Matérias Mais Lidas

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemAs 10 melhores versões metal de músicas pop dos anos 1980, em lista da Metal Hammer

imagemMax e Iggor Cavalera: setlists, fotos e vídeos de shows na Audio, em São Paulo

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemJoão Gordo relembra proposta de fazer propaganda de calmante com Dado Dolabella

imagemAmy Lee escolhe a melhor música do Evanescence para apresentar a banda

imagemEdu Falaschi comenta produção "nível banda europeia" da nova turnê e agradece fãs

imagemSincero, vocalista do Anvil diz que é feliz com o tamanho da banda

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemNando Reis e a linda música que Samuel Rosa dispensou por ter recebido na hora errada


Dream Theater 2022

Dethrone: Banda jovem fugindo das tendências

Resenha - Humanity - Dethrone

Por Vitor Franceschini
Em 25/01/14

publicidade

Nota: 8

É gratificante ver uma banda jovem e recém formada (o grupo surgiu em 2011) fazer um som que foge às tendências atuais do Metal. É isso que os suecos do Dethrone fazem em seu primeiro disco, este "Humanity".

A banda investe em um enérgico Death/Thrash Metal que possui uma pitada de melodia e um clima apocalíptico. Influências do Melodic Death Metal podem ser notadas, mas nada excessivo. Há certo toque de modernidade, principalmente por parte dos timbres dos instrumentos e da produção atual, mesmo assim o som do grupo foge à regra.

Agressividade se junta a uma angustiante densidade fazendo com que as músicas soem totalmente emotivas, mesmo diante de tanto peso. E isso fica evidente em quase todas as composições, com destaque para a maravilhosa When I Decide (ver o vídeo) que transborda esse clima.

A banda destila uma boa técnica, mas não se perde em invencionices e faz com que sua música soe equilibrada. Assim como a ótima produção do disco, que deu o já citado ar mais moderno ao som. Um disco que surpreende e dá gosto de ouvir. O Metal precisa mais disso.

https://www.facebook.com/DethroneSWE
http://www.reverbnation.com/Dethroneswe

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Gibson: os 50 melhores covers da história do rock

Nirvana: Dave Grohl comenta sobre o funeral de Kurt Cobain


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini.