Dio: Apesar de desproporcional, tributo é excelente

Resenha - This Is Your Life - Ronnie James Dio Tribute

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: IgorMiranda.com.br
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Os nomes confirmados para "This Is Your Life", tributo a Ronnie James Dio, empolgaram os fãs. Os bastidores do registro foram capitaneados por Wendy Dio, responsável por convidar quem faria as homenagens. A renda do trabalho está sendo revertida para a Ronnie James Dio Stand Up and Shout Cancer Fund, instituição que auxilia pessoas com a mesma doença que levou Dio desta para uma melhor: o câncer.

Em 29/08/2009: Ronnie James Dio fazia o último show de sua gloriosa carreiraGuns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise City

Não é necessária uma audição muito atenta para confirmar que "This Is Your Life" corresponde às expectativas. Bons convidados, ótima seleção de faixas e gravações impecáveis marcam o álbum, que foi lançado no final do mês passado pela Rhino Entertainment. Algumas versões já eram conhecidas do público; outras, são inéditas.

"Neon Knights", pelo Anthrax, faz parte do grupo das versões não conhecidas pelo público anteriormente. O cover pouco foi alterado em relação à canção original e cumpre bem a função de abrir o álbum. "The Last In Line", pelo Tenacious D, vem em seguida e garante logo de cara um dos melhores momentos do tributo. Jack Black é um grande vocalista e o instrumental da música, que originalmente é fantástica, foi devidamente adaptado para manter muito bem o padrão de qualidade. Rende-me arrepios a cada audição.

"The Mob Rules", pelo Adrenaline Mob, era conhecida anteriormente. O instrumental de timbragens poderosas dá uma boa base para que Russell Allen brilhe com uma performance vocal semelhante à do mestre Dio. "Rainbow In The Dark", por Corey Taylor, Roy Mayorga, Satchel, Christian Martucci, Jason Christopher, é excelente. Ganhou peso com a mudança de tons e ausência de teclados. Taylor mandou muito bem nos vocais. "Straight Through The Heart", pelo Halestorm, evidencia a grande cantora que é Lzzy Hale. A banda em si cumpre o papel sem muitas sobras.

A essência rock n' roll de "Starstruck" foi mantida com a sensacional performance do Motörhead com Biff Byford nos vocais. Em sábia decisão, Lemmy Kilmister entra apenas com backing vocals no refrão. "The Temple Of The King", pelo Scorpions, cumpre a função sem muitos destaques, assim como a versão de Doro para "Egypt (The Chains Are On)". Os ouvidos mais tradicionais podem se espantar com a adaptação pesada de Killswitch Engage para "Holy Diver", mas a performance é boa.

"Catch The Rainbow", por Glenn Hughes, Simon Wright, Craig Goldy, Rudy Sarzo e Scott Warren, tira o pé do acelerador com muito louvor. O bom instrumental permite que Hughes faça uma interpretação vocal emocionante. "I", por Oni Logan, Jimmy Bain, Rowan Robertson, Brian Tichy, é uma surpresa: não esperava por nenhuma faixa do "Dehumanizer", do Black Sabbath, no registro. Os instrumentistas mandam bem, mas a voz de Oni Logan parece não ter se encaixado.

A versão do clássico "Man On The Silver Mountain" por Rob Halford, Vinny Appice, Doug Aldrich, Jeff Pilson e Scott Warren ficou interessante. Aldrich é um monstro e Halford mostra os graves de sua voz de forma magistral. O melhor ficou para o final: um medley intitulado "Ronnie Rising Medley", feito pelo Metallica, com "A Light In The Black", "Tarot Woman", "Stargazer" e "Kill The King". O grupo é conhecido por fazer bons covers, mas eles se superaram neste. Seja pelos arranjos adaptados, pela performance instrumental em si ou pela ótima interpretação vocal de James Hetfield.

O encerramento é melancólico, com a versão original de "This Is Your Life", por Dio. A canção não recebeu muita importância quando foi lançada, mas a letra em sua mensagem mostra que ela resume a vida do enorme baixinho que se foi em 2010.

No geral, acho que "This Is Your Life" tenha pecado apenas em ter homenagens um pouco desproporcionais: o Rainbow foi mais lembrado do que qualquer outro projeto do cantor, com seis versões em comparação a apenas três homenagens ao Black Sabbath e quatro covers da carreira solo. Mas não é um detalhe que comprometa. Só é perceptível aos mais detalhistas. Com este tributo, agora e enfim, Ronnie James Dio pode descansar em paz. Seus discípulos fizeram uma grandiosa homenagem.

01. Neon Knights - Anthrax
02. The Last In Line - Tenacious D
03. The Mob Rules - Adrenaline Mob
04. Rainbow In The Dark - Corey Taylor, Roy Mayorga, Satchel, Christian Martucci, Jason Christopher
05. Straight Through The Heart - Halestorm
06. Starstruck - Motörhead with Biff Byford
07. The Temple Of The King - Scorpions
08. Egypt (The Chains Are On) - Doro
09. Holy Diver - Killswitch Engage
10. Catch The Rainbow - Glenn Hughes, Simon Wright, Craig Goldy, Rudy Sarzo, Scott Warren
11. I - Oni Logan, Jimmy Bain, Rowan Robertson, Brian Tichy BS
12. Man On The Silver Mountain - Rob Halford, Vinny Appice, Doug Aldrich, Jeff Pilson, Scott Warren
13. Ronnie Rising Medley (A Light In The Black, Tarot Woman, Stargazer, Kill The King) - Metallica
14. This Is Your Life - Dio


Outras resenhas de This Is Your Life - Ronnie James Dio Tribute

nullnull




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dio"


Em 29/08/2009: Ronnie James Dio fazia o último show de sua gloriosa carreiraEm 29/08/2009
Ronnie James Dio fazia o último show de sua gloriosa carreira

Dio: Epiphone anuncia linha de guitarras "Les Paul Diver"Collectors Room: os discos que marcaram a carreira de Dio (vídeo)

Dio: diversos clipes do cantor chegam oficialmente ao YouTubeDio
Diversos clipes do cantor chegam oficialmente ao YouTube

Vince Neil: Queria ter a voz do Dio ou do Coverdale!Vince Neil
"Queria ter a voz do Dio ou do Coverdale!"

Dio: demitir Vivian foi seu maior erro, diz baixistaDio
"demitir Vivian foi seu maior erro", diz baixista

Tim Owens: cansado do ódio que alguns sentem pelo holograma de DioTim Owens
Cansado do ódio que alguns sentem pelo holograma de Dio


Guns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise CityGuns e Sabbath
Semelhança entre Zero the Hero e Paradise City

Debandados: saíram de uma banda e formaram outras de igual pra melhorDebandados
Saíram de uma banda e formaram outras de igual pra melhor

O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?
O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?

Halloween: dez clássicos do Heavy Metal para curtir a dataAs regras do Viking MetalGeezer Butler: "não sou o maior baixista de todos os tempos"Marilyn Manson: abrindo o coração para o The Guardian

Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336