Arch Enemy: O melhor trabalho da banda até agora

Resenha - War Eternal - Arch Enemy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Danilo Oliveira
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


“War Eternal” marca a entrada de Alissa White-Gluz no vocal, já que Angela Gossow anunciou saída da banda. Uma substituição, a princípio, duvidosa, já que Gossow era a grande personalidade da banda. Porém, o resultado da substituição foi ótimo, sendo que Alissa até agregou valores importantes no metal do Arch Enemy.
5000 acessosThe Agonist: Alissa descreve demissão como "pior traição da vida"5000 acessosFolk Metal e Música Celta

War Eternal tem uma pegada menos doom e mais hardcore, tendo seus momentos symphonic death nas faixas que fazem uso do teclado de Michael. O gutural da Alissa tem só uma leve diferença da Angela, porque é mais voltada ao screamo, sendo que apenas os fans mais fans vão sentir algo ruim nessa alteração. Alissa só usa o seu gutural, e não sua voz limpa como ela fazia no The Agonist, (que cai entre nós, ficou bem melhor assim!). Enfim, o Arch Enemy se desprendeu um pouco menos do gênero symphonic death para algo mais explosivo e metalcore, o que ficou ainda melhor, trazendo um death metal mais flexível e moderno.

Há uma entrada gótica com direito a coro, chamada “Tempore Nihil Sanat”. A faixa “Never Forgive, Never Forget“ dá um sensacional início ao som death dos caras. “War Eternal”, faixa single, é grudenta, de tão bom que ficou o refrão. “As The Page is Burn” é bem agressiva, também traz um refrão ótimo e boas guitarras. “No More Regrets” é enérgica e usa um refrão mais sinfônico. “You Will Know my Name” é mais hardcore, e muito boa.

Há uma pequena faixa instrumental de um minuto e pouquinhos, somente para dar um intervalo no som de War Eternal.

Já na oitava faixa, “Stolen Life”, traz um bom melódico nas guitarras. “Time is Black” é mais uma excelente composição dos caras, com um teclado bem marcante, gótico, e com bastantes pausas melódicas. “On and On” é uma das melhores faixas do álbum, enquanto “Avalanche” e “Down to Nothing” e a instrumental “Not Long for this World” encerra muito bem o novo trabalho da banda.

Arch Enemy tem um dos sons mais bacanas de gutural, que é pesado, ora obscuro, sem desvalorizar bons riffs e refrões. War Eternal faz exatamente isso. Creio ser o melhor trabalho da banda até agora, trazendo uma série de faixas boas. Metaleiros de grande competência, merecedores de muito sucesso com a sua nova frontwoman.

Enfim, War Eternal é bom pra caralho!

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de War Eternal - Arch Enemy

5000 acessosArch Enemy: Álbum com nova vocalista é um dos melhores da banda

The AgonistThe Agonist
Alissa descreve demissão como "pior traição da vida"

649 acessosArch Enemy: "As The Stages Burn!" entra nas paradas801 acessosArch Enemy: ouça versão acústica de "War Eternal"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Arch Enemy"

Metal HammerMetal Hammer
As melhores músicas da história do Death Metal

Arch EnemyArch Enemy
Angela Gossow: "Não perco tempo com idiotas!"

FamíliaFamília
Irmãos que tocam ou já tocaram juntos na mesma banda

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 20 de julho de 2014

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Arch Enemy"

InfluênciasInfluências
Folk Metal e Música Celta

Iron MaidenIron Maiden
A ascenção, queda e ressurreição da Donzela

MacabroMacabro
A maioria dos bons não morre aos 27

5000 acessosLos Angeles: fotos de roqueiros célebres em situações cotidianas5000 acessosIron Maiden: uma releitura de "The Trooper" pelo Cine5000 acessosOut: os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revista5000 acessosAntes do Guitar Hero: os primeiros rockstars em video-games5000 acessosZakk Wylde: "Não me incomodo com Justin Bieber"5000 acessosBlack Sabbath: veja manuscrito da letra de "Iron Man"

Sobre Danilo Oliveira

Paulistano, estudante e apaixonado por música. Rockeiro porque curte música boa. Seu primeiro rock foi o Nightwish. Hoje, além do heavy metal, curte muito a passagem da música nos anos 80.

Mais matérias de Danilo Oliveira no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online