Envoke: Chutando tudo logo de cara

Resenha - Unnatural Cancer Of The Humanity - Envoke

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Novíssima banda na área, o trio cearense Envoke surgiu em 2013 e já foi soltando seu primeiro petardo, este “Unnatural Cancer Of The Humanity”. E os jovens irmãos Júlio Falcão (vocal/baixo) e Junior Falcão (guitarra), além do baterista Roberto Maia, têm conhecimento de causa e detonam um Death Metal de primeira.
5000 acessosMusas do Metal: confira as 10 mais lindas atualmente5000 acessosDoors - Perguntas e Respostas

De imediato, ao ouvir o debut o leitor não vai crer que se trata de uma nova banda, pois o negócio aqui parece ter sido feito por quem têm anos de estrada. Todos os elementos do Death Metal estão presentes, como riffs mórbidos e apocalípticos, solos rápidos, baixo agressivo e uma bateria cheia de ‘blast beats’ e quebradas, além dos vocais urrados.

O mais charmoso na banda é que a aura do Metal extremo nacional do final dos anos oitenta começo dos noventa (perpetuado pelas bandas mineiras do gênero) se fazem presente nas composições, assim com a maleficência e brutalidade do Krisiun da era “Black Force Domain”.

Difícil destacar alguma composição, já que todas são de alto calibre. O bom é alertar o leitor de que quando for ouvir o trabalho prestar bastante atenção, já que são apenas sete composições que passam atropelando, deixando até aquele gostinho de quero mais.

Apesar de deixar certo requinte retro, a produção poderia ter ficado menos abafada para aproveitar mais a técnica e variação que a banda destila. A arte gráfica também se destaca com tons interessantes e uma capa assustadora. Ótima estreia que pode ficar ainda melhor.

https://www.facebook.com/EnvokeOfficial
https://myspace.com/envokeofficial

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Envoke"

Musas do MetalMusas do Metal
Confira as 10 mais lindas atualmente

DoorsDoors
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

OutOut
Os 100 álbuns mais gays segundo a revista

5000 acessosBon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de fora5000 acessosGigwise: as capas mais polêmicas dos anos 20005000 acessosHá quem goste: As 10 bandas mais odiadas do universo5000 acessosWatchmojo: os 10 clipes mais ridículos dos 80's4618 acessosSepultura: os álbuns da banda, do pior para o melhor3537 acessosBaixos e Guitarras: Os mais estranhos da Namm 2016

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online