Andi Deris: Vocalista mostra criatividade e agressividade

Resenha - Million-Dollar Haircuts on Ten-Cent Heads - Andi Deris and the Bad Bankers

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Victor de Andrade Lopes, Fonte: Sinfonia de Ideias
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Desde 1999, o vocalista do HELLOWEEN ANDI DERIS não investia em nenhum trabalho solo. Em 2013, logo após lançar Straight Out of Hell com o quinteto alemão, ele anunciou que inciaria um projeto solo. Para concretizá-lo, formou um grupo com os músicos NICO MARTIN (guitarras), JEZOAR MARRENO (baixo) e NASIM LÓPEZ-PALACIOS (bateria). No álbum de estreia do quarteto, batizado como Million-Dollar Haircuts on Ten-Cent Heads, ANDI não se limita a cantar e ataca de segundo guitarrista.

Helloween: Veja vídeo de "Forever And One", gravado no Brasil, do novo DVDUltimate Classic Rock: as 25 músicas mais tristes da história

Como o nome da banda sugere, o álbum tem como tema principal a ganância e a corrupção dos bancos e seus banqueiros. E ANDI não economiza palavras para depreciar seus alvos. Em entrevista à RockNLive, ele já havia deixado claro suas intenções: "Obviamente nós não gostamos de nada que gire em torno de bancos, gerentes e banqueiros que são claramente responsáveis pela merda que ocorre atualmente [...], então, foi muito bom dizer a eles vocalmente o que nós pensamos deles. Claro, por causa disso [o álbum] é altamente explícito, mas... quem se importa? É isso o que eles merecem..."

E o álbum fez jus à ira de ANDI. A abertura "Cock" é, literalmente, curta e grossa. A sequência "Will We Ever Change" é bem mais leve, o que daria um bom single comercial. A brutalidade volta em "Banker's Delight (Dead or Alive)", talvez a faixa mais representativa do álbum. Aqui, ANDI dá voz a um banqueiro inescrupuloso que fará de tudo para extorquir seus clientes, independentemente da situação deles.

"Blind" fica mais próxima do hard rock, e talvez por isso tenha sido a primeira faixa divulgada na íntegra. "Don't Listen to the Radio (TWOTW 1938)" tem uma pegada mais punk. Sua versão demo, lançada na edição especial, é mais crua e soa menos poderosa. "Who Am I", a mais longa, é meio progressiva. Na maior parte, é lenta, mas o solo acelera um pouco as coisas, deixando-a bem interessante.

Em "Must Be Dreaming", ANDI faz uma espécie de cover de si mesmo. A faixa havia sido lançada anteriormente com a banda brasileira SCELERATA, em 2012. Ela foi escrita pelo próprio ANDI, e ganha esta versão retrabalhada com os THE BAD BANKERS, além de uma versão demo não muito diferente incluída nas faixas bônus da edição limitada.

No restante do álbum, não há nada que demande comentários muito elaborados. "EnAmoria" também teve sua versão demo incluída na edição especial, mesmo que a ela não traga nada de muito relevante à música. "I Sing Myself Away", o encerramento da edição regular, é acústica e leve, provendo um "respiro" para quem teve acesso às faixas bônus.

Além das versões demos já mencionadas acima, a edição limitada do disco contém também duas faixas não lançadas: a cativante "Behind Dead Eyes" e a serena "Little Lies". As duas poderiam facilmente ter substituído algumas das faixas que "sobraram" na segunda metade do álbum - ambas acrescentam mais musicalmente do que "The Last Days of Raining", por exemplo.

Após ouvir o disco, conclui-se que ANDI é um artista perfeitamente capaz de seguir o próprio caminho, o que deixará os fãs tranquilos caso ele um dia saia do Helloween. Além disso, fica claro que os jovens músicos que ele contratou têm talento e prometem, especialmente o guitarrista NICO MARTIN, que apresentou riffs matadores e marcantes ao longo do disco.

Nota = 8,0. Um projeto que estreou com firmeza. O fã do HELLOWEEN não deve esperar nada que soe próximo do quinteto alemão, mas sim algo pessoal e bastante particular do vocalista ANDI DERIS, que mostra aqui muita criatividade e capacidade musical.

Abaixo, a faixa "Blind".

