Primordium: Uma excelente contribuição ao Death Metal nacional

Resenha - Todtenbuch - Primordium

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Julio Rezende
Enviar correções  |  Ver Acessos


A inovação muitas vezes nos causa estranheza. O CD Todtenbuch da banda natalense Primordium destaca-se por essa criatividade, esse elemento novo, trazendo uma excelente contribuição ao Death Metal nacional.

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 2009Whiplash.Net: O site protege algumas bandas e prejudica outras?

A primeira vez que escutei o Primordium não imaginava que fosse uma banda brasileira. Foi surpreendente saber que se tratava da banda de Natal. Pode-se observar desde o início que o Primordium apresenta neste CD um death metal de excelente qualidade, inclusive no que se refere a elementos gráficos da capa, mídia do CD e encarte. A banda é formada por Gerson Lima - (vocal), João Felipe Santiago Dantas - (baixo), Lux Tenebrae - (guitars) e Augustus Caesar - (bateria).

Após uma intro muito bem construída o CD inicia com a composição "The Curse of Inhotep". Trata-se de uma boa música para iniciar um CD. Desde o início se observa o bom diálogo dos instrumentos, com um destaque importante para a contribuição do teclado para a sonoridade da banda no CD e presença sempre constante nas composições. A banda também soube fazer uso de interessantes intros ao longo do CD, gerando curiosidade ao ouvinte. É interessante o uso de alguns teclados, o que ajuda a se construir uma atmosfera ainda mais especial.

"Mummified" faz evocar uma imagem mental quanto ao que pode ser uma apresentação ao vivo do Primordium: um revolucionário mosh pit. As músicas "Gates of Restaú" e "Legion" trazem em seu intermeio alguns elementos inovadores. As composições fazem evocar uma memória do Morbid Angel, uma influência frequente na banda, sem contudo ser uma sombra. O Primordium possui suas características próprias e únicas. Talvez essas sejam as composições mais diversificada da banda, intercambiando elementos rápidos e atmosféricos, características essas que fazem a identidade do Primordium.

"Legion" mostra o bom esforço realizado pela banda em trazer em sua música elementos que proporcionam àquele que escuta uma experiência de alterar a consciência, algo que faz muitos se interessarem em escutar uma banda de heavy, death ou black metal.

Merece também destaque "Gloy of Rá" e "Pillars of Eternity" que expressam o bom entrelaçamento de vários elementos musicais. As músicas trazem em suas letras algo relacionado ao estado de consciência do Antigo Egito, algo que traz uma emoção especial à música da banda.

"Negative Confession" e "Osiris" encerram muito bem este CD de lançamento do Primordium. O CD é mais um lançamento da Rising Records, selo da cidade de Mossoró (RN). Longa vida a esta banda natalense. Que venham novas composições e álbuns. Imagino um potencial e grande potencial e progresso técnico no presente e futuro desta banda.


Outras resenhas de Todtenbuch - Primordium

Primordium: Aprimorando ainda mais a sua técnicaPrimordium: Qualidade apresentada ficou muito acima da médiaPrimordium: Influências egípcias no bom e velho Death Metal


GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 2009Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 2009

Whiplash.Net: O site protege algumas bandas e prejudica outras?Whiplash.Net
O site protege algumas bandas e prejudica outras?


Sobre Julio Rezende

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin