Downsed: A espera pelo "One Blood" valeu a pena

Resenha - One Blood - Downset

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Rodrigo Bentivenha
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Foram dez anos esperando por um álbum novo do Downset e ei-lo aqui. Só posso começar dizendo que a espera valeu a pena e vai agradar (e muito) quem já curtia a banda.
5000 acessosDio: algumas curiosidades inusitadas sobre o vocalista5000 acessosGhost: qual a identidade secreta de Papa Emeritus?

Essencialmente o som é o mesmo, aquele rapcore nervoso pesado, com riffs grudentos, batida forte e cadenciada no melhor estilo swing e pancadaria e os vocais rasgados de Rey Oropeza. Mas, convenhamos, quem, conhecendo a banda, esperava algo diferente disso. Porém os caras não ficaram parados nos anos 90 e voltaram fazendo o mesmo só que melhor. Logo na primeira e matadora faixa título eles já mostram que não estão para brincadeira, seguem as também ótimas Without, Champion, All I Got e It’s Your World, basicamente na mesma pegada.

A seguir vem a cacetada Why We Can’t Wait, um hardcore nervoso e rápido com toques a la Helmet. O swing pesadão retorna em Tu Corazón, a única faixa cantada em espanhol, passando pela bem cadenciadas Passion, No Doubt e terminando com Know me. As letras de forte conteúdo social e político também continuam dando o tom do discurso.

Trocando em miúdos, é um álbum que agrada do começo ao fim, e que embora de um estilo um tanto “em baixa” hoje, o peso e a qualidade do som fazem que este soe atual e provem que a banda se mantem sincera, sem aderir a modismos e mostrando que algumas bandas dos anos 90 não foram apenas “crias” do Rage Against the Machine e merecem ser ouvidas ainda por muito tempo.

E ainda são melhores que muita coisa que veio depois. Infelizmente, por conta de ter sido lançado tão recente, ainda não estão disponíveis na rede mais informações sobre o álbum além de que tem a produção do guitarrista da banda Brian Ares Schwager e mixagem de Wesley Seldman e que é o primeiro trabalho da banda, que encerrou atividades em 2009, mas está de volta desde o ano passado. Antes de One Blood, o último álbum deles foi Universal, de 2004.

Track list:
1. One Blood
2. Without
3. Champion
4. All I Got
5. It’s Your World
6. Why We Can’t Wait
7. Tu Corazón
8. Who’s Tripp’n (intro)
9. Who’s Tripp’n
10. Passion
11. No Doubt
12. Known Me

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Downset"

Ronnie James DioRonnie James Dio
Curiosidades inusitadas sobre o vocalista

GhostGhost
Qual a identidade secreta de Papa Emeritus?

Jack BlackJack Black
"Nirvana foi a última grande banda do rock"

5000 acessosDuff McKagan: inspiração para cerveja Duff dos Simpsons?5000 acessosNatal: as impressões de Nergal, Dani Filth e Shagrath5000 acessosMetallica: Kirk Hammett admite que a banda pensou em demitir Lars Ulrich5000 acessosSlayer: filha de Tom Araya defende o pai da acusação de homofobia5000 acessosGuns N' Roses: Melissa Reese comenta relação com os músicos4128 acessosPower Ballads: as 10 maiores de todos os tempos

Sobre Rodrigo Bentivenha

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online