Karburalcool: a verdadeira trilha sonora nacional

Resenha - Karburalcool - Karburalcool

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Alan Victor Rosseto Biroli
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Não. Não é mais uma resenha tendenciosa e parcial de disco que você lerá. O título talvez seja exagerado, mas você, leitor, concordará comigo após ouvir o som dessa nova banda do interior paulista da cidade de Presidente Prudente - SP. E eu sugiro; ouça o disco!
5000 acessosSlayer: cronologia de Hanneman, da picada da aranha até a morte5000 acessosNamore um cara que goste de Metal

Com riffs fortes e uma pegada pesada, a banda já mostra logo nesse seu primeiro álbum, gravado de forma independente, que possui identidade própria e características únicas, contando desde já com participações de ícones do rock nacional; Ricardo Confessori (Shaman, Angra) e Rogério Fernandes (Carro Bomba).

Felizmente, não é mais uma banda com letras que só falam de bebedeira e ressaca, embora o nome induza isso, e é exatamente por causa disso que titulei essa resenha assim; "a verdadeira trilha sonora nacional".

O álbum recém-lançado parece se encaixar perfeitamente na atual situação político-social do país.

As letras sinceras e revoltadas das músicas parecem ser a voz do povo brasileiro que saiu, sai e ainda sairá às ruas. E mesmo que com essa afirmação possa parecer que se trate de mais banda com uma série de músicas forçadas contrárias ao sistema, clichês e ridículas eu garanto que não é. Pelo contrário, as ideias são muito bem expostas e apresentadas pelos prudentinos. Nada forçado!

A voz rasgada e furiosa do vocalista Ricardo Girardi parece concentrar toda a revolta gritada nas ruas diariamente.

A faixa "em busca do que se perdeu" é o ponto forte nesse sentido. A ilustre participação de Rogério Fernandes (Carro Bomba) e a excelente letra fazem dessa música um dos pontos fortes do disco.

Destaque também para a ótima "Santa Hipocrisia".

Mas não só de boas letras se faz o disco.
A qualidade técnica dos músicos ressalta aos olhos, sem exceção. O baterista Marcelo Ferri, por exemplo, transborda em peso e precisão que se harmonizam perfeitamente com as guitarras e baixo pesados de Felipe Fachiolli, Marcelo Shinoby e Lucas Mesquita.

E sim, o instrumental é fodido!
Você com certeza não achará nesse disco nenhum tipo de melação ou melodias "bonitinhas".
A coisa é séria.

Mas sério mesmo fica quando a pancada da música "De braços cruzados" começa.

Um soco na sua cara. Um chute no seu estômago.
Aqui entra o consagrado baterista Ricardo Confessori (Shaman, Angra), que literalmente solta o braço em seu kit e não deixa você ficar sem bater cabeça. Excelente!

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Um verdadeiro, diferente e sincero disco de rock n' roll.
Assim se resume essa novidade nacional.

Infelizmente, a cena brasileira não é muito valorizada inclusive por nós brasileiros e por isso excelentes bandas acabam tendo reduzidíssima visibilidade.
Então você, headbanger, dê mais atenção aos produtos nacionais, pois não só os gringos sabem fazer boa música.
Aqui está um exemplo disso. Karburalcool.

http://www.youtube.com/user/Karburalcool?feature=watch

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Karburalcool - Karburalcool

331 acessosKarburalcool: a verdadeira trilha sonora nacional

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Karburalcool"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Karburalcool"

SlayerSlayer
Cronologia de Jeff, da picada da aranha até a morte

HumorHumor
Namorar um headbanger é sair da zona de conforto

Atores e músicaAtores e música
As bandas de Russell Crowe, Keanu Reeves e Bruce Willis

5000 acessosBateristas: os dez músicos mais loucos de todos os tempos5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19815000 acessosA História Impopular dos Rolling Stones - Livro 1 - Brian Jones5000 acessosDerek Riggs: "O Iron Maiden é muito ciumento"4441 acessosRock In Rio: Você foi? Agradeça ao Frank Sinatra!5000 acessosMetallica: grandes bateristas de verdade respeitam Lars Ulrich

Sobre Alan Victor Rosseto Biroli

Desde criança ligado ao rock n´ roll e heavy metal. Advogado, pseudo-jornalista e um apaixonado pela verdadeira música que ouve desde sua infância.

Mais matérias de Alan Victor Rosseto Biroli no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online