Tuomas Holopainen: The Life and Times of Scrooge

Resenha - Life and Times of Scrooge - Tuomas Holopainen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago El Cid Cardim
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Mais do que um fã de cultura pop, Tuomas Holopainen, tecladista, principal compositor e líder da banda finlandesa de metal sinfônico Nightwish, sempre foi um fanático declarado pela Disney. Nunca escondeu isso de ninguém e espalhou referências, ainda que discretas, às obras do estúdio do velho Walt nas canções de seu grupo (Nemo, alguém?). O disco anterior do Nightwish, Imaginaerum, tornou-se a trilha de um longa-metragem, com ares de conto de fadas sombrio, uma mistura de Tim Burton e Alice no País das Maravilhas.
1608 acessosTarja Turunen: trazendo novamente ao Brasil uma boa turnê solo5000 acessosMegadeth: Dave explica por que não tocar "The Conjuring"

Mas, em seu primeiro disco solo, ele foi além — e resolveu criar uma obra conceitual inspirada em The Life and Times of Scrooge McDuck. O disco, de mesmo nome (sem o McDuck, apenas para efeitos autorais), tem total apoio do autor da HQ original – no caso, Don Rosa, o roteirista/ilustrador mais importante dos gibis dos patos da Disney depois do lendário Carl Barks e responsável pela bela imagem exclusiva da capa do álbum. Mas não se engane, querido leitor: The Life and Times of Scrooge não é um disco de heavy metal - seja ele power, sinfônico, gótico ou qualquer coisa assim. É praticamente um disco instrumental, com poucas canções efetivamente cantadas. É uma trilha sonora requintada, sofisticada, de excelente qualidade e com uma produção cristalina, prontinha para o dia que alguém resolver transformar esta HQ em filme.

A trama da história original – que tem 12 capítulos e cerca de 210 páginas no total – gira em torno do passado do Tio Patinhas, em como ele viajou quilômetros e quilômetros nas mais adversas condições e trabalhou duro na mineração de ouro em busca da fortuna que viria muitos anos depois. Os capítulos se espalham do século XIX até a década de 50.

Quando saiu o primeiro single do disco, A Lifetime of Adventure, com as vozes das vocalistas finlandesas Johanna Kurkela (supostamente, namorada de Tuomas) e Johanna Iivanainen, ficou a impressão de que estaríamos diante, talvez, de um disco que seria uma espécie de evolução do Nightwish - lindo, intrigante, envolvente. Mas The Life and Times of Scrooge é mais do que isso. Desde a introdução com Glasgow 1877, uma canção com sonoridade tipicamente escocesa na qual Scrooge (interpretado por Alan Reid) se despede da família e ouve o lamento de sua mãe, Downy O'Drake (Johanna Iivanainen), dá para perceber que a proposta aqui tem outro nível.

Em Into The West, o banjo e a gaita ganham destaque à frente da orquestra (no caso, a London Orchestra, regida pelo mesmo maestro Pip Williams que colaborou com Tuomas nos discos Once, Dark Passion Play e Imaginaerum, do Nightwish) em um épico country old school que dá a perfeita sensação de que o personagem está desbravando o Velho Oeste ainda perigoso, desconhecido mas cheiod e promessas de uma nova vida. Já a estrutura grandiosa e sombria de Duel & Cloudscapes, com uma belíssima interpretação do coral Metro Voices, poderia facilmente estar na trilha de qualquer filme d'O Senhor dos Anéis, pela vibração que transmite de uma luta em meio a cenários idílicos.

Em Cold Heart Of The Klondike, Tony Kakko, a voz do Sonata Arctica, assume as vezes de narrador para contar como é a solitária chegada de Scrooge ao Klondike - uma região de Yukon, noroeste do Canadá, a leste da fronteira com o Alasca. É lá, na cidade de Dawson, que ele conhece uma cantora e dançarina que pode ser considerada o grande amor da sua vida, Goldie o'Gilt. A moça é vivida, na obra, por Kurkela, que faz um belo dueto com Reid tanto na megalomaníaca The Last Sled quanto na delicada balada violão e voz Go Slowly Now, Sands Of Time, que funciona claramente como a canção da reflexão do herói depois de sua jornada.

