Matérias Mais Lidas

Guns N' Roses: em 1988, as críticas de Axl Rose a bandas como Kiss e Iron MaidenGuns N' Roses
Em 1988, as críticas de Axl Rose a bandas como Kiss e Iron Maiden

Sepultura: por que voltas de Max e Iggor não fariam sentido hoje, segundo EloySepultura
Por que voltas de Max e Iggor não fariam sentido hoje, segundo Eloy

Joey Ramone: em 1991, ele citava as únicas bandas do mainstream que valiam a penaJoey Ramone
Em 1991, ele citava as únicas bandas do mainstream que valiam a pena

Jon Bon Jovi: filho do cantor estaria namorando atriz que faz Eleven em Stranger ThingsJon Bon Jovi
Filho do cantor estaria namorando atriz que faz Eleven em Stranger Things

Mia Wallace: após saída tumultuada, baixista da Nervosa volta a tocar com AbbathMia Wallace
Após saída tumultuada, baixista da Nervosa volta a tocar com Abbath

Jeff Beck: a inveja de Eric Clapton e o talento de Jimi HendrixJeff Beck
A inveja de Eric Clapton e o talento de Jimi Hendrix

Rock in Rio: Os cachês e exigências dos artistas na edição de 1991Rock in Rio
Os cachês e exigências dos artistas na edição de 1991

Skid Row: Bach critica o relançamento de Slave to The Grind em vinil..Skid Row
Bach critica o relançamento de "Slave to The Grind" em vinil..

1988: 15 grandes álbuns lançados em um dos anos mais produtivos da história do metal1988
15 grandes álbuns lançados em um dos anos mais produtivos da história do metal

Massacration: quando Bruno Sutter fez Kiko Loureiro entender o sucesso da bandaMassacration
Quando Bruno Sutter fez Kiko Loureiro entender o sucesso da banda

Trivium: Matt recebe mais dinheiro em lives na Twitch do que a banda no Spotify e afinsTrivium
Matt recebe mais dinheiro em lives na Twitch do que a banda no Spotify e afins

Black Sabbath: ninguém ligava pra eles até reality de Ozzy, diz guitarrista do The CultBlack Sabbath
Ninguém ligava pra eles até reality de Ozzy, diz guitarrista do The Cult

Korn: banda demonstra apoio ao baixista Fieldy, que não participará de próxima tourKorn
Banda demonstra apoio ao baixista Fieldy, que não participará de próxima tour

Álbuns homônimos: quando a banda batiza o disco com seu próprio nomeÁlbuns homônimos
Quando a banda batiza o disco com seu próprio nome

Aerosmith e Guns N' Roses: O acordo sobre drogas em 1988Aerosmith e Guns N' Roses
O acordo sobre drogas em 1988


Pentral
Arte Musical

Hatebreed: Thrash Metal/Hardcore da melhor qualidade

Resenha - Divinity Of Purpose - Hatebreed

Por Rodrigo Noé de Souza
Em 17/10/13

Nota: 9

Longe da panelinha Metalcore que tomou conta dos primeiros anos 2000, o Hatebreed nos presenteia com o que há de melhor do Thrash Metal/Hardcore da melhor qualidade. Não à toa que Jamey Jasta (vocal) e seus companheiros estão ainda mais furiosos e ácidos em seus últimos lançamentos.

Quatro anos separam o álbum Hatebreed (2009), do mais recente The Divinity of Purpose. Agora, muito bem representados pela Nuclear Blast, a banda faz o chão tremer com doze bombas de fazer a casa desmoronar.

Quam acompanha o Hatebreed, sabe que as letras de Jasta são manifestações para motivação, em um mundo impossível de sobreviver. Agora, o som, não podemos negar que está excelente. A começar com Put It To the Torch, chamando para o abate.

Destaques mesmo são TODAS. Impossível gastar saliva comentá-las. Riffs certeiros, paradinhas mortais de fazer pular, refrãos de rasgar a garganta. Sem dúvida, o melhor disco desde The Rise Of Brutallity (2003).

Méritos para a produção da própria banda, com os auxílios de Zeuss e Josh Wilbur, que deixou o som cristalino, porém mais brutal, como o Hatebreed tem que ser.

Confiram os vídeos abaixo.

Honor Never Dies:

Put It To The Torch:

Formação:

Jamey Jasta – vocal
Frank Novinec – guitarra
Wayne Lozinak – guitarra
Chris Beattie – baixo
Matt Byrne – bateria

Tracklist:

1-Put It To The Torch
2-Honor Never Dies
3-Own Your World
4-The Language
5-Before The Fight Ends You
6-Indivisible
7-Dead Man Breathing
8-The Difinity Of Purpose
9-Nothing Scars Me
10-Bitter Truth
11-Boundless (Time To Murder It)
12-Idolized And Vilifield


Outras resenhas de Divinity Of Purpose - Hatebreed

Hatebreed: banda nunca decepcionou seus fãs

Hatebreed: de volta e com mais fúria do que nunca

Hatebreed: todas as características ainda mais potencializadas

Hatebreed: intenso, eficaz, convincente e persuasivo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Monolito 2
Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Hatebreed: reforçando o status de gigante do Hardcore mundial

Piu Loko: Homenagem a Hatebreed com músicos do Fucking Violence, Korzus e Noturnall


Heavy Metal: as 10 músicas mais inspiradoras segundo o OC WeeklyHeavy Metal
As 10 músicas mais inspiradoras segundo o OC Weekly

Rádio AOL: Os Top 10 da música pesada da década de 2000Rádio AOL
Os Top 10 da música pesada da década de 2000


Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos


Sobre Rodrigo Noé de Souza

Nasci em 1984. Esse ano não é só o início de uma nova democracia, mas também é o ano em que vários discos foram lançados, como Powerslave (IRON MAIDEN), Stay Hungry (TWISTED SISTER), W.A.S.P., Don't Break The Oath (Mercyful Fate), Slide It In (WHITESNAKE), 1984 (VAN HALEN), The Last In Line (DIO) e, o meu favorito de todos, Ride the Lightning (METALLICA). Sou um aficcionado por Metal, desde AC/DC e ZZ Top, até Anaal Nathrakh e Krisiun.

Mais matérias de Rodrigo Noé de Souza.