Iron Maiden: sobre o que fala a música "Aces High"?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Daniel Almeida, Fonte: Aniversário da II Guerra
Enviar correções  |  Comentários  | 


Acredito que todo fã de Iron Maiden sabe da ligação da banda e suas músicas com a história, especialmente da Inglaterra e Grã Bretanha, sua terra natal. Já falei aqui sobre o que trata a letra de "Montsegur", um castelo na França (link no final deste texto).

"Aces High" fala da Batalha da Inglaterra, luta travada entre a RAF (Royal Air Force - Força Aérea Real) e a Luftwaffe (Força Aérea Alemã) de Hitler, durante a Segunda Guerra Mundial.

Após a queda da França, a Inglaterra se viu sozinha para enfrentar a Alemanha nazista. EUA e URSS ainda não tinham entrado na guerra. Winston Churchill havia assumido o cargo de primeiro ministro no mesmo dia em que a Wehrmach invadiu a Holanda e a Bélgica para contornar a Linha Maginot e dominar a França. Suas palavras ao mostrar a determinação britânica em continuar lutando servem de abertura para a música, inclusive nas apresentações ao vivo:

Churchill Speech

"We shall go on to the end.
We shall fight in France
We shall fight over the seas and oceans.
we shall fight with growing confidence and growing strength in the air.
We shall defend our island whatever the cost may be
we shall fight on beaches, we shall fight on the landing grounds,
we shall fight in the fields and in the streets,
we shall fight on the hills.
We shall never surrender."

Discurso de Churchill

"Devemos seguir até o fim
Devemos lutar na França
Devemos lutar sobre os mares e oceanos
Devemos lutar com crescente determinação e crescente força no ar
Devemos defender nossa ilha, a qualquer custo
Devemos lutar nas praias, nos campos de pouso
Devemos lutar nos campos e nas ruas
Devemos lutar nas colinas
Não devemos nunca nos render"

Isso fez com que, apesar dos constantes ataques e bombardeios alemães, o povo inglês não esmorecesse, embora um dos objetivos de Hitler fosse quebrar o moral da população. Ao mesmo tempo, aviadores britânicos, franceses e poloneses lutavam no ar para impedir o sucesso da Operação Leão Marinho, a invasão da Inglaterra. Foram meses de lutas que imaginamos só existir no cinema em que a RAF inflingiu severas perdas à Luftwaffe. Os caças Spitfire (inglês) e Messershmitt BF-109 (alemão) que participaram da luta são citados na letra da música.

Ao final a Inglaterra venceu a batalha, nenhum soldado alemão pisou em solo inglês como invasor e a Operação Leão Marinho foi adiada indefinidamente enquanto Hitler voltava suas atenções à invasão da URSS. A vitória levou Churchill a proferir uma de suas famosas frases dizendo que "Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos", numa referência aos aviadores que foram homenageados pelo Iron Maiden em uma de suas músicas mais famosas.

Aces High

There goes the siren that warns of the air raid
Then comes the sound of the guns sending flak
Out for the scramble we've got to get airborne
Got to get up for the coming attack

Jump in the cockpit and start up the engines
Remove all the wheelblocks there's no time to waste
Gathering speed as we head down the runway
Gotta get airborne before it's too late

Running, scrambling, flying
Rolling, turning, diving, going in again
Run, live to fly, fly to live, do or die
Run, live to fly, fly to live.
Aces high

Move in to fire at the mainstream of bombers
Let off a sharp burst and then turn away
Roll over, spin round and come in behind them
Move to their blindsides and firing again

Bandits at 8 O'clock move in behind us
Ten ME-109's out of the sun
Ascending and turning our Spitfires to face them
Heading straight for them I press down my guns

Alturas dos Ases

A sirene avisa do ataque aéreo
Depois vem o som das armas antiaéreas
Saindo para a confusão, temos de decolar
Temos de nos preparar para o ataque que vem

Pular na cabine e ligar os motores
Remover as travas das rodas, não há tempo a perder
Tomando velocidade enquanto avançamos pela pista
Temos de decolar antes que seja tarde demais

Correndo, disputando, voando
Rolando, girando, mergulhando, indo de novo
Correr, viver para voar, voar para viver, fazer ou morrer
Correr, viver para voar, voar para viver.
Alturas dos Ases.

Movendo para atirar na formação de bombardeios
Soltar uma rajada certeira e depois dar a volta
Rodear por cima, girar em volta e vir por detrás deles
Mover para seus pontos cegos e atirar novamente

Inimigos às 8 horas (1) se movem por detrás de nós
Dez ME-109 (2) vindo da direção do sol
Subindo e girando nossos Spitfires (3) para encara-los
Indo em direção a eles eu aciono minhas armas

(1) Direções são informadas por aviadores usando as
direções dos ponteiros de relógio. 8h no caso significa
aviões inimigos vindo de trás pela esquerda.

(2) ME-109s são modelos de aviões alemães.

(3) Spitfires (cuspidores de fogo) eram as aeronaves
usadas pelos ingleses.


5000 acessosIron Maiden: sobre o que fala a música "Montsegur"?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Iron MaidenIron Maiden
Vídeo oficial de "Fear Of The Dark" em Fortaleza

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Heavy MetalHeavy Metal
Dez grandes acústicas de bandas do gênero

Iron MaidenIron Maiden
A guerra entre Dickinson e Steve Harris em 93

Iron MaidenIron Maiden
Nicko expõe o perigo da guerra de tortas

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"


Em 24/11/1991Em 24/11/1991
Morre Freddie Mercury, aos 45 anos de idade

RockstarsRockstars
As filhas mais lindas dos astros do rock

Big FourBig Four
Astros da cena Heavy escolhem banda preferida

5000 acessosPantera: "odiei gravar Cowboys From Hell", diz Phil Anselmo5000 acessosMTV Unplugged: As 25 melhores apresentações da história5000 acessosRhythm: os bateristas mais influentes de todos os tempos3400 acessosLoudwire: 10 momentos inesquecíveis de James Hetfield5000 acessosBlack Sabbath: 7 momentos curiosos que nem todos sabem5000 acessosSlayer: King não entende como alguém pode querer entrar no Megadeth

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 24 de abril de 2014
Post de 25 de abril de 2014
Post de 18 de abril de 2015
Post de 07 de fevereiro de 2017


Sobre Daniel Almeida

Engenheiro, nascido no Rio de Janeiro em 1979, lamento que a cidade não tenha tanta cultura rock como outras cidades do país. Comecei a gostar de música com Jean Michel Jarre, Beatles, Pink Floyd, Creedence Clearwater Revival. e depois partindo para Hendrix, Deep Purple e Black Sabbath (Santíssima Trindade). Ouço muito pouca coisa que tenha surgido há menos de 20 anos. Visito o site desde 1997.

Mais informações sobre Daniel Almeida

Mais matérias de Daniel Almeida no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online