Finntroll: O disco perfeito para sua festa Folk

Resenha - Blodsvept - Finntroll

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Aloysio França, Fonte: Megalomania
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Uma banda cujos integrantes vestem orelhas e chifres postiços pode levantar muita crítica e chacota por parte do público convencional. Eu, particularmente, não tenho problemas com isso. Muito pelo contrário, gosto do artifício do teatro incorporado à música, pois ambas são duas belas representações artísticas, e uma agrega valor à outra, quando bem feitas é claro.

Free: a paixão de Dave Murray por Paul KossoffRock: 25 fotos pra fazer você continuar acreditando na música

O FINNTROLL é um excelente exemplo de banda que adiciona características cênicas à música, contextualizados pelo folclore finlandês que está presente tanto nas letras quanto nas músicas, expressando assiduamente a interferência do Humppa (uma variação finlandesa do Polka russo), as vezes com um toque de humor, mas acima de tudo com muita competência.

Em seu mais recente álbum, "Blodsvept" (algo como "envolto em sangue"), lançado em março deste ano pela Century Media, o FINNTROLL, que continua cantando em sueco (pra quem não sabe o sueco é oficialmente o segundo idioma finlandês), apresenta um trabalho primoroso e supera tudo o que já fez. Muitas bandas começam cheias de boas intenções, mas sofrem com limitações técnicas; entretanto quando atingem seu objetivo, fazem maravilhas. Eu acredito que esse seja o caso do FINNTROLL. "Blodsvept" é grande em produção e musicalidade, e mostra pro mundo que está na hora de sair do underground.

Músicas como "Skövlarens Död" e "Häxbrygd" mostram o lado mais cruel da banda por meio de seus riffs, enquanto "Ett Folk Förbannat" e "Rösets Kung" são mais festeiras, por assim dizer. "Midvinterdraken" em toda sua diversificação, carrega as passagens mais Black Metal da trajetória e a música título é a mais crua do CD.

"Blodsvept" é uma obra de qualidade homogênea, repleta de humor maligno, profissionalismo musical, e que definitivamente inspira e conduz a mente daqueles que apreciam o gênero, para o universo fantástico do folclore finlandês. É o disco perfeito para a sua festa Folk!

Fonte: MEGALOMANIA
http://megalomania-metal.com.br/finntroll-o-disco-perfeito-p...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Finntroll"


Free: a paixão de Dave Murray por Paul KossoffFree
A paixão de Dave Murray por Paul Kossoff

Rock: 25 fotos pra fazer você continuar acreditando na músicaRock
25 fotos pra fazer você continuar acreditando na música

Axl Rose: Sobe na porra do palco ou você vai morrer!Axl Rose
"Sobe na porra do palco ou você vai morrer!"

Humor: os dez maiores picaretas da música internacionalHumor
Os dez maiores picaretas da música internacional

A História Impopular dos Rolling StonesA História Impopular dos Rolling Stones

Skid Row: não quero excursionar com pessoas que não suporto, diz SnakeSkid Row
"não quero excursionar com pessoas que não suporto", diz Snake

Aerosmith: curiosidades sobre a voz de Steven TylerAerosmith
Curiosidades sobre a voz de Steven Tyler


Sobre Aloysio França

Nascido em 1980, ex-guitarrista e vocalista de Thrash Metal, atual artista gráfico e podcaster no site Megalomania-Metal. É também um leitor orgulhoso de Tolkien e Cornwell. Não discrimina gêneros, mas sim música boa de música ruim.

Mais matérias de Aloysio França no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336