Kaiser Chiefs: O rock 'n' roll nunca precisou ser salvo

Resenha - Education, Education, Education & War - Kaiser Chiefs

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Victor Porto
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


O rock 'n' roll nunca precisou ser salvo. A cada ano que se passa, várias novas bandas se formam, algumas acabam escrevendo mais um novo capítulo na historia do rock. Esse é o caso do Kaiser Chiefs.

Muse: Arrebatadora, banda conquista São Paulo com bombardeio audiovisualMarilyn Manson: "perdi tudo por causa de Columbine"

Formado em 2003, o grupo de Leeds conheceram o sucesso em 2005, com o ótimo álbum "Employment", conheceram as criticas em 2007, com o excelente "Yours Truly, Angry Mob", seguiram em frente com o bom "Off With Their Heads", de 2008, e conheceram o fracasso em 2011, quando lançaram o injustiçado "The Future Is Medieval".

Tudo isso culminou com a saída do baterista e compositor Nick Hodgson, em 2012. Tudo indicava que a banda estava fadada ao esquecimento. Mas ainda havia uma luz no final do túnel: as ótimas composições do vocalista Ricky Wilson e do baixista Simon Rix, que ganharam vida no novo trabalho do Kaiser Chiefs, lançado esse ano, chamado "Education, Education, Education & War".

"The Factory Gates" abre perfeitamente o álbum, mostrando que a banda ainda tem muita lenha para queimar. Destaque para o ritmo agressivo que se segue do inicio até o fim da música. Candidata a hit para os fãs. Em seguida, vem o primeiro single do álbum: "Coming Home". O que mais me surpreendeu foi pelo falo da canção ser uma suave balada, já que estamos mais acostumados com músicas mais animadas. Com ótimos vocais de Wilson, é outro destaque do álbum.

"Misery Company" é um obscuro indie rock, com impressionantes solos da guitarra de Andrew White, além de ter um ótimo refrão. A banda coloca mais uma vez o pé no acelerador na rápida "Ruffians On Parade", mais um excelente rock, para depois dar espaço a "Meanwhile Up in Heaven", uma power ballad, com destaque ao teclado de Nick Baines, que aqui apresenta sua melhor performance no álbum inteiro.

"One More Last Song" é outro rock rápido, que levanta o clima do álbum. Destaque vai mais uma vez para o guitarrista Andrew White. "My Life" é quase uma mistura fatal de U2 e o grupo de Leeds, com um ritmo cativante e letra interessante. Considero "Bows & Arrows" o único momento realmente baixo do álbum. Não que a canção seja ruim, é que a música simplesmente não colou.

"Cannons" pode ser considerado um novo hino anti-guerra, além de ter algumas influências progressivas, como o Pink Floyd. No momentos finais da canção, a um pequeno poema, chamado "The Occupation", escrito por Ricky Wilson. A banda finaliza o álbum com "Roses", outra ótima balada, com uma melodia bastante sentimental.

A versão japonesa do álbum contém ainda mais duas músicas: "Song for Stephanie", uma música mais ligada ao indie pop, e "The Nerve", um rock de primeira, apenas adicionam mais alguns minutos de diversão. As duas bem que podiam ter substituído "Bows & Arrows" na lista de músicas original.

"Education, Education, Education & War" monstra que o Kaiser Chiefs ainda segue firme e forte, mesmo após a saída de seu principal compositor. Se o grupo de Leeds apresentar, em seus próximos álbuns, o mesmo trabalho ou até melhor que o atual, com certeza irá garantir seu capítulo na história do rock 'n' roll.

Faixas:
1. "The Factory Gates"
2. "Coming Home"
3. "Misery Company"
4. "Ruffians on Parade"
5. "Meanwhile Up in Heaven"
6. "One More Last Song"
7. "My Life"
8. "Bows & Arrows"
9. "Cannons"
10. "Roses"
11. "Song for Stephanie"
12. "The Nerve"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Kaiser Chiefs"


Muse: Arrebatadora, banda conquista São Paulo com bombardeio audiovisual

Marilyn Manson: perdi tudo por causa de ColumbineMarilyn Manson
"perdi tudo por causa de Columbine"

Fotos de Infância: Avril LavigneFotos de Infância
Avril Lavigne


Sobre Victor Porto

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGooILQ