Ronnie James Dio: Em 1983 era lançado o clássico Holy Diver

Resenha - Holy Diver - Dio

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ivan Jones, Fonte: Site Ultimate Classic Rock, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Em maio de 1983, o homem batizado Ronald James Padavona já havia acumulado um currículo musical incomparável, incluindo passagens por inúmeras bandas obscuras nos anos 60, passando nos anos 70 pelo Elf e Rainbow e iniciando os anos 80 com os criadores do Heavy Metal, o Black Sabbath. Finalmente, com a idade madura de 41 anos, Ronnie James Dio estava finalmente pronto para seu vôo solo.

Em 29/08/2009: Ronnie James Dio fazia o último show de sua gloriosa carreiraFotos de Infância: Jon Bon Jovi

Tão logo sua saída do Black Sabbath tornou-se oficial, Ronnie estava finalmente livre para moldar sua própria carreira, confiante no conhecimento de que, depois de anos ficando em segundo plano perto de lendas da guitarra como Ritchie Blackmore e Tony Iommi, o seu próprio nome já era muito respeitado e estava na hora de se erguer por conta própria, levando adiante o seu novo empreendimento: chamado simplesmente, Dio.

E assim, com tudo o que já havia aprendido ao longo dos anos sobre as políticas complexas de uma banda e observando músicos talentosos ao redor do mundo, RJD começou a montar sua própria banda. Recrutou Jimmy Bain, experiente baixista escocês e seu ex-companheiro de Rainbow; um até então desconhecido guitarrista irlandês prodígio chamado Vivian Campbell (Sweet Savage); e trouxe do Black Sabbath seu compatriota americano, o baterista Vinnie Appice. Juntos criaram as canções célebres que compõem a estréia do Dio: 'Holy Diver'.

O álbum foi gravado na Califórnia e lançado em 25 de maio de 1983 com as seguintes faixas:

1. "Stand Up and Shout" (Dio, Bain)
2. "Holy Diver" (Dio)
3. "Gypsy" (Dio, Campbell)
4. "Caught in the Middle" (Dio, Appice, Campbell)
5. "Don't Talk to Strangers" (Dio)
6. "Straight Through the Heart" (Dio, Bain)
7. "Invisible" (Dio, Appice, Campbell)
8. "Rainbow in the Dark" (Dio, Appice, Bain, Campbell)
9. "Shame on the Night" (Dio, Appice, Bain, Campbell)

Todas as canções são de qualidade acima da média. 'Rainbow In The Dark' tornou-se um hino e, juntamente com a faixa-título 'Holy Diver', ganhou um vídeo clipe.

Além das duas músicas citadas, 'Stand Up And Shout' e 'Don't Talk To Strangers' eram praticamente obrigatórias em seus shows.

O logo para o nome "Dio" criado nesse álbum acompanharia a banda até o seu final. A capa de 'Holy Diver' causou alguma controvérsia por mostrar uma espécie de demônio afogando um padre. Dio respondeu rapidamente, argumentando que as aparências são enganosas e pediu as pessoas para não "julgarem um livro pela capa". Essa figura demoniaca virou mascote da banda e ficou conhecido como "Murray".

O álbum foi calorosamente abraçado pela imprensa especializada de metal e pelos milhares de fãs ao redor do mundo. Atingiu o 13º lugar nas paradas britânicas, posição excelente para um álbum de metal, mas na América, 'Holy Diver' não passou da 56ª posição da Billboard e levou um bom tempo para ganharem um disco de ouro, o que ocorreu somente 18 meses depois, em 12 de setembro de 1984.

Cinco anos depois de seu lançamento, em 21 de março de 1989, 'Holy Diver' finalmente receberia um certificado de Platina nos Estados Unidos, numa época em que a banda estava em franco declínio. Porém o legado de Ronnie James Dio já era incontestável, figurando como um dos maiores vocalistas de Heavy Metal.

E, 30 anos mais tarde, 'Holy Diver' ainda resiste ao teste do tempo como, possivelmente, o melhor momento de Ronnie e sendo certamente um dos maiores álbuns de Heavy Metal de todos os tempos.

Dio, Vinnie Appice, Jimmy Bain e Vivian Campbell
Dio, Vinnie Appice, Jimmy Bain e Vivian Campbell

Outras resenhas de Holy Diver - Dio

Dio: O primeiro álbum é genial do começo ao fimDio: Uma das obras mais espetaculares do Heavy MetalDio: A pedra fundamental do Power Metal




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dio"


Em 29/08/2009: Ronnie James Dio fazia o último show de sua gloriosa carreiraEm 29/08/2009
Ronnie James Dio fazia o último show de sua gloriosa carreira

Dio: Epiphone anuncia linha de guitarras "Les Paul Diver"Collectors Room: os discos que marcaram a carreira de Dio (vídeo)

Dio: diversos clipes do cantor chegam oficialmente ao YouTubeDio
Diversos clipes do cantor chegam oficialmente ao YouTube

Separados no nascimento: Ronnie James Dio e Carla TortelliSeparados no nascimento
Ronnie James Dio e Carla Tortelli

Nerd Metal: Os 5 Maiores Frontmen do Heavy MetalNerd Metal
Os 5 Maiores Frontmen do Heavy Metal

Dio, Halford, Tate & Cia: Um We Are The World do Heavy MetalDio, Halford, Tate & Cia
Um "We Are The World" do Heavy Metal


Fotos de Infância: Jon Bon JoviFotos de Infância
Jon Bon Jovi

Chester Bennington: a tocante carta que ele escreveu para Chris CornellChester Bennington
A tocante carta que ele escreveu para Chris Cornell

Metal Up Your Ass: Os primórdios do MetallicaMetal Up Your Ass
Os primórdios do Metallica

Max Cavalera: triste ver uma banda tão importante virar uma merdaGuitarristas: você consegue identificar todos nesta imagem?Scorpions: o que tornou "Wind of Change" tão especialHeavy Metal: os 10 melhores solos de guitarra de todos os tempos

Sobre Ivan Jones

42 anos, curto ROCK desde 1980 e possuo uma coleção de mais de 3500 cds e cerca de 600 lps (fora as fitas cassetes, VHS, DVDs e Blu-Rays). Toco violão e guitarra e estou começando a dedilhar um teclado.

Mais matérias de Ivan Jones no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336