. Seguindo para uma pegada oitentista "Dying Breed" é recheada de excelentes passagens e variações, vocal firme e excelentes solos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Uma música que impressiona logo de cara é a grande "Dark Side of My Heart", marcante a cada segundo, nos dá a impressão que é algo que não entrou no disco "Eat the Heat", comprovando a fidelidade da banda em se manter sempre dentro daquilo que os tornou grandes.

"Fall of the Empire" é cadenciada em um heavy metal mais arrastado, soando em momentos como uma pseudo balada, belo refrão com coros ao fundo. "Trail of Tears" é quebradeira do início ao fim, com um riff empolgante e Mark cantando de forma monstruosa. Para os fãs de um som mais refinado e "tranquilo", a belíssima "Wanna Be Free" se encarrega de fazer esse papel de forma digna e perfeita, com um refrão forte e cativante, boas bases de guitarra e um solo perfeito.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mostrando a pegada realmente "old school" da banda, coisa sempre será evidente, "200 Years" e "Bloodbath Mastermind" relatam bem a fase primordial, bastante pegada e melodias acima da média. "The Curse" causa uma euforia e remete ao saudosismo de imediato, chegando a lembrar de um dos clássicos da banda "Head Over Heels".

Enfim, encerrando o disco que pode entrar fácil na lista dos melhores do ano, "Final Journey" resume tudo aquilo que foi feito no disco: perfeição e competência sempre! Esse disco realmente mostrou que o grande Mark Tornillo está realmente em casa e com toda certeza a banda mostrou que sempre será forte sem fazer muito esforço.

Músicas:

01. Stampede
02. Dying Breed
03. Dark Side of My Heart
04. Fall of the Empire
05. Trail of Tears
06. Wanna Be Free
07. 200 Years
08. Bloodbath Mastermind
09. From the Ashes We Rise
10. The Curse
11. Final Journey

Membros:

Mark Tornillo - vocal
Wolf Hoffmann - guitarra solo
Herman Frank - guitarra rítmica
Peter Baltes - baixo
Stefan Schwarzmann - bateria

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Blind Rage - Accept

Resenha - Blind Rage - Accept

Resenha - Blind Rage - Accept

Resenha - Blind Rage - Accept

Resenha - Blind Rage - Accept

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps



Accept: Udo está cansado de comparações

Kai Hansen: escolhendo as dez maiores bandas de metal da Alemanha

Apocalipse: confira 5 das melhores músicas sobre o tema


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Leandro Fernandes

Conheci o rock em 1992, tendo o primeiro disco do Iron Maiden. Com o passar dos anos me apeguei ao rock progressivo e tenho bandas como Pink Floyd, Jethro Tull, Rush e Uriah Heep sendo as favoritas. Profissional da área de T.I, casado e uma filha. Sempre buscando conhecimento no rock/metal em geral.
Mais matérias de Leandro Fernandes.