Narcotic Wasteland: O projeto de Dallas Toler-Wade, do Nile

Resenha - Narcotic Wasteland - Narcotic Wasteland

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marlon Lima
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7


Dallas Toller-Wade poderia simplesmente ficar na sua zona de conforto em que uma banda de renome como o NILE proporciona a qualquer um de seus integrantes, e jamais se aventurar por outros caminhos. Porém não é o que foi feito. Durante os intervalos das gravações e turnês do NILE, Toller-Wade dava vida ao seu futuro projeto denominado NARCOTIC WASTELAND.

Kirk Hammett: "Mustaine toca rápido e eu, melódico"Gorgoroth: As orientações sexuais e políticas de Gaahl

Edwin Rhode, amigo de longa data de Dallas de outras bandas em que tocaram juntos em meados dos anos 90, foi convidado para fazer dupla nas seis cordas. Rhode trouxe junto com ele seu conhecido baixista, Chris "Lutachrist" Dupre. Porém mesmo a procura durante dois anos de um baterista, a vaga só foi preenchida após a indicação de George Kollias, Erik Schultek foi o escolhido.

O álbum lançado no dia 15 de janeiro deste ano tem sua temática abordando o abuso de drogas, tanto as ilícitas quanto as usadas nas ruas, como o álcool e seus efeitos perante a sociedade. Embora possa soar estranho o tema abordado, já que muitos esperariam algo batido dentro do death metal, como rituais satânicos, desmembramentos, perversões sexuais ou mesmo algo relacionado à temas históricos como os praticados pelo NILE, as letras passam a não comprometerem e ainda se encaixam após algumas audições.

Na parte sonora a inspiração não foi muito longe no quesito evolução musical, embora o som seja um death metal bem trabalhado com músicos muito técnicos, sempre soa como se já tivéssemos ouvido isso em algum lugar. Algumas partes lembram até mesmo o NILE, mas sem aquela atmosfera típica encontrada nas musicas compostas em sua maioria por Karl Sanders. A ponto forte das músicas esta na produção que ficou ao encargo de Maor Appelbaum (Adrenaline Mob, Halford, Angra e Sepultura) que deixou o som limpo e bastante audível.

Embora seja inevitável as comparações com o NILE, o NARCOTIC WASTELAND é uma banda acima da média, com integrantes que sabem indubitavelmente reger os seus respectivos instrumentos não deixando de empolgar o ouvinte ao longo de suas 9 faixas. O entrosamento entre os quatro membros deve melhorar com o tempo, deixando a perspectiva de um segundo álbum ainda melhor e mais original.

Ano de Lançamento: 2014
Estilo: Death Metal
Origem: E.U.A.

Formação:
Dallas Toler-Wade (Guitarra, Vocal)
Ed Rhone (Guitarra)
Erik Schultek (Bateria)
Chris "Lutachrist" Dupre (Baixo, Vocal)

Track-list:
01-Anthem for the Mentally Scarred
02-Alcoholic Religious Fanatics
03-Keeping Up with the Jones
04-The Shackles of Sobriety
05-Addicted to Junk
06-Widespread Narcotic Wasteland
07-Coastal Killings
08-Awaken the Herd Beast
09-Absent Friends

Contato:
https://www.facebook.com/narcoticwasteland
http://www.narcoticwasteland.com/
http://www.youtube.com/user/narcoticwasteland
http://www.reverbnation.com/narcoticwasteland



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Narcotic Wasteland"Todas as matérias sobre "Nile"


Nile: eles diziam que eu não podia tocar sobre o EgitoNile
"eles diziam que eu não podia tocar sobre o Egito"

Geologia: Os 5 lugares mais Metal do planetaGeologia
Os 5 lugares mais "Metal" do planeta


Kirk Hammett: Mustaine toca rápido e eu, melódicoKirk Hammett
"Mustaine toca rápido e eu, melódico"

Gorgoroth: As orientações sexuais e políticas de GaahlGorgoroth
As orientações sexuais e políticas de Gaahl


Sobre Marlon Lima

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.