Se alguma faixa pode lembrar, ainda que remotamente, o Nightwish, ela seria Dreamtime, com o onírico teclado característico de Tuomas ditando o andamento, quase como se estivesse ditando os rumos de um sonho, prestes a tornar-se pesadelo. Mas, honestamente, o ideal é ouvir este disco sem ter o Nightwish em mente. Aliás, sem ter qualquer banda bate-cabeça em mente. Este é um momento para curtir música de um jeito diferente. E que faz com que um caminho bastante interessante se abra para o Sr.Holopainen: ele pode pensar seriamente em trabalhar com este negócio de cinema. Ia se dar muito bem. Basta algum figurão de Hollywood ouvir este disco para ter a mesma impressão que eu.

Line-up:
Tuomas Holopainen - Teclado/piano e arranjos
Johanna Kurkela, Johanna Iivanainen, Tony Kakko e Alan Reid - Vocais
Troy Donockley - Instrumentos de sopro
Mikko Iivanainen - Guitarra, banjo
Teho Majamäki - Didgeridoo
Jon Burr - Gaita
Dermot Crehan - Violino solo

Tracklist:
1. Glasgow 1877
2. Into The West
3. Duel & Cloudscapes
4. Dreamtime
5. Cold Heart Of The Klondike
6. The Last Sled
7. Goodbye, Papa
8. To Be Rich
9. A Lifetime Of Adventure
10. Go Slowly Now, Sands Of Time

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Life and Times of Scrooge - Tuomas Holopainen

1247 acessosTuomas Holopainen: História do Tio Patinhas em álbum conceitual1976 acessosTuomas Holopainen: Genialidade muito além do Nightwish

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 05 de maio de 2014

Tarja TurunenTarja Turunen
Trazendo novamente ao Brasil uma boa turnê solo

1314 acessosTarja Turunen: Como foi a apresentação da cantora em São Paulo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nightwish"

NightwishNightwish
Tuomas e Troy dizem porque são abertamente seculares

Floor JansenFloor Jansen
Deveria acabar este lance de "Metal com vocais femininos"

Separadas no nascimentoSeparadas no nascimento
Björk e Anette Olson, do Nightwish

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Tuomas Holopainen"0 acessosTodas as matérias sobre "Nightwish"

Dave MustaineDave Mustaine
"Joguei dois feitiços em pessoas, ambos funcionaram!"

Blind FaithBlind Faith
Uma das capas mais polêmicas da história do rock

Demonstrações de afetoDemonstrações de afeto
Fotos de rockstars que já se beijaram

5000 acessosÁlbuns ao vivo: 10 grandes registros da história do rock5000 acessosAs regras da NWOBHM5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 20095000 acessosKiss: o que acontece por trás das cortinas antes do show?4577 acessosPantera: As 10 melhores canções da banda5000 acessosBaphomet: a polêmica estátua em frente ao Capitólio em Oklahoma

Sobre Thiago El Cid Cardim

Thiago Cardim é publicitário e jornalista. Nerd convicto, louco por cinema, séries de TV e histórias em quadrinhos. Vegetariano por opção, banger de coração, marvete de carteirinha. É apaixonado por Queen e Blind Guardian. Mas também adora Iron Maiden, Judas Priest, Aerosmith, Kiss, Anthrax, Stratovarius, Edguy, Kamelot, Manowar, Rhapsody, Mötley Crüe, Europe, Scorpions, Sebastian Bach, Michael Kiske, Jeff Scott Soto, System of a Down, The Darkness e mais uma porrada de coisas. Dentre os nacionais, curte Velhas Virgens, Ultraje a Rigor, Camisa de Vênus, Matanza, Sepultura, Tuatha de Danaan, Tubaína, Ira! e Premê. Escreve seus desatinos sobre música, cinema e quadrinhos no www.observatorionerd.com.br e no www.twitter.com/thiagocardim.

Mais informações sobre Thiago El Cid Cardim

Mais matérias de Thiago El Cid Cardim no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online