Track-list:
1. "Cock"
2. "Will We Ever Change"
3. "Banker's Delight (Dead Or Alive)"
4. "Blind"
5. "Don't Listen to the Radio (TWOTW 1938)"
6. "Who Am I"
7. "Must Be Dreaming"
8. "The Last Days of Rain"
9. "EnAmoria"
10. "This Could Go on Forever"
11. "I Sing Myself Away"

Faixas bônus da edição limitada:
12. "Behind Dead Eyes" (Demo)
13. "Little Lies" (Demo)"
14. "TWOTW 1938 (Don't Listen to the Radio)"
15. "Must Be Dreaming" (Demo)
16. "EnAmoria" (Demo)



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Helloween"Todas as matérias sobre "Andi Deris"


Helloween: Veja vídeo de "Forever And One", gravado no Brasil, do novo DVDHelloween: lançado vídeo ao vivo de "Forever And One" com Kiske e Deris; vejaFöxx Salema: Saiba quais são as principais influências da vocalista

Helloween: Grapow e Kusch estão fora da reunião porque traíram a banda, diz Andi DerisHelloween
Grapow e Kusch estão fora da reunião porque traíram a banda, diz Andi Deris

Ídolos imortais: Ingo Schwichtenberg, um monstro do power metalÍdolos imortais
Ingo Schwichtenberg, um monstro do power metal

Collectors Room: o renascimento do Helloween em Master of the Rings (vídeo)Rock Ao Vivo em POA: com Scorpions, Whitesnake e Helloween, já tem lotes esgotados

Em 29/08/1988: Helloween lançava a parte 2 de Keepers of The Seven KeysEm 29/08/1988
Helloween lançava a parte 2 de "Keepers of The Seven Keys"

Helloween: veja vídeo ao vivo da música Halloween, do novo DVDHelloween
Veja vídeo ao vivo da música "Halloween", do novo DVD

Helloween: por que a banda topou substituir o Megadeth no BrasilHelloween
Por que a banda topou substituir o Megadeth no Brasil

Helloween: veja trailer oficial de United Alive

Helloween: o que esperar do novo álbum, segundo Sascha GerstnerHelloween
O que esperar do novo álbum, segundo Sascha Gerstner

Helloween: em exclusiva, falando sobre shows no Brasil e novo discoHelloween
Em exclusiva, falando sobre shows no Brasil e novo disco

Roland Grapow: conheça a banda que acompanhará o guitarrista nos shows pelo BrasilRoland Grapow
Conheça a banda que acompanhará o guitarrista nos shows pelo Brasil

Em 07/08/1962: nasce Michael Weikath, do Helloween

Helloween: Dez perguntas respondidas por Andi DerisHelloween
Dez perguntas respondidas por Andi Deris

Hall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do MetalHall Of Shame
As melhores músicas ruins da história do Metal

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1988Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1988


Ultimate Classic Rock: as 25 músicas mais tristes da históriaUltimate Classic Rock
As 25 músicas mais tristes da história

Led Zeppelin: a origem do anjo símbolo da bandaLed Zeppelin
A origem do anjo símbolo da banda

Ozzy Osbourne: Madman dá a cura para a ressacaOzzy Osbourne
Madman dá a cura para a ressaca

Separados no nascimento: Ronnie James Dio e Maria BethaniaGuns N' Roses: álcool, drogas e intrigas nos primórdios da bandaBabymetal: Painkiller e Breaking the Law com Rob Halford em vídeoLegião Urbana: desmitificando "Faroeste Caboclo"

Sobre Victor de Andrade Lopes

Victor de Andrade Lopes é jornalista (Mtb 77507/SP) formado pela PUC-SP com extensões em Introdução à História da Música e Arte Como Interpretação do Brasil, ambas pela FESPSP, e estudante de Sistemas para Internet na FATEC de Carapicuíba, onde mora. É também membro do Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil e responsável pelo blog Sinfonia de Ideias. Apaixonado por livros, ciências, cultura pop, games, viagens, ufologia, e, é claro, música: rock, metal, pop, dance, folk, erudito e todos os derivados e misturas. Toca piano e teclado nas horas livres.

Mais matérias de Victor de Andrade Lopes no Whiplash.Net.