Dethrone: Banda jovem fugindo das tendências

Resenha - Humanity - Dethrone

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


É gratificante ver uma banda jovem e recém formada (o grupo surgiu em 2011) fazer um som que foge às tendências atuais do Metal. É isso que os suecos do Dethrone fazem em seu primeiro disco, este “Humanity”.
5000 acessosMegadeth: Dave explica por que não tocar "The Conjuring"5000 acessosBlind Faith: uma das capas mais polêmicas da história

A banda investe em um enérgico Death/Thrash Metal que possui uma pitada de melodia e um clima apocalíptico. Influências do Melodic Death Metal podem ser notadas, mas nada excessivo. Há certo toque de modernidade, principalmente por parte dos timbres dos instrumentos e da produção atual, mesmo assim o som do grupo foge à regra.

Agressividade se junta a uma angustiante densidade fazendo com que as músicas soem totalmente emotivas, mesmo diante de tanto peso. E isso fica evidente em quase todas as composições, com destaque para a maravilhosa When I Decide (ver o vídeo) que transborda esse clima.

A banda destila uma boa técnica, mas não se perde em invencionices e faz com que sua música soe equilibrada. Assim como a ótima produção do disco, que deu o já citado ar mais moderno ao som. Um disco que surpreende e dá gosto de ouvir. O Metal precisa mais disso.

https://www.facebook.com/DethroneSWE
http://www.reverbnation.com/Dethroneswe

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Dethrone"

Dave MustaineDave Mustaine
"Joguei dois feitiços em pessoas, ambos funcionaram!"

Blind FaithBlind Faith
Uma das capas mais polêmicas da história do rock

Demonstrações de afetoDemonstrações de afeto
Fotos de rockstars que já se beijaram

5000 acessosRegis Tadeu: Los Hermanos fez um tremendo mal ao rock brasileiro5000 acessosMusas inspiradoras: as esposas mais lindas dos rockstars5000 acessosDonald Trump: os roqueiros que apoiam o presidente eleito5000 acessosPaul Gilbert: o Metallica acabou com o Blues no Metal5000 acessosMetallica: as 10 melhores músicas segundo a Loudwire5000 acessosAngra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de Dominó

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online