Suicidal Angels: Rumo ao topo do thrash metal

Resenha - Divide and Conquer - Suicidal Angels

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


E os gregos mais insanos do thrash metal estão de volta com seu mais novo álbum, o quinto de sua carreira, e que é mais uma prova daquilo que todos que acompanham a cena thrasher já sabem: o SUICIDAL ANGELS é uma das melhores bandas da nova safra do estilo!

Fotos de Infância: Slash, do Guns N' RosesSeparados no nascimento: Ozzy Osbourne e Jim Carrey

Com uma capa primorosa, feita pelo mito Ed Repka (também responsável pelas belíssimas ilustrações internas do álbum, que tem uma versão digipack fantástica), e uma produção sonora excepcional (palmas para o mestre Fredrik Nordstrom, que fez a mixagem e masterização), sem dúvida temos aqui um dos melhores discos da banda, para fazer frente ao já clássico "Sanctify the Darkness".

A porrada já começa correr solta na abertura do álbum, com a poderosa "Marching Over Blood", cheia de riffs velozes e linhas vocais furiosas, remetendo aos primórdios do estilo. Mas já nas sequência, a banda mostra toda sua diversidade em "Seed of Evil", com riffs arrastados e extremamente pesados, e um refrão matador.

"Control the Twisted Mind" é outro destaque do disco, com uma introdução inesperada e tenebrosa, e várias quebras de andamento, mostrando que os gregos estão cada vez mais técnicos e maduros, tanto na execução das faixas, quanto nas composições de arranjos e harmonias.

E, falando em técnica, esse é o grande ponto que diferencia esse novo lançamento dos demais trabalhos da banda: a maturidade que os caras atingiram, com faixas cada vez mais trabalhadas, mas sem deixar de lado em momento algum o peso e a agressividade que os fãs do estilo tanto curtem. Ou seja, os caras conseguem aliar elementos mais modernos do estilo com outros mais tradicionais, criando uma verdadeira avalanche sonora, pronta para destroncar pescoços mundo afora...

Sem dúvida um trabalho excelente, de uma banda que desponta como forte candidata a muito em breve ocupar o topo do thrash metal contemporâneo.

Divide and Conquer - Suicidal Angels
(2014 - Noise Art Records - Importado)

Track List:

1. Marching Over Blood
2. Seed of Evil
3. Divide and Conquer
4. Control the Twisted Mind
5. In the Grave
6. Terror Is My Scream
7. Pit of Snakes
8. Kneel to the Gun
9. Lost Dignity
10. White Wizard


Outras resenhas de Divide and Conquer - Suicidal Angels

Suicidal Angels: Músicas mais técnicas e agressivas



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Suicidal Angels"


Grécia: dez das maiores bandas de metal do paísGrécia
Dez das maiores bandas de metal do país


Fotos de Infância: Slash, do Guns N' RosesFotos de Infância
Slash, do Guns N' Roses

Separados no nascimento: Ozzy Osbourne e Jim CarreySeparados no nascimento
Ozzy Osbourne e Jim Carrey

Em vídeo: Seguidores do Demônio, as 10 bandas mais perigosas segundo pastor americanoEm vídeo
Seguidores do Demônio, as 10 bandas mais perigosas segundo pastor americano

Pink Floyd: tudo sobre Another Brick in the WallPink Floyd
Tudo sobre "Another Brick in the Wall"

Guns N' Roses: Perguntas e respostas e curiosidades diversasGuns N' Roses
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Zakk Wylde: Quer parar de beber? Então pare, porra!Zakk Wylde
"Quer parar de beber? Então pare, porra!"

Pearl Jam: Jeff Ament quase optou por ser jogador de basquetePearl Jam
Jeff Ament quase optou por ser jogador de basquete


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.